Escolhida - Série House of Night

18/10/2010

Resumo Oficial:


Neste terceiro livro de The House of Night os acontecimentos tomam um rumo misterioso e perturbador. Zoey tenta encontrar uma solução para ajudar Steve Rae, que luta para manter sua frágil humanidade, antes que ela se transforme em um monstro. Entretanto, salvar sua melhor amiga significa ir contra Neferet, e para conseguir o que quer, Zoey acaba se aliando a uma inesperada pessoa, tornando-se sua confidente e parceira. Para complicar, o horror atinge a Morada da Noite quando dois assassinatos ocorrem. Zoey se vê num drama pessoal e numa posição realmente delicada. Deve guardar segredos, até mesmo de seus amigos, tomar decisões muito importantes, e agora que acabou se envolvendo com um terceiro cara, deverá lidar com os três, já que não consegue se decidir entre eles.






Minhas Opiniões:


Bom...
Mais uma vez o fato de ficar repetindo coisas que haviam acontecido nos outros livros me irritou um pouquinho. Isso fica parecendo que é para enrolar ou aumentar a história e eu não me agrado muito. Além da sensação de que parece que ninguém leu o livro anterior.
O clima está mais sombrio nesse livro... Zoey ainda não entende muito bem o caso dos mortos vivos e sua luta para salvar a amiga Stevie Rae conta com uma aliada inesperada.
Alguns pontos são esclarecidos mas nada que dê para entender completamente porque Neferet criou aquelas "coisas".
Sua ligação com Aphrodite aumenta, e, embora as duas continuem a dizer que não são amigas, Aphrodite talvez seja a única com quem Zoey pode contar no caso Stevie Rae e conversar já que Neferet com sua intuição pode arrancar as coisas de qualquer um de seus outros amigos.
Zoey está dividida entre 3 amores, e cada um é diferente do outro, fazendo com que ela não tenha certeza de quem escolher.
Um assassinato de um professor acontece na Morada da noite e faz com que ela suspeite que seu padrasto esteja envolvido.
O livro levanta questões como lealdade, fidelidade, confiança e amizade e Zoey começa a entender um pouco mais do seu papel diante dos acontecimentos e do desejo da Deusa para ela, percebendo que tem atitudes que ela deverá tomar e que dificilmente serão aceitas até mesmo pelos seus amigos.

"Mais que nunca luzes e sombras se confundem, valores são questionados, os personagens revelam suas fragilidades, endurecem os corações, tornam-se irredutíveis diante dos erros, ao mesmo tempo em que antigas inimizades se transformam em afeições recíprocas, e velhos deslizes são compreendidos à luz de uma nova percepção." (citado Aqui)


Eu não queria colocar spoilers, porém, até agora este é o livro mais difícil de comentar sem contar alguns detalhes importantes, então, se você não quer saber das coisas antes de ler, pare por aqui!
Mas se você for como eu que não se importa pois a curiosidade é maior, continue, só não diga que eu estraguei as coisas contando os melhores detalhes...


Entre os seus 3 amores (o novato Erik, o humano Heath e o professor Loren), Zoey se encontra mais dividida que tudo e, principalmente, querendo ter todos eles.
A carimbagem com Heath e o desejo dela por seu sangue faz com que ela não consiga terminar com ele e ainda "possivelmente" matar dois rapazes.
Zoey fica muito estranha com Erik, afastando-o e tal, e eu fico achando que, mesmo sabendo de todos os acontecimentos, que Erik não deveria ser tão compreensivo com ela.
O climão que estava rolando entre Zoey e Loren se intensifica, começando com uma "pegação" na biblioteca que chega as vias de fato. E eu fiquei p*** com a sequência de acontecimentos.
Tá... Eu acreditei em Loren e em sua demonstração de "pode confiar em mim Zoey", principalmente com o fato dele carimbar a Zoey (quebrando a carimbagem com Heath) e todas aquelas palavras de carinho... Erik acaba pegando os dois no flagra e fica muito p*** com a Zoey. O pior não é isso... O pior é ver Zoey se sentindo toda apaixonada, achando que tinha resolvido com quem ficar e descobrir que tudo não passou de um plano de Neferet para descobrir o que ela sabia...
Nossa... Eu fiquei com um ódio de Loren.... Mais ódio ainda de mim de ter acreditado e me envolvido tanto por ele... E muito mais ódio, dessa vez das escritoras por terem matado Loren também!!!!
Tipo, poxa.... Eu queria ver mais da reação dele... De um novo encontro dele com a Zoey e ver se realmente era só isso mesmo...
Pelas palavras de Neferet para Zoey após a morte dele, parece que ele realmente ficou preocupado com a reação dela ao descobrir e tal, mas não dá para ter certeza se era isso mesmo ou se Neferet estava só dizendo isso para deixar Zoey ainda mais culpada...
O livro termina com Zoey sendo ignorada pelos amigos, com um ódio grande vindo de Erik (que mesmo percebendo que a culpa toda vem de Neferet, fala uma das coisas de mais sentido e que me fez começar a não achá-lo tão bobo quando diz "entendo mais isso não muda o que você fez".




Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

0 comentários

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras