Quit Your Pitchin': There's No Crying in Baseball #2 - Lani Lynn Vale

21/07/2018

E ontem lançou mais um livro da série There's No Crying in Basebal da Lani Lynn Vale. É a vez de conhecermos a história de George...



 Ler em Português      Read in English

Título: Quit Your Pitchin'
Série: There's No Crying in Baseball
Autora: Lani Lynn Vale
Gênero: Romance Esportivo
Data de Lançamento: 20 de Julho, 2018
Modelo da Capa: Chase Ketron
Fotógrafo: FuriousFotog

O que tem de errado com a minha bunda?
Ela quer dizer essas palavras diretamente a mulher ao lado dele, não ele. Mas ele não consegue se impedir de responder. Não quando a bunda dela é a coisa mais magnífica que ele já viu em sua vida.
Aparentemente, respondê-la com 'nem uma maldita coisa’ não era o que ela estava esperando.
Ela provavelmente não estava esperando a bola que ela levou na cara em sua próxima tacada também.
Só é preciso uma malfadada bola, e George Hoffman, jogador de centro do Lumberjacks, se apaixona perdidamente por Wrigley Field—e sim, esse é o nome verdadeiro dela.
Daquele ponto em diante, George e Wrigley caem em um rápido turbilhão de amor que termina com eles indo para Las Vegas. E ele que agradecer a boca suja, dona de boate, pé-no-saco da sua avó por isso.
Não que ele está reclamando ou algo assim.
Quem não gostaria de estar casado com uma mulher que faz seu coração disparar como se ele estivesse na final de um jogo na série mundial?
O único problema é tentar convencer ela disso.


Compre Agora

Amazon BR: https://amzn.to/2uUijvY








Eu tenho a sensação de que essa é a resenha mais difícil para mim de todos os livros que já li da Lani até agora. E não é por que eu não gostei do livro, por que eu gostei. Mas sabe quando uma ou duas coisas durante a leitura se tornam só o que você consegue pensar? E essas duas coisas não são coisas que eu tenha gostado... E eu vou tentar me explicar sem entregar demais da história...

Eu me apaixonei por Hancock e achei que ele seria o meu preferido nessa série... Mas aí veio George e roubou completamente meu coração na primeira parte do livro. Eu estava tão encantada e tão apaixonada que eu acho que as altas expectativas me fizeram ter uma queda muito grande na segunda parte...

Eu já sabia que eles estariam separados já que isso é citado no primeiro livro. Então, a separação não foi o que me incomodou. O que realmente me incomodou foi que não vemos isso acontecendo. Só somos informados do motivo e de quanto tempo faz que isso aconteceu - que me fez ficar com um pouco de raiva, pois por não me mostrar, ficou preso na minha cabeça que foi algo realmente estúpido, que até poderia causar uma briga, mas um divórcio? Sério?

Mas ok... Continuei a seguir com a leitura já odiando a Wrigley, a culpando por todo o sofrimento dos dois. Mas ai vem uma atitude do George que me fez pensar que ele não deveria ter sido tão idiota. Por favor... quando alguém fala algo como "não estamos mais no colegial", escute! Sério, isso além de ser ridículo me fez perder um pouco do respeito por ele, já que isso não parece ser uma atitude que o homem da primeira parte tomaria. E depois desse ponto, ainda tem um acidente que me levou as lágrimas e adicionou um pouco mais de drama a história. 

Quit Your Pitchin' foi uma leitura difícil para mim. Por um lado tinha mais drama do que eu estava preparada, mas isso não é a parte ruim da coisa... O que tornou difícil para mim foi a teimosia e orgulho da Wrigley, a atitude de colegial do George que volta depois de parecer resolvida e vem acompanhada com um explicação rápida e apressada no final e as grandes perguntas que fiquei referente a personagens secundários. Tenho a sensação de que em uma releitura devo me animar mais como aconteceu quando fiz a releitura de Pitch Please.

Enfim... Eu sou completamente apaixonada pelos livros da Lani e teve muitos momentos nesse livro que realmente me encantaram. E eu acho incrível a forma que ela escreve e que me faz não querer largar o livro mesmo quando eu estou revoltada ou com raiva de alguma coisa ou alguém. Como eu disse no começo, é difícil escrever essa resenha por que as duas coisas que eu não gostei não saem da minha cabeça, mas não quer dizer que eu não gostei do livro. Eu gostei da leitura, que ainda consegue ter momentos engraçados e também momentos fofos e mal posso esperar para o próximo livro na série. Vale a pena dar uma chance ao livro e conhecer mais um dos jogadores dos Texas Lumberjacks. E que venha o próximo!!!!


Minha Resenha: Aqui



Eu sou uma mãe casada de três. Meus filhos tem todos menos de 8, então eu posso assegurar que eles são um punhado. Eu estou com meu marido paramédico por dez anos agora, e nós tivemos descendentes que não são nada como nós. Eu moro no maior estado do mundo, Texas.




HOSTED BY:

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

0 comentários

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras