A probabilidade estatística do amor à primeira vista

02/04/2013

1744_10151375325622713_494921061_nQuem imaginaria que quatro minutos poderiam mudar a vida de alguém?

Às vezes a gente tem um clic e percebe que tudo mudou. Nada será como antes. É exatamente o que acontece com Hadley. Presa no aeroporto em Nova York, esperando outro voo depois de perder o seu por apenas 4 minutos, ela conhece Oliver. Um britânico fofo, que se senta a seu lado na viagem para Londres. Enquanto conversam sobre tudo, eles provam que o tempo é, sim, muito, muito relativo. E 4 minutos podem MESMO mudar tudo... Passada em apenas 24 horas, a história de Oliver e Hadley mostra que o amor, diferentemente das bagagens, jamais se extravia.

Primeiro o título me chamou a atenção… Logo depois, gostei da capa. Tive a certeza de que precisava ter o livro ao ler o prólogo (disponibilizado pela Galera aqui)… Foi impossível não passar ele na frente das minhas leituras, inclusive interrompi duas delas para ler esse livro… E não me arrependi!!!

“Hadley não acredita em coisas como acaso ou destino, mas também jamais acreditou na pontualidade das companhias aéreas.
Quando é que um avião consegue sair na hora?” (pág. 10)

Sabe aquela velha história do “e se…”? Então… É basicamente nisso que gira a história de A probabilidade estatística do amor a primeira vista. Afinal, Hadley poderia ter pego o avião certo. Oliver poderia não ter uma razão para ir à Inglaterra naquele dia. Tudo poderia ter sido diferente. E embora o livro todo se passe em somente 24 horas, Hadley tem um longo, longo dia.

“O amor é a coisa mais estranha e sem lógica do mundo” (pág. 183)

O que mais me encantou é que a história não tem só aquele lado fofo e bonitinho que pode parecer pelo título. Assim como ri em várias partes, teve outras que me deixou com o coração apertado e lágrimas nos olhos. Nunca pensei que pudesse sentir tanta coisa por dois personagens que me mostraram somente um dia de suas vidas.

“No final das contas, não são as mudanças que partem o coração, e sim esse quê de familiaridade.” (pág. 27)

Outro ponto positivo é que não tem aquele romance instantâneo, do tipo “olhei e é amor”. O que acontece é que rola um interesse que faz com que dois ‘estranhos’ comecem a conversar e conforme as horas vão passando, Hadley e Oliver vão descobrindo um pouco mais um do outro (mesmo que superficialmente em alguns momentos) e os sentimentos vão aparecendo. E tudo é escrito de um jeito muito envolvente.

“Então, sem ter mais o que fazer, finalmente sai pelas portas automáticas e encontra a neblina cinzenta de Londres, sentindo-se contente pelo sol não ter tido a audácia de aparecer naquela manhã.” (pág. 103)

Hadley não é o tipo de personagem que te conquista logo de cara, ao menos ela demorou muito para me conquistar e ainda acho que só me conquistou por causa de Oliver… É que eu não entendi o motivo de tanta revolta com o pai, porém é inegável o crescimento que ela tem nessas 24 horas.

“Parece impossível que tenha gostado de alguém como Mitchell quando existia uma pessoa como aquele garoto no mundo, alto e elegante, com os cabelos desarrumados, olhos verdes e mostarda no queixo, como se fosse uma pequena imperfeição que faz com que o quadro todo fique mais bonito.
Será que é possível, de repente, descobrir o tipo de que você gosta, mesmo quando se acha que nem tem um tipo?” (pág. 37)

Oliver… *suspiros e mais suspiros* desculpa gente, eu sei que já comentei em alguma resenha por aqui que sou apaixonada por alguns sotaques. E Oliver tem sotaque britânico *suspiros e mais suspiros2* Não precisou de mais nada para que eu me encantasse com ele. E mesmo assim, ele é aquele tipo de cara perfeito. Aquele tipo de cara que qualquer garota sonharia em encontrar. E nem por um minuto eu imaginei o que ele estaria passando até descobrir o motivo de sua viagem.

“O problema é aquele dia estranho e surpreendente. Nunca um dia parecera tão infinito. Apesar de saber que não passava de uma coleção de minutos, um após o outro, nunca percebeu, como hoje, o fato de que minutos viram horas, de que meses poderiam rapidamente ter virado anos, o quão perto esteve de perder uma coisa muito importante para o movimento incessante do tempo.” (pág. 178)

Uma história simples, doce e encantadora… Nada de maldições, nada de sobrenatural, nada de problemas praticamente impossíveis de serem resolvidos. Um casal que se torna a cada página mais perfeito – principalmente pelo fato de os dois terem defeitos. 4 minutos mudaram o destino de Hadley. Um par de horas me fez voltar a amar os YA. Simplesmente apaixonante e super recomendado!

Lica

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

13 comentários

  1. Gostei tanto da resenha... o livro parece encantador e a história em si me deixou muito curiosa.
    Vai para lista de leituras mesmo!
    Monique Martins
    @moniquema

    ResponderExcluir
  2. Ótima resenha!!
    Cada vez que leio sobre este livro fico com mais vontade. A história parece ser encantadora, os personagens também!! Me encantei também quando soube que todo livro se passa em 24 horas.. Fiquei super curiosa.

    ResponderExcluir
  3. Resenha maravilhosa! Continue escrevendo resenhas assim, hein. *-*
    Loooooooooouca para ler esse livro, será minha segunda próxima compra. UHSAUASHUAUSHA'
    Beijos!

    http://livrinhoseeu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. É a primeira resenha que leio desse livro e tenho que dizer que não sabia muito o que esperar da história. Gostei da sinopse e pela sua resenha, é um daqueles livros que vale a pena ler pelo simples prazer de ler uma história bacana e descomplicada.

    ResponderExcluir
  5. Amei ler "Nada de maldições, nada de sobrenatural", pois não curto essa temática, rsrs.
    Vi o bk e é bem fofinho, então já imaginei que seria uma trama fofinha, ;)

    ResponderExcluir
  6. Quando li a sinopse me encantei, fiquei super curiosa pra saber como esse romance se desenvolveria, se seria aquela coisa instantânea que você disse, e além de tudo é claro que fiquei sabendo também do sotaque britânico de matar uma pelo qual eu sou apaixonada, e na hora, não teve como eu pensei no Joseph Morgan, o Klaus de The Vampire Diaries, com aquele seu sotaque britânico lindo de morrer. Fiquei curiosa pra conhecer mais sobre o Oliver, e saber como e em que essa história vai dá no final quando finalmente eles chegarem aos seus determinados destinos.

    ResponderExcluir
  7. Gosto muito do sobrenatural mas, sinceramente, os YA tem forçado a barra...esse livro me chama a atenção desde que foi lançado lá fora, mas eu queria esperar chegar por aqui - nunca comprei nada de fora gente, sorry, tenho medo - pra poder acompanhar.
    Infelizmente, a grana está curta HSAUH mas estou doida pra poder ler. Afinal, nada melhor do que uma história que realmente pode acontecer pra levantar nosso ânimo - ainda mais se for uma história fofa que nem essa, que promete surpresas e emoções.
    Curiosa, ansiosa... quero esse livro, PRECISO

    http://thetheatredesvampires.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Bendito e se...? nessas horas! AMEI essa história, doida pra ler o meu, é muito fofo *-*
    Perfeito esse livro gente. Precisando e muito.

    ResponderExcluir
  9. Vi a capa desse livro enquanto estava no ônibus e simplesmente me apaixonei por ele!!! E aí fui ver a sinopse que em certos pontos lembra o livro Fiquei com seu número então agora quero comprar o mais rápido possível

    ResponderExcluir
  10. Resenha linda!
    Estou ansiosa pra ler esse livro desde que fiquei sabendo do lançamento. Agora então...!
    Adoro um romance! ;)

    ResponderExcluir
  11. Que linda sua resenha e os quotes ,adorei.
    Eu gosto tanto de sobrenatural como de YA, e este livro também me chamou a atenção quando li a sinopse fora que a capa é super linda.
    Quero le lo logo pra saber como é o encontro dos dois, beijos.

    ResponderExcluir
  12. ahhh eu to lendo esse livro agora =D
    por isso nao quero pegar nenhum spoiler. Li só um capitulo e já tô adorando. E como é blom ler histórias sem nada de sobrenatural huahuahua

    beijos
    Kel
    porumaboaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Esse livro está causando muito na blogosfera. Tenho lido muitas resenhas positivas em relação a ele. O título realmente é bem original mesmo. A história também me parece ser legal. Eu acredito nessa parada de o que tiver que ser, vai ser. E acredito que tudo estava escrito para esse encontro acontecer.
    Super curioso pra ler.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras