Postais do Coração - Ella Griffin

17/04/2013

Olá Saelnautas, que saudades!

Depois de 3 semanas longe da blogosfera, retorno com força total nas resenhas de filmes e de livros.
Hoje, em parceria com a editora Novo Conceito, vou falar sobre o livro Postais do Coração.

SINOPSE: "Saffy tem um trabalho incrível em uma agência de propaganda em Dublin. Ela tem sua difícil mãe a uma distância segura. E ela acredita que seu namorado ator Greg — o próximo Colin Farrell — finalmente irá pedi-la em casamento. Conor admira a linda Jess. Mas depois de sete anos e gêmeos, ela ainda não se casará com ele. Ele passa os dias ensinando adolescentes terríveis e as noites escrevendo o livro que espera que mude tudo — inclusive a mente dela. Mas está difícil de alcançar finais felizes..."

É claro que os mais antenados no Sael vão notar que este livro não faria parte da minha lista de leitura por não curtir muito romances e chick lit. Por sorte, eu me aventuro bastante fora da minha zona de conforto dos trillers e terrores, assim podendo dar opiniões sem muitos floreios sobre livros deste gênero romântico...

Vou começar pelo enlace da história entre dois casais de amigos. Mais do que clichê, este tipo de história não rende muito em mãos inocentes, hehe. A autora consegue sim encontrar uma 'brecha' pra criar um enredo divertido e leve. Os conflitos amorosos giram em torno do que todo CL (chick lit) tem na receita: mulheres na casa dos 30, problemas amorosos em torno do casamento e amigos que horas ajudam e horas só atrapalham. Griffin (não confundir com a Emily...) foi muito feliz com seus personagens: tem o egocêntrico, a abalada pelas convenções sociais, a fofoqueira, a péssima conselheira, o patrão pé no saco, o certinho que pira, a pira que se acerta e por ai vai...

Quem acompanha o blog sabe que dou valor aos detalhes mais sórdidos e gosto de coisas que muita gente não dá valor, posso assim dizer com franqueza, que Griffin foi muito minuciosa ao descrever personagens, locais, sentimentos e situações. Ela conseguiu que eu terminasse de ler pensando num filme e na trilha sonora, sentidos que só as histórias que eu mais gostei me fizeram ter. 

Leitura simples, rápida, muito organizada no pensamento. Não espere sobressaltos mirabolantes (talvez por isso mesmo que eu tenha gostado, é tudo perfeitamente natural e possível).  Talvez, os mais despreparados e carentes leitores se percam nas entrelinhas bipolares que existem em cada personagem, mas nada desesperador (rsrsrsr).

Claro, que, como sempre, eu gostei de um personagem que quase não se encaixa no gosto da maioria das mulheres, mas eu sei que pelo menos a Lica vai me entender. Meu personagem favorito e eu gostaria de ver um livro com a história dele é o Doug. Todos que lerem o livro vão achar que ele é um chato de galochas, mas quem parar pra prestar a atenção nele vai ver que toda a postura dele é por uma máscara, é pra se proteger. Leiam ele com carinho, tá legal? A personagem que eu menos gostei? A mãe, claro! Odeio gente carente que acha que todo o mundo também é! 

É aquele livro que você se imagina lendo em um lindo dia de outono, onde o tempo é fresco mesmo com sol a pino, sentada numa toalha em um parque lindo e verde escutando ao fundo pássaros cantando e crianças brincando. Quer mais doce que isso? Compra um chocolate ao leite!

Aposto que a maioria de nossos leitores e leitoras irão adorar! Podem ler e depois me contem o que acharam!

Abraços literários

     

Que tal conferir também...

9 comentários

  1. Na primeira vez que vi esse livro pensei que fosse da autora (que adoro) Emily Giffin... depois que li corretamente pensei que seria uma imitação barata! hahaha
    Agora com sua resenha estou pensando em dar uma chance para o livro. Chick Lit não é meu gênero favorito, mas gosto dessas leituras leves para descansar de leituras mais pesadas.
    Já para os desejados! :)

    ResponderExcluir
  2. Sempre fui fã do livros Chick Lit.. gosto destas leituras leves..rsrs
    Ganhei esse livro no sorteio e chegou essa semana e já vai entrar na lista de espera para leitura.
    Como a Amanda falou no comentário dela também tinha confundido as autoras pq os sobrenomes são bem parecidos.

    ResponderExcluir
  3. Não sabia que era um chick lit...
    Quando li a sinopse pela primeira vez a achei um pouco confusa, mas por causa da capa e do título, continuei interessada.
    Quando o ler darei uma atenção especial ao personagem que vc citou, :)

    ResponderExcluir
  4. Bem legal esse livro. Tenho aqui e quero ver se leio logo, parece ser de leitura rápida mesmo.

    ResponderExcluir
  5. Eu gosto desta autora, são sempre histórias simples mas muito bem escritas ;D
    Este livro eu adorei, tudo se entrelaça certinho, os casais são fofos, e concordo com você são historias que poderiam ser facilmente reais,
    beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi Gisele, tudo bem?

    Sou o oposto de vc, ou quase, não gosto de terror, mas o gênero que eu mais tenho dificuldade são livros que misturam todos os tipos de seres sobrenaturais em um troço meio doido.
    Enfim, eu gosto dos Chic Lit pra intercalar entre leituras um pouco mais pesadas. Me interesso mesmo é por romances e romances policiais. Enfim, já tinha visto algumas resenhas sobre esse livro, mas confesso que nada que tenha me chamado a atenção. Ainda não sei se eu leria, mas acho que eu iria gostar do livro.

    beijos
    Kel
    porumaboaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Acho que é a primeira resenha que leio do livro, mas minha impressão sobre ele era de que se tratava de algo calmo e doce, como você bem colocou. Como não tem grandes dramas ou reviravoltas, acho que é daqueles pra ler sem compromisso mesmo, só pelo prazer de ler.

    ResponderExcluir
  8. Pensava que era um romance daqueles bem chatos e melosos, mas é um chick lit. E eu gostei de saber, pois prefiro ler chick lit do que romance. Pelo menos eles são mais leves e divertidos. Outra coisa que achei legal foram as personagens, perfis bem variados, hein?!?!

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  9. Não me imaginaria lendo esse livro se ele estivesse já na minha estante, me imaginaria deixando ele mais pra trás, mas você mudou meu ponto de vista, acho que essa história é daquelas pra ler em um dia relaxado e curtir realmente o que está lendo, sem esperar muito ou pouco d o livro!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras