Vango: Entre o céu e a terra - Timothée de Fombelle

28/07/2015

Vango - Entre o Céu e a Terra

Salvar a pele e, ao mesmo tempo, descobrir a própria identidade. Este é o grande desafio de Vango, o jovem herói do novo romance do escritor francês 'Timothée de Fombelle'. Ao ler esse thriller histórico, ambientado no conturbado período entre as duas grandes guerras mundiais, somos impelidos a fugir com Vango pelos cinco continentes, num clima de absoluto perigo e suspense. Este rapaz órfão de 19 anos desconhece sua origem assim como desconhece a motivação do franco atirador que, além da polícia, está em seu encalço. Deparamo-nos com Vango na solenidade em que ele e outros seminaristas seriam ordenados padres na suntuosa catedral de Notre-Dame, em Paris. O assassinato do padre Jean, seu protetor, desencadeia a perseguição ao rapaz, que empreende uma fuga espetacular ao escalar nada menos do que os famosos vitrais da catedral. Essa cena é apenas um exemplo do clima de perseguição e aventura de que é feita toda a narrativa, quando acompanharemos nosso protagonista em situações e lugares improváveis - como um intruso escondido num caça da SS, galopando nas Terras Altas da Escócia, dependurado num vulcão italiano ou sobrevoando o Brasil e vários outros lugares num zepelim. O fracasso em não ter sido ordenado padre deixa nosso herói arrasado, mas a jovem Ethel fica bem feliz. É ela quem vai ajudar Vango a provar sua inocência e descobrir sua identidade. Também fazem parte da saga outros personagens marcados por vidas cheias de segredos, como Mademoiselle, a Senhora Poliglota e sem memória com quem Vango é salvo do naufrágio na costa da Sicília aos três anos de idade e Hugo Eckner, personagem verídico, comandante alemão do Graf Zepelin, esse grande dirigível que fascinou o mundo nas primeiras décadas do século XX. Outras personalidades incorporadas à história são Joseph Stalin, sua filha Svetlana e Adolf Hitler

****
Olá pessoal! Hoje venho falar sobre um livro muito belo e cheio de história, que tenho o prazer de resenhar: Vango: Entre o Céu e a Terra.

Publicado no Brasil pela Editora Melhoramentos e voltado ao público juvenil/adulto, esse thriller histórico do escritor francês Timothée de Fombelle traz fontes e páginas mais claras, que facilitam a vida do leitor. Além de anexos, belas fotos e personagens históricos, que deixam o leitor interado do período onde se passa a obra.

A história de Vango acontece no período entre guerras dos anos 30, e desde as primeiras páginas se impõe com muita ação, mistério e aventura de primeira qualidade.

Tentando salvar sua pele e ao mesmo tempo, descobrindo sua identidade, Vango passa por um dos períodos mais conturbados da história mundial. Misturando personagens fictícios e outros verdadeiros, como o ditador Joseph Stalin, sua filha Svetlana e Adolf Hitler, o autor trabalha a questão política de forma tocante. E em meio à política, espionagem, perseguições, fugas e descobertas, há também um romance muito cativante.


Sem contar que fiquei encantado com a parte do Zepelin, muito presente no livro e é descrito pelo autor com tantos detalhes, que faz a gente querer embarcar em uma viagem a bordo do grande dirigível alemão que viajou o mundo encantando as pessoas por onde passou (inclusive o Brasil!).
Recomendo esta leitura para quem gosta de história, e aprecia um livro com ritmo acelerado e intenso, cheio de surpresas a cada página.

Ah, para quem leu e gostou de Vango: Entre o Céu e a Terra, o livro terá um segundo volume que finaliza a história: Vango: Um príncipe sem reino.
Até a próxima, e boa leitura!

Por Ricardo Brandes / Escritor

Sou a Fabi.... blogueira, escritora e eterna sonhadora!

Que tal conferir também...

12 comentários

  1. Gostei bastante da sinopse e a capa tá bem legal e estou curiosa apesar de não ser o meu gênero favorito. Mas já li críticas sobre alguns pontos em que a leitura se torna arrastada.

    ResponderExcluir
  2. Vango já despertou meu interesse assim que vi a sinopse dele, e por sua resenha e de outras pessoas vejo que de trata de um thriller incrível recheado de diversos temas que me atraem. Sem falar da diagramação, que está muito bem feita a partir de algumas fotos que vi.
    Fiquei mais surpresa ainda ao ver que é uma duologia, ultimamente tudo vira série ou trilogia - não que seja ruim, mas algumas histórias não precisavam se estender tanto ao meu ver -, e o título do segundo livro me deixou curiosa para entender seu significado completo.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Vango parece ser um livro cheio de aventura e mistério, já faz um tempo que esse livro está na minha lista de futuras leituras e ver mais uma resenha positiva sobre ele só aumenta a minha vontade de ler haha.
    Sem mencionar o fato de trazer alguns fatos históricos reais, gosto muito quando os livros fazem isso. (:
    Obrigada pela resenha! Beijo. :*

    ResponderExcluir
  4. Oi Ricardo.
    Olha, tenho que confessar que "Vango" não estava em meus planos, até o momento que li a 1ª resenha (meio obrigada digamos assim), eu percebi o quanto estava perdendo em não querer lê-lo, e descobri quanta aventura eu querer participar e descobrir os mistérios nele contigo. Ela já até no skoob.

    Bjsss

    ResponderExcluir
  5. Apesar dos diversos comentários positivos que já li sobre estre livro, não consigo me interessar para ler ele, o tipo de história não me chama a atenção, mas sua resenha está muito boa.

    ResponderExcluir
  6. Ricardo!
    O livro é bem histórico, intercala fatos reais e ficção do autor, sem contar com todo mistério e aventura que envolve Vango.
    O Zeppelin realmente é um atrativo a parte... o que não daria para ter voado nele...kkk
    “A vida é maravilhosa se não se tem medo dela.”(Charles Chaplin)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  7. já li algumas resenhas desse livro e a cada uma que passa eu fico bem mais curiosa, parece ser um livro bem interessante e eu to doida pra ler.

    ResponderExcluir
  8. Olá pessoal! Respondendo as dúvidas do Vango...
    1) Sim, em alguns pontos a leitura se torna arrastada (principalmente nos últimos capítulos). Mas esse "arrasto" no texto não é incompetência do autor, e sim uma boa surpresa que está por vir...
    2) Sim, o livro é uma dualogia. Ponto pro autor, que ousou fugir do padrão "trilogia"!
    3) A diagramação é maravilhosa... E traz boas surpresas pro leitor. (O Mapa interno do Zepelin e as descrições e relatos de viagem ficaram maravilhosos!)
    4) Depois de ler este livro histórico, é difícil não se sentir um pouco passageiro do famoso Zeppelin e das aventuras de Vango. Indico essa leitura!
    Ricardo Brandes / @oktoberblog

    ResponderExcluir
  9. Como rejeitar um livro cheio de surpresas e histórico? Tudo o que gosto! Já curti, acho que vai me agradar muito. E o final deve deixar louco pelo próximo, né? Quero ler em breve!

    ResponderExcluir
  10. Apesar de ter lido muitas resenhas positivas sobre esse livro, n tenho curiosidade para lê-lo

    ResponderExcluir
  11. Oie
    Eu ganhei esse livro mas até agora não li,na verdade eu nem sabia do que se tratava.Adoro histórias que fazem essa mistura de personagens ficticios e reais,dou até aquele clique no google as vezes pra descobrir se tal pessoa ou fato realmente existiu.Eu também não sabia que havia mais um volume,mas a história desse primeiro livro é fechada ou acaba bem naquele climax?.Logo ,logo eu leio pra tirar minhas dúvidas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. RIcardo, sera que o atual publico juvenil tem um pouco de conhecimento da história mundial para entender os personagens e objetos históricos ? rsss.
    Mas, entendi que o livro tem ilustraçoes é isso ? Se sim, ja ajuda o publico alvo.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras