Desastre – Minhas Opiniões

10/03/2011

Contra – Capa

22929523_4REGRA Nº 1: NÃO SE ENVOLVA COM HUMANOS

Em um mundo onde sentimentos, caminhos e valores dos seres humanos são comandados por entidades superiores, o destino pode ser traiçoeiro. Conheça Fado, um imortal que designa sinas aos homens, mora num apartamento de luxo em Nova York e veste uma atraente roupa humana. Solidário com seus clientes e apaixonado por uma vizinha, ele passa a burlar suas tarefas, alterar destinos e bagunçar as coisas no reino dos Céus. Com um texto leve, hilário e muito atual, Desastre vai fazer você repensar suas escolhas, acreditar no poder do amor e descobrir que até a Morte não é assim tão má pessoa.

 

Orelha

Quando paramos para pensar nos caminhos do destino, frequentemente encontramos armadilhas, coincidências e surpresas que parecem ter sido escritas por uma entidade superior. E quanto às nossas sinas, nosso carma, e até mesmo luxúria, gula e preguiça? O jovem autor americano S. G. Browne andou pensando sobre tudo isso e criou uma nova mitologia em que os sentimentos dos humanos são guiados por seres extravagantes, egoístas e muitas vezes irresponsáveis. Destino, por exemplo, é uma mulher voluptuosa, sempre vestida de vermelho e pronta para tudo. Morte é um sujeito metódico, mal-humorado e rancoroso, que usa luvas cirúrgicas. Gula é o que você esperaria, um obeso boa-praça; e Carma é um alcoólatra. O narrador da história é Fado, que determina as sinas dos humanos e tem uma relação de amor e ódio com Destino – sim, Fado e Destino são coisas bem diferentes, como você vai perceber. Quando Fado se apaixona por uma mulher humana, coloca em xeque seu próprio trabalho, o efeito que tem sobre as pessoas, e decide se redimir. Com humanos tendo suas sinas radicalmente alteradas, as coisas ficam bem turbulentas no reino de Deus (que, por sinal, chama-se Jerry); Fado descobre que ajudar seres consumistas e superficiais como nós não será tão fácil – e pode custar seu emprego, sua imortalidade, até mesmo seu amor. Desastre é uma comédia de costumes que analisa nosso mundo e nossa época com um humor deliciosamente sarcástico, inteligente e completamente nonsense.

 

Minhas Opiniões

Eu tenho a mania de ler as orelhas dos livros antes de iniciar a leitura, e não saberia fazer um resumo da história de modo tão bom e tão envolvente como a orelha desse livro. Eu comprei o livro pela frase que tem na capa “O Amor não é uma escolha. É um desastre” e não me arrependi em nenhum momento da leitura. Além do mais, já tinha sido conquistada pela contra-capa e antes de iniciar a leitura a orelha só me deu mais certeza de que segui corretamente meus impulsos.

O livro é maravilhoso, com uma linguagem leve e bem atual, que não cai na obviedade dos livros adolescentes e faz você o tempo inteiro pensar “será que isso é possível?” O humor com toques sarcásticos (como um e-mail encaminhado para o grupo “Imortal Yahoo”) me fizeram dar boas risadas e as críticas bem elaboras a sociedade humana me fez pensar (e repensar) em muitas coisas. O livro faz várias referências a acontecimentos históricos sem ficar chato e nem repetitivo e esses são apenas alguns motivos pelo qual eu indico (e muito) a leitura de Desastre.

Gostei de como as coisas acontecem e de como Fado foi me envolvendo e fazendo cada vez mais ficar ao seu lado. Foi bom poder ler algo diferente de tudo o que estou lendo ultimamente. Melhor ainda ir percebendo que mesmo sendo ficção, as referências a alguns acontecimentos (como o descobrimento do “Novo Mundo” e a “peste negra”) fazem com que refletimos sobre o que será que aconteceu mesmo. Além disso, a série de regras que Fado e seus companheiros tem que seguir são explicadas de um modo engraçado mas que faz todo sentido (e faz com que horas ficamos refletindo, horas dando boas risadas). Mas o livro não é só humor, critica a sociedade e regras que devem ser seguidas. Fábio (nome humano de Fado) se apaixona por uma humana, tem um relacionamento com ela e a forma como ele fala do que sente por ela e sobre estar apaixonado é envolvente e apaixonante. É aquela parte da história em que você começa a pensar em querer um relacionamento assim, e acredite, a história não tem nada das histórias convencionais sobre o amor. O romance entre os dois não está em primeiro plano na história e não possui nada de muito sentimentalismo. Acredito que o principal motivo do meu envolvimento com a história possa ser o fato de o escritor ser um homem e o narrador também ser um homem. Já não é muito comum termos narradores masculinos, e quando temos ele é escrito por uma mulher, então uma mulher falando por um homem por melhor que seja não é a mesma coisa que um homem escrevendo o ponto de vista de um homem.

Falando do texto, a única coisa que me cansou um pouco foi o jeito de Fábio explicar as características principais de seus amigos. Ficou com cara de fórmula matemática…Exemplo:

“O problema de Destino é que ela é ninfomaníaca.” (pág. 10)

“O problema de Fracasso é que ele é maníaco-depressivo” (pág. 58)

“O problema de Sabedoria é que ele tem complexo de inferioridade” (pág. 162)

 

Porém, mas do que isso, o que realmente me incomodou um pouco, foi o fato do livro ter sido impresso em papel branco e com as letras muito pequenas. Isso acabou dificultando um pouco a minha leitura já que a visão ficava rapidamente cansada.

Ponto para a capa, que eu achei muito mais interessante, misteriosa e convidativa do que a capa americana.

fated-sg-browne-250x386

 

Isso é o que eu posso dizer da história sem encher a resenha de spoilers. Mas confesso que muitas coisas ficaram passando pela minha cabeça em colocar aqui, mas não quero estragar a maravilhosa viagem que são as páginas deste livro. E o final… É tão surpreendente que… Bom, vale a pena ler =)

 

Quotes

(não reparem que eu me empolguei um pouquinho)

 

“Regra #1: Não se envolva.

Uma regra de fato tão simples. Mas aqui estou eu, sentado em um shopping em Paramus, Nova Jersey, e me sentindo frustrado.” (pág. 07)

“É da natureza humana não desenvolver todo seu potencial. Não viver de acordo com sua plena capacidade.” (pág. 08)

“"Preste atenção no que você está fazendo. Envolva-se mais.”                                          Para Jerry, é fácil dizer isso. As pessoas rezam para ele. E me xingam.” (pág. 22)

“Mas tenho visto homens irrepreensíveis e mulheres santinhas fadadas à mediocridade, enquanto umas mulheres bagaceiras e uns homens arrogantes são destinados a uma jornada muito além do alcance com o qual estou acostumado a lidar.” (pág. 33)

““Grande acontecimento em breve! Fique ligado!”

Isso é típico de Jerry. Ele adora nos manter no escuro sobre seus projetos pessoais. Cria suspense. Faz um bom trabalho na promoção de algum acontecimento capaz de mudar o curso da história e só nos informa os detalhes na última hora.

Noé.                                                                                                                             Jesus.” (pág. 36)

“O problema de Segredo é que ela é paranóica” (pág. 43)

“Tá certo que tecnicamente isso é uma perseguição, mas eu tenho permissão. E não é que eu vá cortá-la em pedacinhos e guardá-la no meu freezer.” (pág. 52)

“"Eles têm medo da honestidade”, comenta Fracasso. “Eles têm medo do compromisso. Da comunicação. Da intimidade. De se abrir para algo que requer mais do que apenas destreza física, perspicácia financeira ou percepção aguçada.” (pág. 60)

“Aqui estou eu, uma entidade imortal, existente desde os primórdios do ser humano, e com medo de falar com uma inofensiva fêmea do gênero.” (pág. 61)

“"Você não tem cara de Fábio.”

“Tenho cara de quê?”, pergunto ainda segurando sua mão.

Ela me fita diretamente, depois desce o olhar para meu torno perfeitamente esculpido, sem pelos, e continua até encontrar um volume considerável abaixo de minha cintura. Quando sua atenção retorna ao meu rosto, ela ostenta um sorriso sacana. “Está com cara de quem precisa de uma mãozinha”.” (pág. 65)

“Ninguém me olhou assim. Ninguém me fez sentir assim.

Impotente e invencível.

Apavorado e corajoso.

Cheio de esperança e dúvida.

Tudo ao mesmo tempo.

Tenho que admitir que, embora eu tenha tido minha cota de experiências estranhas, essa coisa toda de estar apaixonado é um pouco desconcertante.

Não é de admirar que seja contra as regras.” (pág. 72)

“Vá, tire sarro se quiser. Mas você não tem idéia do impacto que um mau corte de cabelo tem no futuro de uma pessoa.” (pág. 99)

“"Trata-se, principalmente, de uma questão de escolha”, eu digo. “Com o fado não existe nenhuma. Seu futuro é determinado por uma força alheia à sua escolha. Com o destino, você está mais envolvida no processo de tomar a decisão.”” (pág. 103)

“Jura por sua vida, fazendo uma cruz no coração?”

“Bem, se eu tivesse um coração, faria uma cruz nele”, digo. “E se eu pudesse morrer, acho que seria o que eu espero”. (pág. 110)

“Convencer os humanos a desistir de seus autodestrutivos estilos de vida é muito mais difícil do que eu pensava. Com certeza, isso seria mais fácil se Bom Senso ainda estivesse por ali, mas ela desapareceu durante a Guerra do Vietnã e não foi mais ouvida desde aquela época.” (pág. 122)

“Eu costumava pensar que sabia quem era. O que queria. Como ia passar o resto da eternidade.

E todo mundo não sabe, também?” (pág. 131)

“"Muito bem”, diz Jerry. “Agora, dê o fora daqui. Tenho um universo para administrar”” (pág. 137)

“Que beleza! Eu venho buscando clareza e sabedoria e, em vez disso, encontro loucura e embriaguez.” (pág. 146)

“Todo ser humano tem uma escolha.

Eles podem escolher felicidade ou podem escolher o sofrimento. Eles podem escolher o perdão ou podem escolher o ressentimento. Eles podem escolher o amor ou podem escolher a raiva.

Não há absolutos. Cada situação requer uma escolha. E cada humano escolhe como ele ou ela quer reagir. Mas, inúmeras vezes, os humanos escolhem sofrer. Inúmeras vezes, escolhem não perdoar. Inúmeras vezes, escolhem a raiva.” (pág 166)

“Lembrem-se apenas: não vão para a cama com raiva, nunca se contentem com menos e sempre comam seus vegetais” (pág 170)

““Vocês não têm de sofrer.”, digo, “Não têm de enfrentar uma vida de enganos. Vocês são os mestres de sua própria felicidade” (pág 169)

“Um litro para a liberdade é a única chance que eu tenho/ para me sentir bem mesmo que me sinta mal” (pág 258)

“Mas acho que você acaba descobrindo quem são seus verdadeiros amigos quando está sendo censurado por Deus” (pág 217)

 

ficha desastre

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

10 comentários

  1. Eu lembro quando vc comentou que comprou esse livro ... juro achei que seria aqueles livros chatos com historias sem graça a tals ... mais depois do que li agora MEU DEUS quero pular minha lista e coloca-lo em primeiro lugar ... que citações são essas *_*

    Sem contar que eu ADOREI o jeito matematico que apresentar os amigos :') hauahuhaua


    Adorei muito mesmo ... Desastre que me aguarde :P

    ResponderExcluir
  2. Ah Lica, que lindo! Já tinha visto esse livro e gostei muito da capa, mas chegaram muitos outros e eu os coloquei em primeiro lugar! Mas agora, com você falando tão bem assim, quero muuuuito ler! Adorei a resenha!

    BEIJOS!!!

    ResponderExcluir
  3. Nossa, eu nunca tinha ouvida falar! Mesmo, em nenhuma rede social ou twitter, ou até mesmo no skoob. Primeira vez que leio sobre o livro. E posso dizer que também achei a capa legal. O efeito de uma parede de gelo e as mãos escorregadais dão um efeito inquietante e realmente desperta curiosidade.
    Gostei da história e dos quotes também. Além disso, achei até que legal o jeito de apresentar os personagens, apesar que só lendo o livro pra saber se isso interfere no ritmo de leitura né!

    beijos @linoisabela

    ResponderExcluir
  4. Nunca tinha lido uma resenha do livro antes mas pela capa eu não sabia o que esperar.
    Gostei como você descreveu os pontos da história.
    Quando eu quiser fugir um pouco do gênero em que estou viciada agora (romance sobrenatural), eu vou me lembrar desta dica.

    Bey

    ResponderExcluir
  5. Eu ganhei esse livro de presente de aniversário, e ainda não li, mas com esse resenhão maravilhoso, acho que os outros livros que tenho que ler irão ter concorrencia kkkkk

    ResponderExcluir
  6. Eu já tinha lido uma resenha e eu fiquei super interessada. A capa é muito linda *-*
    Acho que vou colocar na listinha de leitura..

    ResponderExcluir
  7. adorei essa frase “Que beleza! Eu venho buscando clareza e sabedoria e, em vez disso, encontro loucura e embriaguez.”
    a capa do livro tambem é bem bonita

    ResponderExcluir
  8. gostei da capa, se tudo. ja esta na minha lista. quero ele pra mim, deste jeito acho que eu vou falir kkkk

    ResponderExcluir
  9. A capa da a impressão de ser um livro chocante mesmo, aliás só vi duas blogueiras falando sobre esse livro o que me estimulou a comprá-lo já que o interesse é poupo...

    Kisses

    ResponderExcluir
  10. Nossa, vivo tão cercada de coincidências que eu até poderia acreditar esses seres. Não sabia da existência desse livro até agora. Vou ver se encontro e compro, gostei muito da ideia. =D

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras