Pequenos Deuses - Terry Pratchett

22/09/2015


 "Só porque você consegue explicar não significa que não seja um milagre."

Religião é um assunto controverso em Discworld. Todo mundo tem sua própria opinião e até seus próprios deuses, que podem ser de todas as formas e tamanhos. Nesse ambiente tão competitivo, as divindades precisam marcar presença. E a melhor maneira de fazer isso certamente não é assumindo a forma de uma tartaruga. Nessas situações, você precisa, e rápido, de um assistente. De preferência alguém que não faça muitas perguntas...



Brutha estava no jardim, cuidando dos melões, quando Deus falou com ele.

É assim que começa a aventura de um noviço, e seu Deus, pelo mundo numa tentativa de encontrar as respostas de porque os Deuses estão sumindo.

Terry Pratchett satiriza a religião, fazendo uso de três personagens que representam diferentes pontos de vista e nos faz questionar se esses rituais, essa pompa, é mesmo necessária para alcançar a Deus.

Brutha não é particularmente inteligente, mas ele tem uma profunda crença no Deus Om e nos ensinamentos da Igreja. Ele crê em tudo. 

Vorbis é o chefe da Igreja de Om, ele é o responsável por punir os infiéis e por manter a ordem na Igreja, é um homem que se preocupa muito com a estrutura e com os rituais, com que as regras impostas sejam seguidas fielmente.

Om é um Deus, preso na forma de uma tartaruga. Uma criatura que não mais se importa com seus fiéis, que só precisa que eles acreditem nele, e que agora só pode contar com a ajuda de Brutha para descobrir o que aconteceu, já que ele é o único que consegue ouvi-lo.

Não é um livro rápido de ser lido, exatamente pelo motivo que o torna tão intrigante, mas é uma leitura interessante para quem gosta de sair um pouco da zona de conforto. De uma maneira brilhante, o autor brinca com a institucionalização da religião, com a aceitação cega que muitos possuem e com o uso que o homem faz da religião, muitas vezes utilizando-a como justificativa para as piores atrocidades.


*A resenha foi feita pela Jéssica Mota Veneski - participante dos encontros literários que o blog realiza em Florianópolis.

*Quer sua resenha aqui? Mande um email para a gente :)

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

0 comentários

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras