Resenha: "Qual seu número?" de Karyn Bosnak - Editora Novo Conceito

17/01/2012

Boa tarde Saelnautas!





Nesta terça trago até vocês o livro "Qual seu número?" da nossa parceira Editora Novo Conceito...

"Delilah Darling tem quase 30 anos e já se relacionou com 19 rapazes. Sua vida sentimental não tem sido exatamente brilhante, pois todo cara que conhece parece fugir do relacionamento. Quando lê uma matéria no jornal em que a média de homens para uma mulher de 30 anos é de 10,5, fica desesperada e assustada por estar muito acima dessa média. Além de tudo, o artigo no jornal terminava falando que, se a mulher tivesse o número acima dessa média, seria impossível a pessoa certa. Na tentativa de não aumentar seu número e perder de vez a chance de se casar, Delilah sai à procura de seus antigos namorados e tenta reconquistá-los. Será que um deles estará disposto a esquecer do passado e começar uma linda história de amor?
Qual seu número revela os segredos de cada mulher e prova que, quando se trata de assuntos do coração, números são apenas uma fração de tempo."

"Qual número, exatamente, é considerado alto para uma mulher da minha idade? Bem, é bem dificil dizer, até porque as pessoas raramente são sinceras a respeito dos seus números. E isso não é nenhum segredo. [...]Eu admito: sou tão culpada quanto qualquer pessoa quando o assunto é manipular o número. Inclusive, meu número muda, dependendo da pessoa com quem estou conversando."



Você já fez algumas escolhas desesperadamente equivocadas? Já leu alguma matéria sobre qualquer fato curioso sobre qualquer assunto e parou para pensar o quanto aquilo seria importante? Já contou honestamente com quantas pessoas fez sexo? 

Pois Delilah Darling se faz todas essas perguntas e também faz de tudo pra descobrir quais do seus 'ex' cabem em sua vida novamente. Todas as loucuras que ela comete atrás de um ideal muito estranho de reencontrar todos os homens com quem já dormiu só por causa de uma matéria sobre quantos parceiros em média tem uma mulher na sua faixa de idade! O mais engraçado é ela se deixar levar por uma média em uma revista sabendo do fato que ela mesma afirma que as pessoas mentem sobre números... 

Por toda pressão sofrida pelo números de caras que ela dormiu, subjugada por si mesma e socialmente frustrada, ela comete as maiores loucuras e nos diverte contando sua história. Sabemos bem que a sociedade exerce um tipo de paranoia em cada um de nós, estabelecendo regras inatingíveis, modelos a serem seguidos, para que parte da população possa consumir produtos dos quais não precisam realmente para se sentirem um pouco mais felizes... Delilah é uma mulher que sofre com isso e isso traz a personagem para mais perto dos mortais... 

Três são os motivos dela querer fazer todas as loucuras: a matéria, sua 'consciência' e o Padre Daniel. Um é o motivo dela ficar tão tensa em estar sozinha: sua mãe. Quatro são os motivos dela manter um pouco a linha: Sua melhora amiga, sua irmã mais nova, seu avô e seu vizinho. Desempregada, solitária e hilária, esta mulher faz perguntas que todas já se fizeram um dia em suas vidas: valeu a pena ficar com todos aqueles caras? O que eu fiz de errado? Vários números compõe esta história que já virou filme. Claro que n filme se perde um pouco dos momentos do livro, mas são acrescentados outros para essa adaptação magnífica.  

Ah, não posso dizer, senão perde toda a graça, não é? O que eu posso fazer é deixar alguns trechos que mais me chamaram a atenção nesta leitura super divertida e completamente apaixonante.
'Desde de que resolvi parar com a insanidade, eu comecei a consumir grandes quantidades de chocolate, poque ouvi dizer que isso libera endorfina que causa a sensação de bem estar no cérebro, da mesma forma que acontece quando se faz sexo.'
'Quase espirrar é como quase ter um orgasmo: chegar lá causa um comichão, mas se você não alcança a sensação de desprendimento e libertação, que graça tem?'
 'Eu fecho meus olhos e bato com meus calcanhares um no outro, esperando que, assim como Dorothy em O mágico de Oz, eu seja magicamente transportada para minha casa...'
'A sobriedade é uma doença muito séria...'
'Garotas, tenham sempre um caro pronto para fugir, qualquer que seja a situação!'
'É engraçado perceber a velocidade com que as coisas podem mudar. Sentimentos, não importa o quanto sejam intensos, podem ser efêmeros. em um estalar de dedos, a felicidade pode se transformar em tristeza; a esperança pode se transformar em desespero; e, um belo dia dia, o passado chega a causar assombro, e faz com que se perceba que é preciso pisar no freio.' 
 'Se você relaxar e para de bater de frente com tudo, você vai perceber que até respirar se torna mais fácil.'
'Segurança é algo que atrai muito as pessoas...'
 'Quando você está em um relacionamento, o que conta é a essência de uma pessoa e não os detalhes da embalagem.'
'...todas as revistas femininas dizem que isso é um passaporte para o desastre.'
'Tudo que você faz na vida, seja bom ou ruim, faz de você quem você é. Não fique remoendo suas decisões, dizendo 'talvez'. Você não pode mudá-las. [...] Se você tiver que se lembrar de algo em relação ao seu passado, procure pensar nos pontos bons.'


E ai, gostaram? Para saber mais sobre essa história entre no site da Novo Conceito e confira também o trailer oficial do filme.


E fiquem ligadinhos que logo sai a promoção do livro em nosso blog (se eu fosse você eu já iria deixando um comentário no post... quem sabe você tem sorte, ein?)

Abraços




Que tal conferir também...

8 comentários

  1. Olá! Está rolando uma promoção bem legal lá no blog! Confere lá: http://migre.me/7zrwC

    ResponderExcluir
  2. Bem, o livro não faz totalmente o meu gosto... Mas leria até... A Laira deve ler e resenhar pro IN... A resenha está excelente, bem elaborada... A única coisa que me chamou mais a atenção foi o tal padre... hahaha

    ResponderExcluir
  3. Já vi o filme desse livro, ficou muito legal, ri muito kkk, imagino que o livro com certeza é bem melhor. A história é bem legal e de certo modo original, o único ponto negativo é de ser um pouco imprevisível... Gostei bastante da sua resenha.

    http://entrepaginasdelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha. O livro está na minha estante desde o lançamento. Ainda não vi o filme porque prefiro ler o livro antes, mas parece ser divertido.
    Tive sorte e ganhei o kit da editora em uma promoção, já recebi e agora é encaixar ele na lista de leitura.
    Bjkas!

    Monique Martins
    MoniqueMar
    Moniquemar

    ResponderExcluir
  5. Não li o livro nem assisti o filme, mas o enredo parece bem descontraído e divertido, e a maioria dos comentários que li à respeito, são positivas. Ótima resenha, Gi, acho que vou incluir na minha listinha!

    Esfaqueamen... ops, beijos! rsrs

    @BobbyDupeagirl

    ResponderExcluir
  6. Este livro é maravilhoso! Que bom que gostou tmb Gi!

    ResponderExcluir
  7. Acabei de ganhar este livro, vamos ver se gosto também.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  8. Eu estou doida para ler esse livro desde que eu vi o trailer do filme. Deixei de assistir o filme por querer primeiro ler o livro e agora com a sua resenha, preciso dele para ontem.
    Vocês são muito malvadas... Se continuar a ler as resenhas de vocês minha lista de livros vai ficar enormeeeeeeeee ;)

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras