As coisas que fazemos por amor - Kristin Hannah

07/01/2018

A imagem pode conter: texto
Caçula de três irmãs, Angela DeSaria já tinha traçado sua vida desde pequena: escola, faculdade, casamento, maternidade. Porém, depois de anos tentando engravidar, o relacionamento com o marido não resistiu, soterrado pelo peso dos sonhos não realizados.
Após o divórcio, Angie volta a morar na sua cidade natal e retorna ao seio da família carinhosa e meio doida. Em West End, onde a vida vai e vem ao sabor das marés, ela conhece a garota que mudará a sua vida para sempre.
Lauren Ribido é uma adolescente estudiosa, bem-educada e trabalhadora. Apesar de morar em uma das áreas mais decadentes da cidade com a mãe alcoólatra e negligente, a menina sonha cursar uma boa faculdade e ter um futuro melhor.
Desde o primeiro momento, Angie enxerga em Lauren algo especial e, rapidamente, uma forte conexão se forma: uma mulher que deseja um filho, uma menina que anseia pelo amor materno. Porém, nada poderia preparar as duas para a repercussão do relacionamento delas. Numa reviravolta dramática, Angie e Lauren serão testadas de forma extrema e, juntas, embarcarão em uma jornada tocante em busca do verdadeiro significado de família.

******

Olá pessoal, como andam as leituras? Por aqui andaram meio devagar por contas das festas e tudo mais. Mas, eis que no meio das férias tive a grata surpresa de ler mais um livro da queridinha Kristin. 

As coisas que fizemos por amor é um livro que encanta desde a primeira página. Pelo menos, comigo foi assim. A história começa com Angie, uma mulher que perdeu seu bebê e está se divorciando por não aguentar a pressão de um casal cheio de problemas. 

De outro lado, temos Lauren, uma menina decente, mas que infelizmente não teve tantas oportunidades na vida, tem uma mãe relapsa (sério, não dá nem pra chamar de mãe) e de alguma forma, ela entra na vida de Angie. (Não vou dar spoiler).....

Bom, Angie, agora divorciada, está voltando para sua família e tem uma missão: repaginar o restaurante italiano da família e lidar com os sentimentos próprios, como a falta do pai, a indignação da mãe, o julgamento das irmãs, a solidão que ficou por conta do ex-marido. 


É complicado quando a gente se separa de quem ama. Mais complicado ainda é quando a gente, no fundo, nem sabe por que se separou. Achei muito delicado e sensível por parte da autora ter trabalhado essa questão, de que relacionamentos são realmente complicados, mas que eles podem ter solução, Kristin, você mora no meu coração. :O

Lauren entra na vida de Angie com tudo, mas isso poderia não ser bom, e eu realmente não posso contar o por quê, por mais que ela seja um exemplo de garota, um doce, um amor. 

Mas, como nada na vida é perfeito, eu esperava bem mais do final, bem mais mesmo.
Mesmo assim, não deixou de ser uma leitura agradável, que eu vou indicar a todas as pessoas que curtem um bom romance com uma pitada de drama (espera que rolou uma lágrima aqui....).

Até a próxima! 

Sou a Fabi.... blogueira, escritora e eterna sonhadora!

Que tal conferir também...

12 comentários

  1. Oi, Fabi.

    Acho que a Lauren e a Angel são duas pessoas que encontraram uma na outra o que tanto buscam e que sempre quiserem de fato ter, mas que trará conseqüências... E até mesmo, escolhas? Ou seja, foi criado um forte laço maternal, um vínculo, que vai muito além que qualquer coisa, que qualquer laço sanguíneo.

    Me passou a impressão de ser um livro tocante e ao mesmo tempo triste!

    ResponderExcluir
  2. Oi! Que bacana tua resenha, amei! Sou fã de dramas e dilemas da vida!

    ResponderExcluir
  3. Oi Fabi, achei a ideia do livro bem bacana mesmo, a criação do relacionamento de uma mãe sem uma filha e uma filha com uma mãe relapsa e ainda tem a reconstrução do amor dela pelo marido, pois se entendi direito eles ainda tem chance. Já vi resenhas bem positivas desse livro e a sua veio pra somar mesmo com esse final que não te agradou tanto. Espero poder ler mais a frente também *__*

    ResponderExcluir
  4. Pela sinopse eu não esperava que seria um livro de romance.
    Pela resenha ele parece ser bem interessante, mais mesmo assim ainda não me fez querer fazer a leitura dele.

    Quem sabe mais pra frente, sei la depois de ler mais algumas resenhas dele...já a capa dele eu não achei muito bonita não. >.<

    ResponderExcluir
  5. Olá, a autora soube explorar as camadas dramáticas dos personagens de forma brilhante, fazendo com que o autor crie empatia por Angie e Lauren logo no começo da leitura. Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Essa autora pega uns temas bem legais nos livros dela não é mesmo? Adoro. E gostei de como ela fez as coisas com relacionamentos aí. Trabalhar como são complicados é interessante por dar essa ideia de que nem o amor é o bastante quando algo é difícil. Mas também tem aqueles casos em que um tipo diferente de amor nos salva. Gostei de como essas personagens afetam a vida uma da outra e ver isso, ver o que vem desse relacionamento levando em conta a historia de cada uma é bem legal. Acho que iria gostar. Só espero que curta mais o final também...

    ResponderExcluir
  7. Fabi!
    Os livros da Kristin tem esse poder sobre o leitor, causa impacto e nos faz repensar em muitas coisas, sem contar que temos de comprar uma caixa de lenços, né?kkkk
    Já me identifiquei com a Angie, porque sempre quis ser mãe biológica e nunca pude, embora tenha sido mãe de outras formas, dos sobrinhos, das enteadas… e sei bem a frustação qu ela passou.
    Pena que esperava mais do final...
    Quero poder conferir a leitura.
    Desejo uma semana mais que abençoada e Novo Ano repleto de realizações!!
    “Meta para o Ano Novo? Ser feliz!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  8. Ooi Fabi, amooo romance com um bom drama, fiquei curiosa para conhecer Angie e o relacionamento com sua mãe relapsa.
    A resenha me deixou bem curiosa, parece ser um livro emocionante.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Que bom que este livro tem uma história que encanta deste a primeira página, como gosto de livros com histórias de romance e drama, e a história deste livro parece ser muito boa, pretendo ler As Coisas Que Fazemos Por Amor.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Fabi!
    Nunca li nada da Kristin Hannah e confesso que não me interessei pela trama de As coisas que fazemos por amor, não fiquei curiosa para conhecer a história de Angie e Lauren, apesar de ter ficado com uma pequena curiosidade em relação a esse final que te deixou desejando bem mais, curto romance mas sem essa pitada de drama...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Kristin Hannah tem uma sensibilidade ímpar para histórias... Recomendo todos os livros!
    Casamento é complicado e quando um desejo se torna obsessão as mágoas não são opcionais. Torci muito por esses dois, amo finais felizes. Eu quero o mundo feliz, é por isso que leio, pq se for pra ver desgraça é só assistir aos jornais.

    ResponderExcluir
  12. Eu já li vários livros da autora como livro O Rouxinol por exemplo mas não fiquei muito interessada nesse achei a trama um pouquinho fraca e ele não me atraiu e nada não me sentia conectada no livro

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras