Um Beijo à Meia-Noite - Eloisa James

19/01/2018

Kate Daltry é uma jovem de 23 anos que não costuma frequentar os salões da alta sociedade. Desde a morte do pai, sete anos antes, ela se vê praticamente presa à propriedade da família, atendendo aos caprichos da madrasta, Mariana. Por isso, quando a detestável mulher a obriga a comparecer a um baile, Kate fica revoltada, mas acaba obedecendo. Lá, conhece o sedutor Gabriel, um príncipe irresistível. E irritante. A atração entre eles é imediata e fulminante, mas ambos sabem que um relacionamento é impossível. Afinal, Gabriel já está prometido a outra mulher – uma princesa! – e precisa com urgência do dote milionário para sustentar o castelo. Ele deveria se empenhar em cortejar sua futura esposa, não Kate, a inteligente e intempestiva mocinha que se recusa a bajulá-lo o tempo todo. No entanto, Gabriel não consegue disfarçar o enorme desejo que sente por ela. Determinado a tê-la para si, o príncipe precisará decidir, de uma vez por todas, quem reinará em seu castelo. Um beijo à meia-noite é um conto de fadas inspirado na história de Cinderela. Com um estilo que combina graça, encanto e sedução, Eloisa James escreve uma narrativa envolvente, com direito a fada madrinha e sapatinho de cristal.
* Livro recebido em parceria com a Editora Arqueiro *
Compre: Físico - E-book


Depois de me encantar com Quando a Bela domou a Fera, era mais do que certeza que eu iria querer ler outros livros da Eloisa James. Então, aqui estou eu hoje com a resenha de mais um livro da autora, também inspirado em contos de fadas.

Kate perdeu seu pai a sete anos e desde então, com seu senso de responsabilidade e proteção ela tem feito de tudo para cuidar da propriedade e dos arrendatários que o pai deixou. Como a maior responsável por tudo, já que a madrasta só pensa em gastar o dinheiro, ela sente que perdeu sua juventude - e bailes não são para ela.

Acontece que sua meia irmã está em uma pequena confusão, e precisa de sua ajuda. Ela está grávida de seu namorado, e ele a pediu em casamento, mas para isso acontecer, ele precisa da aprovação de seu tio que é um príncipe. Só que Victoria acabou sofrendo um acidente e nunca que ela iria aparecer assim na frente dos outros. Então, Mariana obriga Kate a ir no lugar de sua meia-irmã.
Kate não se agrada muito com a ideia e acredita que nunca poderia se passar pela irmã que era conhecida pela beleza estonteante. Mas com um boato de doença e uns apetrechos de disfarce, Kate vai ao castelo para conseguir a aprovação do príncipe.

Gabriel precisa de uma noiva herdeira com urgência. Ele precisa do dote da esposa para poder continuar cuidando de todos que foram expulsos do castela do irmão Augustus (que virou um fanático religioso). Gabriel sente que é sua obrigação cuidar de todos e ele até já tem uma pretendente vindo da Rússia, uma princesa que virá conhecê-lo no baile. Mas tudo fica 'complicado' quando ele conhece Kate - que ele não demora muito para perceber que não é Victoria.

A princípio, Kate tenta fugir de Gabriel, mas como resistir aos charmes e encantos de um príncipe que não só é bonito, mas que também se importa com a família e os empregados? E como ela poderia concorrer com Tatiana, uma bela, requintada e rica princesa?
Mas ela poderia pelo menos ter uma noite e um baile para chamar de seu, não é? Mas quando soar a meia-noite, os sonhos e finais felizes podem se tornar realidade?

Um beijo à meia-noite tem como inspiração o conto da Cinderela, apresentado em um lindo romance de época. Os detalhes principais do conto estão presentes, mas também tem vários outros detalhes que deixa a história com um toque novo e não com cara de mais uma releitura.

Acontece que, para mim, infelizmente faltou alguma coisa. Não sei explicar exatamente - talvez por ter sentido o começo um tanto lento, ou a coisa toda de triangulo amoroso (mesmo não sendo exatamente um triangulo). Talvez o fato da história da Cinderela não ter tanto apelo assim para mim... Pode até ser por eu ter amado demais Quando a Bela domou a Fera e por isso estar esperando ficar tão apaixonada quanto - o que acabou interferindo um pouco na minha leitura desse livro...

Mas, mesmo com algumas coisas que não deixaram o livro tão perfeito quanto poderia, eu gostei do livro. Sim, eu estou sendo um tanto crítica demais - e acho que isso sempre acontece quando nossas expectativas são muito altas. Eu esperava ficar morrendo de amores pela história e isso não aconteceu. Mesmo assim, foi uma boa leitura e vale a pena ler.

Li algumas resenhas que consideraram esse livro apaixonante, encantador e fofo. Acredito que se você curte o estilo ou procura momentos de contos de fadas, essa é uma ótima dica. A Eloisa James escreve romances de época que são uma delícia de ler, e de certa forma, conseguiu ganhar meu coração e eu quero mais e mais livros dela - na lista de lidos e na estante.

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

20 comentários

  1. Três probleminha nesse livro pra mim, primeiro nunca fui muito fã da história da Cinderela,segundo muito difícil eu gosta de ler livros que tenha príncipe no meio (só aqueles livros curtinhos com príncipes possessivo kk), e terceiro nada de triangulo amoroso!
    Então não é um livro que eu quero ler, se eu tive a oportunidade posso até ler, mais não é um livro que eu pegaria pra ler.

    ResponderExcluir
  2. Eu curti e muito o livro. Sempre fico com receio quando pego um livro que se baseia na história de Cinderela, pois sempre acho as histórias muito sofridas, mas com essa eu não senti isso, achei Kate bem determinada e forte e a madrasta má não ganha tanto destaque, o que pra mim é bom, houve espaço pros protagonistas se conhecerem e me encantarem. O primeiro livro ainda é o meu preferido, mas eu curti essa leitura também, mas entendo teu sentimento com ela, quando vou cheia de expectativas pra uma história também nem sempre elas são atendidas. Gostei da resenha ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que é por todo o sofrimento que a Cinderela não tem um grande apelo pra mim - e se a madrasta tivesse tido mais espaço aqui acho que teria curtido menos ainda.... então isso foi algo bom e acho que o que me quebrou mesmo foi a expectativa estar muito alta.... tô aguardando o próximo da autora (que é inspirado no patinho feio se não me engano)

      Excluir
  3. Olá, é uma pena que o livro não tenha excedido suas expectativas, mas a obra em si possui uma escrita cativante, com uma releitura extremamente original, sem contar que a protagonista conquista com sua personalidade contrastante com sua alter ego. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a releitura ficou mesmo original e a escrita foi cativante o bastante para me levar até o final :)
      Não curti tanto quanto o da Bela, mas tô querendo o próximo!

      Excluir
  4. Gostei muito da ideia dessa série por adorar releituras de contos de fadas e esse achei legal por como lembra a historia infantil e tem personagens marcantes e com personalidade forte. Só pelo príncipe não ser aquela figura de homem bonito e que não faz nada que a gente veja na historia já me chamou atenção. Ele se importa, ele quer melhorias e gostei disso. Já me animei pra conhecer. E a Kate parece fácil de gostar também.
    A trama de Cinderela não é lá minha preferida e acho que pra ler esse livro não iria assim com tanta expectativa, então talvez gostasse mais. Espero não sentir que falta algo também, até agora gostei do que vi.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena dar uma chance... os protagonistas tem um senso de responsabilidade para com os outros que enriquece eles, sabe? Posso não ter sido tão justa com eles por conta das minhas expectativas....

      Excluir
  5. Oi, Lica.

    Bom, o fato do Gabriel já está comprometido, é um problema, mas, como dizer isso ao coração, não é mesmo?

    O destino com certeza contribuiu e deu um empurrãozinho para que o caminho dos dois se cruzassem, através das circunstâncias e contratempos da Victoria.

    Todos falam super bem desse livro, e eu já quero ler ele há um tempinho, pra ver se ele é tudo isso mesmo que dizem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim... o destino e uma fada madrinha :)
      Se vc curte romance de época, vale a pena dar uma chance

      Excluir
  6. Ooi, realmente é muito ruim quando nossas expectativas são muito altas e o livro não é tudo isso.
    Sinto muita vontade de começar a ler essa série, amo releituras dos contos de fadas.
    Fiquei curiosa para saber como Kate vai se passar pela meia-irmã, parece uma história boa.

    ResponderExcluir
  7. Ainda não li nem um livro da autora Eloisa James, mas pretendo ler Quando A Bela Domou A Fera, como gosto muito de livros inspirados em contos de fadas, sem dúvidas pretendo ler Um Beijo À Meia-Noite, gosto da história da Cinderela, e gosto muito de livros de romance de época então acredito que irei gostar da história deste livro. Uma pena este livro não ter te agradado tanto quanto você esperava, mas que bom que mesmo assim você gostou da história. Pretendo ler Um Beijo À Meia-Noite em breve.

    ResponderExcluir
  8. Oi, Lica!
    Eu amei Quando a Bela domou a Fera e fiquei com vontade de ler tudo da Eloisa James, mas confesso que não estou tão empolgada para ler Um beijo à Meia-Noite, não sou muito fã do conto de fadas de Cinderela, mas pretendo ler a história de Kate e Gabriel, apesar de não curtir triângulo amoroso... contudo, vou ler só por que é um livro da Eloisa James, como você disse ela escreve romances de época que são uma delícia de ler!
    Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que vale a pena dar uma chance... e o triângulo, é mais que meio entre razão e emoção, entre o que acredita que precisa ser feito e o que o coração quer, sabe? Já li triângulos mais irritantes e complicados que esse... comparado com alguns livros acho que nem dá pra chamar esse de triângulo...rs

      Excluir
  9. Oi,
    A Bela e Fera é meu conto de fadas preferido, comecei a ler o primeiro e estou adorando, o que mais me agradou foi que a personagem principal é muito forte mas não parece ser o caso da Kate, não gosto quando as mocinhas caem apaixonadas rápido demais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O da Bela é muito apaixonante, a história, o casal, o modo que a Eloisa brincou com a personalidade dos persoangens no conto dando um pouco de bela e fera para cada um deles.... ficou incrível. Acho que era algo assim que eu esperava e acho que por isso não gostei tanto desse (mesmo ele tendo sido uma boa leitura).

      Excluir
  10. Amo esse "up" que alguns autores dão aos contos de fadas, ainda mais se for num romance de época. Ainda não li nada da autora, mas as resenhas salientam a boa narrativa e isso, pra mim, já é 80% de boa história garantida.
    Adorei Kate que não espera por ninguém, vai lá e faz, um príncipe que não tem nada de encantado, mas não deixa de ser encantador hahahahahaha

    ResponderExcluir
  11. Eu sou completamente apaixonada por livros que fazem alusões a contos de fadas principalmente se por livros de romance de época e amo mais ainda quando mistura de dois gêneros e altura conseguiu empreender de um jeito no desenvolver da história só que depois de um tempo Descobri que esse livro é na verdade o primeiro livro mas no Brasil primeiro livro foi quando a Bela domou a Fera que só foi lançado o primeiro porque foi na mesma época de lançamento do filme A Bela e a Fera com Emma Watson

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Carolina, a Arqueiro trocou a ordem dos livros por conta do filme. Mas isso não interfere a leitura. Os personagens não se conectam, não são interligados. O que liga a série é o fato de cada livro se basear em um conto de fadas, então pode ler em qualquer ordem sem problemas :)

      Excluir
  12. Lica!
    Uma pena que para você o livro não deu muito certo e ficou achando que algo faltou.
    Gosto muito das releituras, embora a Cinderela não seja uma das minhas favoritas...
    Ganhei ele e estou aguardando chegar para ler!
    Bom saber que pode ser lido de forma independente dos outros da série.
    Desejo um mês mais que abençoado!!
    “Acredite em si próprio e chegará um dia em que os outros não terão outra escolha senão acreditar com você.” (Cynthia Kersey)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Ainda não li o livro, apesar de eu ter na estante mas prefiro ler em ordem. O livro tem uma releitura de conto da Cinderela e me deixa bastante curiosa em ler, ainda mas sendo romance de época.

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras