A Garota do Calendário: Fevereiro - Audrey Carlan

20/06/2016

 Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato.

A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. 
Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... 
Em fevereiro, Mia vai passar o mês em Seattle com Alec Dubois, um excêntrico artista francês. No papel de musa, ela vai embarcar em uma jornada de descobertas sexuais e lições sobre o amor e a vida que permanecerão com ela para sempre.

"- Por que você não se ama? -  Suas palavras me atingiram como uma marreta, deixando um buraco gigante na minha alma."
Segundo mês de trabalho, um novo local, um novo cliente. Mia chega a Seattle para trabalhar com um excêntrico artista plástico. Alec é francês, mora em um loft supermoderno e é conhecido por suas obras impactantes e incomuns. Ele quer uma musa para seu novo trabalho - e Mia é a sua inspiração para os novos quadros.

O mais interessante aqui é que o ponto de vista incomum de Alec tem muito a ensinar. Ele é tão sábio e pé no chão como só um artista poderia ser. O mundo da arte nos ensina a ver o mundo, a ver a vida de uma maneira diferente do preto e branco. E muitas das coisas que Alec fala para a Mia vai seguir comigo - o que me fez pensar que, com certeza não é só mais um livro erótico. É um livro sexy e quente sim, mas também é doce e mostra que nem sempre o amor chega junto com o para sempre.

Ao contrário do primeiro livro, Mia parece não se dar conta do que está fazendo - e chega a ser hilário quando ela vai tirar satisfações com o Alec por ele ter pago o extra pelo sexo. Ela quer transar com ele desde o primeiro dia - e isso não demora muito para acontecer - e depois quer se fazer de santa e dizer que não é uma prostituta? Sinto muito, querida, mas foi nisso que você se meteu.
"Eu estava morrendo de vontade de colocar as mãos nele. Em qualquer lugar daquele corpo, especialmente no cabelo. Nas ondas castanho-avermelhadas e douradas que caíam perfeitamente sobre os ombros. Aquele físico alto e musculoso, com a cintura estreita, me deixou salivando pelo segundo dia consecutivo"
Gente, eu não quero julgar a Mia, mas ela já começa o livro acreditando que é tudo um mar de rosas, e já que ela está com um homem lindo, não tem mal nenhum se jogar para cima dele. Ok, eu não sou puritana ao ponto de dizer que ela está errada - o cara é lindo, a atração rola e ela tem mais é que fazer o que ela bem entender. Mas ela foi contratada para um trabalho. Contrato esse que o cara assinou e que tem uma cláusula de que se rolar sexo ele tem que pagar a mais. Ela acha que quem contrata uma acompanhante é um santo que só transa por amor? Por favor... Não vamos ser tão ingênuas, né?

Não me entendam errado. Eu adorei o livro e quero muito saber como será o mês de Março, mas mesmo assim, não posso deixar de comentar que Fevereiro meio que passa pela maldição do livro dois. O caso é que Alec é francês e, fala várias frases em seu idioma. Isso não seria um problema se a Mia não ficasse o tempo inteiro perguntando 'o que você disse' durante boa parte do livro e assim, quebrando o clima e o ritmo da narrativa. Acho que o problema não foi o fato de ela perguntar, para mim foi no modo como ela pergunta, sempre do mesmo jeito e isso fez com que ficasse chato depois de algumas páginas - e para um livro tão curto, qualquer detalhe será notado.

Quero agradecer à Editora Verus pelo presente que recebi - com os dois primeiros livros e os marcadores dos quatro primeiros. Confesso que surtei com os marcadores!!!!

Quem conhece alguém do mundo das artes sabe o quanto eles podem se desligar do mundo quando estão em um novo trabalho - e Alec é um verdadeiro artista. Seu modo de pensar, seu modo de ver o mundo e o modo como ele entende o amor é incomum, mas totalmente real e cheio de sentido. E ele ensina tanto em tão pouco tempo. Principalmente com suas obras de arte, que mostram os vários aspectos e formas do amor e também o quanto ela pode - e deve - se amar. 
"Ele aninhou a cabeça em meu peito e se aconchegou em meus seios. Era disso que ele precisava, era ali que queria estar. E eu daria aquilo, pois ele estava me dando alguma coisa também: a constatação de que eu era mais do que apenas a Mia, irmã, filha, amiga. Eu era uma mulher. Com sentimentos, desejos, aspirações, e não apenas a soma daquilo que minha mãe deixou quando partiu."
Mia se interessou muito por Wes e eu fiquei pensando como é que a autora iria colocar isso em pauta, já que ela resolveu que precisava continuar sua jornada. Logo no início do livro, ela se interessa por Alec e essa rapidez fez com que eu não acreditasse tanto no real interesse dela por Wes. Acontece que durante a leitura dá para notar que é algo diferente. E eu gostei de ver a Mia ter as conclusões de que sim, os dois mexeram com ela, mas cada um de uma maneira, cada um de um jeito diferente. Mia leva consigo mais do que apenas mais uma experiencia com um cliente - ela leva algumas lições que deve lhe ajudar a seguir em frente.

A Garota do Calendário - Fevereiro é a segunda parte da história criada por Audrey Carlan e que irá acompanhar Mia durante um ano inteiro. Os volumes três - Março - e quatro - Abril - serão lançados por aqui pela Verus no mês de julho. Amei a primeira parte, adorei a segunda e estou super curiosa para ver como Março será para Mia. Um novo lugar, um novo cliente... Mais um mês onde a história será sexy e provocante, mas que com certeza tem algo a mais para ensinar a Mia - e eu mal posso esperar para descobrir!

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

14 comentários

  1. Uau, que interessante. Tá, eu não gostei dessa coisa de um livro por mês. Prefiro um único livro de mil páginas do que 10 livros de 100 páginas cada um... mas a ideia é bem interessante. Agora fiquei curiosa para saber sobre o mês do meu aniversário...

    Parabéns pela resenha, tá uma delícia e ler.

    ResponderExcluir
  2. Olá
    Nossa concordo tanto com a Bel, prefiro um livro de 1000 pg do que 10 com 100pg, mas até entendo essa obra ser assin, afinal ter uma protagonista ficar com um carinha diferente a cada 'capítulo' seria bem confuso.
    Sou curiosa com o mundo das acompanhantes de luxo, mas não gostei desse segundo livro =/
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oiee

    Confesso que não curto muito o gênero, mas achei bem interessante em dividir a série por meses.
    Deu curiosidade de saber mais do mundo das acompanhantes de luxo, quem sabe um dia eu leia.

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá,

    Estou morrendo de vontade de ler esse livro, pois essa premissa é muito intrigante, afinal esse mundo das acompanhantes de luxo tem sido muito polêmico desde então. Espero um dia embarcar nessa história.

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Oi, Lica
    Acho que essas paradas na narrativa por conta dessa personagem poderia me incomodar também, mesmo assim ainda pretendo começar a série. Vi que tem muitas coisas que valem a pena também.
    Essa série está dando o que falar...rs

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    Eu imaginava que aconteceria isso no próximo livro, dela se envolver e depois não querer o dinheiro kkk Só fico imaginando como ficará essas mesma situação nos próximos livros. Estou bem curiosa com essa série.
    Bjks!
    Blog Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  7. oi!!!

    apesar de ter amado a sua resenha, essa é uma leitura que não me atrai...mesmo com toda essa movimentação em torno desses livros, ai não gosto não....

    bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi Lica!
    Adorei a forma como se expressou em sua resenha. Estou louca para ler esse livro. Sua resenha está muito boa, parabéns.

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  9. Tenho ouvido muitos comentários sobre essa série de livros e fiquei curiosa, não sei de leria, não gosto muito desse gênero, mas não custa nada tentar né? Hahaha
    Beijo

    ResponderExcluir
  10. Oie! Curti sua resenha e olha, tenho visto mesmo mais comentários positivos sobre o primeiro, mais que esse segundo. Eu ainda não li, mas vou querer ler sim a série.
    Bjks

    ResponderExcluir
  11. Oi Lica, sua linda, tudo bem?
    Gostei muito da sinceridade da sua resenha, e um dos argumentos que apresentou é o que sinto desde o lançamento: o fato de ela se envolver com cada cliente a cada livro. Como uma romântica incurável, fico incomodada e por isso não leria essa série. Mas independentemente disso, sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá
    eu recebi os dois primeiros e ainda não li, no começo eu meio que não curti até ler um pouco da sinopse e até que achei interessante o enredo, quem sabe quando eu tiver mais tempo eu leia

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá,
    Eu já conhecia o livro por causa das redes sociais da editora. Porém, não gosto do gênero. Leio alguns que não possuem tantas coisas eróticas, mas esse aparenta ter bastante coisa, o que não me agrada.
    Beijos,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  14. Alguém me manda o link da a garota do calendario fevereiro...nao estou conseguindo baixar

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras