Pathos #5: Lágrimas do Dragão - Dean Koontz

13/05/2012


Saudações Amantes do Terror!

Nosso quinto dia 13 vem amaldiçoar sua noite com um livro sombrio, banhado a um terror moderno e bem temperado!

Sinopse: "Harry Lyon é um homem racional, um policial correto e metódico que se recusa a deixar o trabalho endurecer sua alma. Sua parceira, Connie Gulliver, ao contrário, sempre adorou o caos. Mas apesar de acreditar na ordem e na razão, um dia Harry se vê forçado a matar um homem, e a partir de então sua vida se transforma em um terrível pesadelo. Um mendigo misterioso, com olhos vermelhos, profere as palavras que parecem pronunciar a morte de Harry: 'Tique-taque, tique-taque. Você vai estar morto dentro de dezesseis horas...Morto ao amanhecer...Morto ao amanhecer...Morto ao amanhecer...'

Lágrimas do Dragão revela um lugar inimaginável, cheio se surpresas e perigos, onde o mestre Dean Koontz constrói uma espantosa obra-prima de suspense arrepiante até o último momento."


Imagine só, um homem maltrapilho e amaldiçoado olha pra você, diz que você vai morrer  e some. É claro que pensaríamos de que era uma arte maldita de nossa cabeça, uma ilusão, um devaneio. Mas ai, acontecimentos repentinos em pouco espaço de tempo o faz repensar. Arte das trevas. Forças do mal que rondavam a vida do policial Harry. 

Uma trama pra lá de intrigante, em um livro que não perde o mal que há nele depois de tanto tempo o qual foi lançado (2003). O malfadado autor Dean Koontz  sabe muito bem o que colocar em seus livros. 

O que se pode esperar? Tensão, suspense do começo ao fim, surpresas a cada virada de página e um toque de espetacular, de mágico, de fuga da realidade... Diálogos ricos, personagens complexos e 3 narrações: em terceira pessoa para Harry e sua amiga Connie; primeira pessoa para o vilão e a visão sobre tudo de um cachorro! Demoníaco de bom, não é? A narrativa é rápida como o bater das asas dos decaídos, quase desesperada, afinal, com forças malignas agindo ao seu redor é melhor não perder tempo!

Se você é um filho do mal, gosta de ver o sofrimento alheio, principalmente de personagens ungidos pelo negro véu da desgraça da ficção, criados por mentes perturbadas de autores audaciosos, deve ler o livro!

Sendo assim, lembro-os que nunca se esqueçam de deixar suas malditas palavras em nosso espaço amaldiçoado de recados, pois bem sabem todos vocês que Pathos está a espreita e não tolera visitantes bem intencionados que leem estas linhas sem uma opinião e saem impunes!

Esfaqueamentos e decapitações a todos!!!





Que tal conferir também...

4 comentários

  1. Sempre amedrontando o povo, né Gih!?

    adoro o anj Pathos e adoro como vc escrve nessa coluna.

    Bjkas

    ResponderExcluir
  2. Não sou muito do terror e sei que já disse isso, mas seu post desse mes me deixou com vontade de arriscar. acho que estou precisando ler algo diferente. Parabéns pelo post.

    ResponderExcluir
  3. Confesso que tenho medo dessa sua coluna Gi.
    Terror não é pra mim, mas acho legal diversificar as coisas aqui no blog.

    ResponderExcluir
  4. Adoooooro. Valeu pela indicação.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras