Dose de Prazer – Kathleen O'Reilly

31/05/2013

DOSE_DE_PRAZERUm coração movido a sexo...
As declarações de Sean O'Sullivan de que o famoso bar de sua família é perseguido pela prefeitura significam apenas mais trabalho para Cleo Hollings, braço direito do prefeito. Já que Sean é tão exigente, ela resolve oferecer o tipo de atenção que ele deseja...
Porém, se envolver com o delicioso O'Sullivan não é tão simples. Ela sabia que ele seria insaciável... e inesquecível! Mas não tinha ideia de que ele poderia ser tão carinhoso. Agora, tudo mais tem gosto aguado. Afinal, nada se compara a uma dose de Sean...

                      

Mais um dos exemplares que encontro no sebo e resolvo trazer para casa. Em alguns momentos eu não sei o que me faz escolher um romance ou outro na estante do sebo e com esse não foi diferente. Acho que foi pela união de sinopse e capa. Ah, e só depois de terminar de ler que eu fui ver que o livro é o terceiro da trilogia OS Irmãos O’Sullivans. (Se alguém por acaso tiver os dois primeiros e quiser fazer negócio comigo….rs)

“Qualquer mulher acabaria se acostumando àquele tipo de felicidade. Qualquer mulher se renderia e ficaria toda suave e passiva ao sentir aquilo”

Sean O'Sullivan é advogado e tem aquele jeito de conseguir a mulher que quer embora pareça que nenhuma é capaz de realmente prendê-lo. Cleo Hollings é a vice-prefeita da cidade de Nova Iorque, uma mulher que carrega um grande peso em suas costas pois acha que dá conta de tudo e que pedir ajuda as vezes demonstra fraqueza.

Então, se era esse o caso, por que ela o via em toda parte?
Provavelmente porque ele estava parado à porta da sala de reuniões, esperando por ela, sorrindo como se ela fosse a única mulher do mundo.
Mas ela não ia cair nessa fantasia, não.
A razão para seu pulso disparar com certeza não era ele. E o súbito calor? Devia ser devido ao agradável vento de outono lá fora, ou então por causa da sala lotada.

 
A história é leve e a leitura flui facilmente. As coisas acontecem muito rápido, mas acredito que estava entre os objetivos da autora já que tudo gira em torno de sexo casual que se torna um relacionamento a longo prazo.

“Ele sempre a interrompia com um beijo.
Interrompia-lhe a respiração, a batida do coração e, mais perigoso de tudo, interrompia-lhe a vida.”

 
Embora tenha ficado algumas coisas faltando, gostei do casal e as mensagens através de secretária eletrônica que eles trocam dão um toque engraçado à história. Mesmo com o ar mais leve, temos alguns momentos sensíveis com as cenas que envolvem a mãe de Cleo. E momentos apaixonantes quando Sean descobre os problemas da mãe de Cleo e resolve aliviar o peso de sua amada.

“Sabe quantas coisas não sei sobre você? Não sei se você ronca ou fala dormindo, nem do que você gosta no café-da-manhã. Não sei qual é sua cor favorita, se você prefere chocolate ou baunilha, nem quando é seu aniversário, nem se você prefere sushi, comida tailandesa ou coreana, se você lê seu horoscopo todo dia. Quero saber essas coisas, Cleo. Principalmente, quero saber por que você disse que me ama pela secretária eletrônica em vez de dizer pessoalmente.”

Eu só não gostei muito do final. Quer dizer, ele foi meio bobo e para mim ficou parecendo que faltou mais algumas páginas. E o epílogo… Bom, como é o final de uma trilogia ficou interessante tê-lo ali, porém a forma que foi escrita, somente contando o que acontece com cada um dos personagens me pareceu mecânica e quase desnecessária.

Encantador e divertido, Dose de Prazer foi uma leitura que me agradou muito e que me deixou querendo conhecer um pouco mais dos trabalhos de Kathleen O’Reilly. É uma super dica para aquelas tardes vazias onde tudo o que precisamos é um romance fofo e envolvente para animar as coisas.

Lica

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

6 comentários

  1. Não consigo sentir vontade de ler os livros da Harlequim... Não sei o que acontece pego mais não passo da primeira página.... mesmo acreditando que a história é boa!! Devo ter algum bloqueio..rsrsrs !Já minha mãe ama!

    ResponderExcluir
  2. Parece ser aquele tipo de livro sem muitas pretenções, onde o principal é entreter e parece que ele consegue isso. Pena eu não ter muito tempo para procurar ele, acho que curtiria muito a leitura.

    ResponderExcluir
  3. O primeiro sebo que visitei, foi uma tragédia.
    Livros bem antigos e em mau estado!
    Esse daí parece bem o estilo dos livrinhos de banca...

    ResponderExcluir
  4. Ei querida, tudo bem?

    Confesso que não sou fã desses livros hots. E quanto aos Sebos, mes passado comprei cinco livros num vendedor de livros na rua, achei super negócio, comprei 5 por 20 reais O.o

    beijos
    Kel
    porumaboaleitura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Adoro romances de banca, li um há dois dias e já estou querendo ler os outros, esse no entanto, me parece bem melhor, eu amo quando se trata de séries, trilogias, só uma pena que você não tenha os outros, e eu vou ver se encontro ele por aqui, o fim de romances de banca sempre são bobos, mas pra mim são simplesmente fofos, são os fins que esses romances nos prometem e que mesmo assim me deixam suspirando de felicidade.

    ResponderExcluir
  6. Eu gostei da capa, as não conheço nenhum O'Sullivan. Uma pena pelo visto. =(
    Algumas autoras costumam correr com o andar da carruagem, mas não curti o epílogo ser tão vazio. Gosto quando dá um quê de romance além de mostrar o que cada um fez da vida.
    Esses casais e suas ideias de sexo casual, que sempre acabam em compromisso para felicidade das mocinhas e leitoras. =)

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras