A Vida Misteriosa de Jack – Kelly Barnhill

11/06/2015

a vida misteriosa de jackÀs vezes, a invisibilidade tem o seu lado positivo. Quando sua mãe o leva a Hazelwood, Iowa, para passar um tempo na casa dos seus estranhos tios, Jack não espera nada além de um verão entediante. Nem passa pela sua cabeça que os habitantes de Hazelwood o aguardam há muito, muito tempo. Logo que chega à cidade, três coisas inacreditáveis acontecem. Primeiro, ele faz amigos – amigos de verdade, não imaginários. Segundo, ele apanha do maior valentão da área – os valentões da sua rua sempre o ignoraram completamente. Terceiro, o homem mais rico da cidade começa a tramar o seu fim – um fim doloroso, aliás. Dependerá somente de Jack descobrir por que, de uma hora para a outra, todos passaram a dar tanta atenção a ele. Logo a ele, que sempre foi tão invisível.
A Vida Misteriosa de Jack é uma encantadora história sobre magia e amizade.

“Às vezes, tudo que você pode fazer é o melhor de si, e às vezes o melhor de si não é o suficiente.” (pág. 29)

Quando eu solicitei A Vida Misteriosa de Jack para resenha eu esperava algo completamente diferente. Não sei exatamente o motivo, mas achava que a coisa toda da invisibilidade de Jack fosse algo metafórico, subjetivo e que o livro seria sobre um garoto normal lidando com problemas de não ter amigos e essas coisas. Acontece que o livro não é assim.

Primeiro, a invisibilidade de Jack é quase real... Sua mãe quase não fala com ele, e depois de deixar ele na casa dos tios parece que nem lembra que ele existe. Ah, e para completar, não tem fotos do menino com a família – não é como se ele fosse invisível e ninguém o enxergasse, é quase como se ele realmente não existisse. E quando ele chega na casa dos tios, muito mistério surge no seu caminho e seus tios acham que ele precisa descobrir as coisas e não contam muito.

“Desde que se entendia por gente, queria ter amigos. Queria que as pessoas o vissem. E ali parecia que todos podiam vê-lo. E ele tinha vontade de se esconder.” (pág. 75)

O livro tem um toque de magia que me deixou confusa durante boa parte da leitura, mas que ao mesmo tempo foi bem interessante. Tem aquela coisa de poder nas palavras, o bem e o mal precisando se nivelar para que tudo não desande de vez e algumas coisas realmente bem estranhas acontecendo na cidade de Hazelwood. Outra coisa, durante várias páginas, parece que todos sabem o que acontece na cidade menos o Jack – e isso me irritou um pouquinho pois achei que o Jack demora demais para aceitar a magia, a acreditar que ela existe e não só isso... Como ele não acredita, o leitor vai sendo arrastado sem saber muito mais coisas já que nada é realmente explicado para Jack.

A Vida Misteriosa de Jack conta com um conceito muito interessante ao apresentar até que ponto uma pessoa pode ir para conseguir o poder, podendo inclusive machucar aqueles que ama. O enredo ainda é enriquecido ao tratar de amizade, coragem e sacrifícios necessários, uma pena ele ser focado no Jack – que de certo modo é pouco convincente – acredito que teria sido tudo muito mais interessante se fosse pelo ponto de vista da Wendy – uma menina forte, corajosa e cativante. Ah, e não posso deixar de comentar sobre a bela capa que a Bertrand fez. Ela está linda e eu me apaixonei pelos gatinhos que não tinha visto na primeira vez. Acredito que ele vá agradar os mais novos que curtem dark fantasy ou contos de fadas com toque de mistério.licavargas

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

18 comentários

  1. Me interessei muito por esse livro, começando que tanto a capa como o nome, me chamaram a atenção, e como adorei a resenha e fiquei curiosa para conhecer um pouco mais sobre a história de Jack, pretendo ler em breve.

    ResponderExcluir
  2. já quero, "mistério" adoro essa palavra rs ainda mais quando ta na capa, amei a resenha e fiquei super curiosa pra ler, gosto de ler livros que tem um pouco de magia. a capa é bem bonita.

    ResponderExcluir
  3. Menina eu li um pedaço desse livro em ebook e sinceramente no começo me senti bastante envolvida pela história, porque logo no inicio a gente já sente um mistério, principalmente por conta do comportamento da mãe, mas seilá, eu ainda estou com receio de adquirir esse livro. Acho que vou aguardar um pouco. Mas gostei bastante da sua resenha até porque gostei da maneira como você desenvolveu =] Parabéns

    http://lovereadmybooks.blogspot.com/2015/06/resenha-cova-312_11.html

    ResponderExcluir
  4. Bom, parece ser interessante, só que esse ar confuso no começo do livro sempre me deixa desanimada para continuar a leitura. Porque parece que tudo fica meio arrastado, sabe? A capa é bonita, mas ainda não sei se leria. Talvez depois.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Oi Lica, eu adoro livro com mistério e fantasia e mesmo sendo um livro juvenil, a premissa é ótima e parece ser uma leitura muito agradável, deve ser legal ir desvendando as coisas aos poucos. A capa realmente está linda!!! Bjs

    Território nº 6

    ResponderExcluir
  6. Curiosa essa história. O fato de a invisibilidade parece real me chamou a atenção. E essa capa é mesmo muito fofa.

    o/ até

    ResponderExcluir
  7. Lica, no começo quando vi sobre magia até me animei, mas quando você disse que era arrastado já fiquei triste.
    No final das contas acho que não leria, pois não conseguiu me empolgar.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Oi oi
    Que capa linda!!
    Eu não gosto de me sentir perdida na leitura, fico voltando e voltando e me bate uma mini aflição kkk
    Mas eu leria sim esse livro, gostei da vida do Jack apesar de triste, que família hein...

    Beijoos
    blogmaiscafe.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Lica!
    A capa desse livro é mesmo linda, mas acho que não é pra mim. Essa coisa de magia e tals, não faz a minha praia. Acho que preferiria o livro se a invisibilidade dele fosse da maneira que você falou, um garoto com problemas para se relacionar.
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  11. Oi Lica!
    Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas já adicionei na wishlist de tanto que sua resenha me conquistou.
    Acho muito legal a ideia de colocar um garoto "invisivel" para viver essa aventura.
    Adorei a resenha!

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/2015/06/evento-segundo-encontro-de-booktubers.html

    ResponderExcluir
  12. Oi Lica!
    Que capa mais fooofa, fez meus olhos brilharem *-*
    A resenha foi ótima e super esclarecedora. Achei a premissa do livro interessante, mas não sei pararia para ler.
    Fiquei curiosa quanto ao fato do garoto praticamente não existir, mas como você citou que em partes a coisa toda fica meio arrastada e limitada por termos só o ponto de vista dele, acabou perdendo alguns pontinhos.
    Bjo

    http://paraisodasideas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Ai que vontade de ler! vim eufórica pra ler a resenha e ela fluiu tão calma! Entrou pra lista de leituras!

    ResponderExcluir
  14. Que capa linda!!! Gostei da sinopse logo de cara e estou curiosíssima pra desvendar o mistério.Mas livros com somente um único ponto de vista tem dessas coisas, deixando a leitura arrastada como vc citou.

    ResponderExcluir
  15. Achei a coisa mais linda essa capa, só de olhar pra ela já deu uma vontade imensa de ler ele, achei mto triste a história dele.

    ResponderExcluir
  16. Lica!
    Gosto de livros que envolvem mistério e magia e me parece que o livro é mais voltado para o o público infanto juvenil, embora goste das aventuras que são destinadas a esse público.
    A capa é bela e bem condizente com o enredo analisado.
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  17. Então. Dark Fantasy ou contos de fadas com toque de mistério, como você mencionou, não é minha preferência de leitura. Nunca foi, na verdade, pois não curto essas coisas de "magia" e tal. Mas devo admitir que a capa da editora Bertrand está lindíssima e provavelmente me chamaria a atenção se o visse exposto numa livraria. Mas esse meu interesse só iria até eu ler a sinopse ou, como foi o caso agora, ler uma resenha sobre ele... Não adianta, né. Tem estilos de histórias que não fazem nosso tipo. ;)

    beijos!

    ResponderExcluir
  18. Gostei da resenha e confesso que voltei pra olhar a capa de novo e ver os gatinhos.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras