A Acústica Perfeita – Daria Bignardi

12/06/2015

imageAinda muito jovens, Arno e Sara se conhecem e rapidamente se apaixonam. Até que, numa tarde de verão, ela o deixa de forma inesperada. Dezesseis anos depois, no entanto, eles se reencontram e decidem se casar: são um casal alegre, se amam, parecem felizes. Arno se dedica por inteiro ao relacionamento e não entende as tristezas e as mentiras que começam a surgir no caminho deles.
Certa manhã, porém, um evento inimaginável o obriga a se questionar sobre a pessoa com quem viveu por treze anos, a mulher que sempre amou. Temeroso, começa a seguir pistas de mágoas da juventude e paixões sufocadas e, com crescente pesar, encontra o fio da meada de histórias insuspeitáveis.
Daria Bignardi dá voz a um extraordinário protagonista masculino, cujas palavras compõem, pouco a pouco, o retrato de uma mulher inquieta e vibrante. Um percurso em busca das verdades encobertas no íntimo de todo relacionamento, rumo ao coração sombrio que cada um de nós esconde até das pessoas amadas.

“– Eu gosto dos amores infelizes – respondeu. Levei trinta anos para compreender que ela realmente pensava assim.” (pág. 13)

A Acústica Perfeita foi um daqueles livros que me ganhou pela sinopse. Eu achei super interessante e resolvi arriscar a leitura. O que eu posso dizer ao terminar o livro é que foi muito bom sair da zona de conforto e melhor ainda poder ler um livro de um autora italiana – estou adorando descobrir outros estilos literários que fogem do que tenho o costume de ler e que não é parecido com os best-sellers.

“Para mim, a modalidade mais comum, violoncelo à parte, é não fazer nada, permanecer imóvel esperando que as coisas se resolvam sozinhas ou venham me desentocar. Não gosto de decidir, não gosto de escolher.” (pág. 26)

Escrito por uma mulher mas contando o ponto de vista de um homem, a narrativa deixa claro que de perto ninguém é normal. Demorei para encontrar um ritmo na leitura e por algumas vezes me perdi durante o caminho. É que Arno literalmente vai contando a história dele, então temos uma viagem no tempo entre o passado antes de Sara o deixar, o passado no período que os dois ficaram afastado e o passado dos treze anos de casamento entre os dois que o trazem para o momento presente e os novos acontecimentos. Embora muito interessante, isso ficou um pouco confuso até o ponto onde me acostumei e ai sim a leitura fluiu até o final do livro.

“Tudo faz sentido, quando a gente está muito feliz. E também quando está muito infeliz, mas isso eu ainda iria descobrir.” (pág. 49)

O evento inimaginável da sinopse me deixou esperando por algo super empolgante, mas não é o que acontece. De certa forma é algo até um pouco previsível, mas não que seja uma coisa ruim. É que eu pensava em algo diferente, maior, algo envolvendo assassinatos ou quem sabe uma vida dupla, essas coisas... E como eu só tinha lido a sinopse acima – não li orelhas, resenhas ou a contra-capa, foi legal ter sido pega de surpresa com algo simples e até que previsível embora eu não tenha imaginado. E quando o assunto é amor... Como saber se você ama o outro pelo que ele é ou pelo que você pensa que ele é?

“Eu nunca havia imaginado que a mulher da minha vida, minha esposa, pudesse mentir. Eu jamais faria isso. Confiava cegamente em você e esperava que fizesse o mesmo. Não era culpa sua, eu percebia que a situação era excepcional, mas permanecia o fato de você ter me dito um monte de balelas.” (pág. 56)

A Acústica Perfeita vai mostrando pouco a pouco lados ocultos e segredos escondidos de Sara enquanto Arno busca descobrir o que era real e o que não era em seu relacionamento. Mas a procura não é não é só pela verdade, em muitos momentos senti na narrativa uma busca de várias coisas, inclusive do sentido da vida. Arno e seus pensamentos faz com que a leitura se torne algo interessante, ainda mais quando a gente sabe que pode conviver durante muito tempo com alguém sem realmente conhecer essa pessoa. Eu esperava algo completamente diferente antes de iniciar a leitura, mas não fiquei  desapontada com o que eu recebi.licavargas

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

15 comentários

  1. Parece ser uma história tensa e cheia de conflitos. O fato de ser narrada por um homem mas escrita por uma mulher me deixou curiosa...

    o/ até

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha!
    Me interessei pelo livro, tanto capa, título e resenha. Fiquei curiosa para conhecer um pouco mais da história de Arno e Sara e o que Arno descobrirá, pretendo ler em breve.

    ResponderExcluir
  3. autora italiana é, parece interessante, nunca li um livro que nao fosse nacional ou americano/britanico, gostei da resenha e o livro me pareceu interessante já que é a historia é contada do ponto de vista do personagem masculino.

    ResponderExcluir
  4. Oi Lica, eu também adoro descobrir novos autores e novas histórias que fogem do que nos é empurrados pelas livrarias. Gostei muito da premissa, e também fiquei confusa com essas épocas diferente, só em você citar kkkkkk. Se possível, vou querer conferir essa leitura. Bjs

    Território nº 6

    ResponderExcluir
  5. Oi oi
    Que legal este livro, poder sair da zona de conforto é ÓTIMO!
    Gostei da premissa e da sua resenha, quero poder ler ele também!

    Beijoos
    blogmaiscafe.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. OI Lica!
    Hmmm... Tô aqui em dúvida para saber se eu dou uma chance para esse livro ou não. Adoro livros assim, mas saber que o evento inimaginável da sinopse não é algo tãaããããão empolgante assim, me deixa meio broxada. Acho que os livros, ultimamente, estão falhando um pouco no quesito surpresa, neh!? Mas, não custa dar uma chance para o livro, é sempre bom conhecer novos autores!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
  7. Lica, também acho que é sempre bom sair da zona de conforto.
    Não sei se eu leria o livro fiquei meio indecisa, mas curiosa ao mesmo tempo.
    O fato de ser de autoria italiana me deixa curiosa, mas sobre o evento inimaginável não ser tão empolgante me frusta um pouco...

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  8. Oi Lica!
    Pela sua resenha acho que eu não gostaria muito desse livro não. A premissa me pareceu meio fraca e não faz muito o meu estilo.
    Esse eu passo.

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/2015/06/evento-segundo-encontro-de-booktubers.html

    ResponderExcluir
  9. Oi Lica!
    Apesar de achar sempre bom sair da zona de conforto e buscar novos gêneros e autores, não sei se me daria bem com essa leitura.
    Posso estar equivocada, mas a sinopse e algumas coisas que você falou na resenha me remeteram ao livro "Garota exemplar", que não gostei, então provavelmente não leria o livro.
    Bjos

    http://paraisodasideas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Mas, gente, que sinopse tensa! É o famoso "nem tudo é o que parece" ou "de perto ninguém é normal"... até onde vai a loucura das pessoas? E é raro encontrar livros narrados por personagens masculinos.

    ResponderExcluir
  11. Mesmo não tendo sido algo tão grande quanto você imaginou, fiquei empolgada para fazer a leitura justamente por conta desses questionamentos do protagonista. E não é sempre que vemos livros inteiramente pelo ponto de vista masculino, o que sempre achei interessante.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Fiquei bem curiosa em saber o que Arno descobre sobre o passado de Sara.
    A resenha do livro me fez pensar muito na questão da pessoa nunca saber de fato quem está ao seu lado. Estou acrescentando ele a minha lista de leituras ^^

    ResponderExcluir
  13. Lica!
    Acho bom quando saímos da nossa zona de conforto e nos deparamos com um mundo literário muito maior do que aquele que estamos acostumados.
    Acredito não ter lido nada ainda de autor italiano.
    Bem, livros que falam de amor sempre tocam nossos corações..
    Difícil mesmo adaptar-se a uma escrita diferente dos protagonistas, deve ser interessante.
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe no nosso Top Comentarista!

    ResponderExcluir
  14. Muito interessante, Lica. Eu gostei principalmente pelo fato de ser uma história com foco mais em um personagem masculino e em seus pontos de vista. Não conheço essa autora, mas assim como você, também adoro conhecer novos estilos literários. Fugir mesmo do comum, né. Mesmo o acontecimento não sendo lá muito significativo e até meio clichê, eu vou colocar mais esse na minha lista porque achei que a proposta da autora vai fazer a leitura valer a pena.

    beijos!

    ResponderExcluir
  15. Sempre gosto dos livros narrados por eles, esse eu tb quero ler.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras