O Rouxinol - Kristin Hannah

05/04/2016

França, 1939: No pequeno vilarejo de Carriveau, Vianne Mauriac se despede do marido, que ruma para o fronte. Ela não acredita que os nazistas invadirão o país, mas logo chegam hordas de soldados em marcha, caravanas de caminhões e tanques, aviões que escurecem os céus e despejam bombas sobre inocentes.
Quando o país é tomado, um oficial das tropas de Hitler requisita a casa de Vianne, e ela e a filha são forçadas a conviver com o inimigo ou perder tudo. De repente, todos os seus movimentos passam a ser vigiados e Vianne é obrigada a fazer escolhas impossíveis, uma após a outra, e colaborar com os invasores para manter sua família viva.
Isabelle, irmã de Vianne, é uma garota contestadora que leva a vida com o furor e a paixão típicos da juventude. Enquanto milhares de parisienses fogem dos terrores da guerra, ela se apaixona por um guerrilheiro e decide se juntar à Resistência, arriscando a vida para salvar os outros e libertar seu país.
Seguindo a trajetória dessas duas grandes mulheres e revelando um lado esquecido da História, O Rouxinol é uma narrativa sensível que celebra o espírito humano e a força das mulheres que travaram batalhas diárias longe do fronte.
Separadas pelas circunstâncias, divergentes em seus ideais e distanciadas por suas experiências, as duas irmãs têm um tortuoso destino em comum: proteger aqueles que amam em meio à devastação da guerra – e talvez pagar um preço inimaginável por seus atos de heroísmo.

“Se há uma coisa que aprendi nesta minha longa vida foi o seguinte: no amor, nós descobrimos quem desejamos ser; na guerra, descobrimos quem somos.”

Isabelle Rossignol é uma jovem contestadora, que acaba de ser expulsa de mais uma escola quando a França entra em guerra. Com 18 anos e muitas convicções, ela decide que fazer algo por seu país não está só na mão dos homens, e que ela tem muito a oferecer pela libertação da sua pátria. Para isso, ela só precisa convencer seu pai a ficar em Paris, ao invés de ser enviada para Carriveu, onde sua irmã Vianne vive com o marido e a filha.

Ao contrário de sua irmã mais nova, Vianne Mauriac acredita no conforto do lar e da família e fica muito temerosa quando seu marido Antonie é convocado para servir. Durante a guerra, sua vida de medo e negação fica ainda pior quando, além de aturar as divergências com Isabelle, um oficial alemão requisita sua casa e ela fica a mercê dos comandos e vigilância dele para garantir sua própria sobrevivência e a da família.


Seguindo a trajetória das duas irmãs, a história é narrada por uma delas, já idosa, 50 anos depois. E apesar de já ter algumas suspeitas de quem seja, essa revelação só ocorre no último capítulo, dando aquele clima de suspense, ansiedade e esperança aos leitores. A forma como, mesmo seguindo caminhos diferentes, as duas passam pela dor, sofrimentos, escolhas, medo, amor e perda, emociona a cada página. 

Suas lutas para protegerem quem amam e o preço pago por seus atos de heroísmo me emocionaram muito. Vi-me segurando a respiração nos momentos de tensão, engasgada com emoções conflitantes durante o percurso e principalmente chorando rios de lágrimas com o desfecho da história. Com a visão embaçada, fiquei entre a ansiedade de chegar à última página e o medo de não poder voltar atrás quando acabasse a história.

“Os jovens de hoje querem saber tudo sobre o mundo. Acham que falar a respeito vai resolver um problema. Eu venho de uma geração mais calada. Nós entendemos o valor do esquecimento, o fascínio da reinvenção.”

A autora, Kristin Hannah acertou em cheio com esse romance, com o título, que tem tudo a ver com o livro e com essa capa única. Com certeza, foi meu primeiro de muitos. Recomendo cada página, cada linha, com uma única ressalva, peguem seus lencinhos, porque a junção amor, família e guerra, desmonta qualquer um.

“Sorrio para os dois, meus dois meninos que deveriam ter me alquebrado, mas que de alguma forma me salvaram, cada um à sua maneira. Por causa deles, agora sei o que é importante, e não é o que eu perdi. São as minhas lembranças.Nós continuamos.”


Criado em 2010, o Amores e Livros é um espaço feito para dividir os nossos amores pelos livros, filmes, séries e alguns outros vícios mais do que saudáveis! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

34 comentários

  1. Oláaa, tudo blz?
    Eu li apenas um livro da Kristin Hannah e posso dizer que gostei muito da escrita da autora, quando vi o lançamento deste livro aqui... Já fiquei curioso tbm. É tão boa essa sensação de curiosidade que um livro pode despertar, mas ao mesmo tempo não querer que ele acabe. Tá na lista de desejados!

    Lucas - Carpe Liber
    http://livrosecontos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim, verdade Lucas.
      Obrigada pela participação
      abraços

      Excluir
  2. Eu já li um livro dessa autora e sei que sua escrita é maravilhosa. Infelizmente ainda não li esse livro, apesar de já conhecê-lo e ter ouvido ótimos comentários a respeito. Sua resenha me motivou a querer fazer essa leitura o mais rápido possível. Esse gênero me agrada bastante e tenho expectativas positivas sobre esse enredo.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oii Fecprates, espero que você consiga atingir suas expectativas e ler ele o mais rápido possível
      abraços

      Excluir
  3. Conheci a escrita da autora através do livro O Jardim de Inverno e adorei tudo. Este livro aqui me despertou ainda mais interesse em função da época em que a história é contada. Curiosidade master com o nome do livro. Espero poder conferir em breve.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ivi, fico feliz que você tenha gostado do outro livro dela, eu tenho recebido comentários bem positivos sobre eles. Obrigada pela participação
      bjus

      Excluir
  4. Oie. Que bom ver que você gostou desse livro. Eu também o li e gostei muito. Concordo que essa combinação de amor, família e guerra ficou perfeita, e assim como você eu fiquei no suspense de quem era a narradora até o final, hora eu desconfiava de uma das irmãs e depois de outra. Kristin sempre tem o dom de nos fazer emocionar. Se não leu outros dela recomendo fortemente O caminho para casa, Amigas para sempre, Jardim de inverno, Quando você voltar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oii Tamara, você não é a primeira pessoa que me recomenda os livros dela, e pode ter certeza que todos já entraram na lista. Fico feliz que também tenha gostado.
      bjus

      Excluir
  5. Oi, Nikki
    Eu morro de curiosidade para ler esse livro, principalmente porque ele é a minha cara. Que bom que gostou e recomenda. Eu acho que me emocionaria como você, e tenho certeza que é uma história linda de luta. Quero muito ler. Ótima resenha, parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá Leticia! Fico feliz que tenha gostado da resenha, espero que consiga lê-lo em breve.
      Abraços

      Excluir
  6. Ai meu deus, eu to louca pra ler esse livro! Eu adoro histórias que se passam antes, durante ou depois da Segunda Guerra Mundial, ainda mais quando mostram a resistência francesa (com personagens mulheres batalhadoras e corajosas) <3 Mas ainda não tive a oportunidade de ler, mas espero que em breve eu consiga

    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Babi...espero que você consiga mesmo, vou adorar saber sua opinião sobre o livro.
      Obrigada pela participação
      bjus

      Excluir
  7. Olá Nikki,
    Que resenha mais apaixonante *-*
    Estou muito curiosa para ler esse livro, pois sempre vi elogios para a autora, acredito que eu vá gostar bastante. Gostei de saber do suspense. Parece ser uma trama muito bem criada e desenvolvida.
    Espero ler e me apaixonar.
    Beijos,
    Um Oceano de Histórias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oii Bruna, fico feliz que tenha gostado da resenha. O livro maravilhoso ajudou muito..hihihhi
      Também espero que você leia e se apaixone.
      Com carinho

      Excluir
  8. Eu li esse livro e no final eu chorava feito criança, não pela história em si que já é emocionante mas pela parte do JUDEU (acho que você vai me entender) é um dos melhores livros que já li na minha vida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha nossa Senhora Beatriz, eu já estava chorando rios quando chegou essa parte e eu quase solucei, é linda demais
      Fico muito feliz que você também tenha gostado
      bjus

      Excluir
  9. Oi, achei a premissa bem interessante e passa a ideia de duas mulheres fortes que tem que tomar decisões arriscadas para salvar quem amam, e eu amo livros que mostram personagens femininas fortes. Com certeza anotarei a dica e lerei. Amei a resenha, pois ela me deixou curiosa para saber qual das irmãs está narrando e o que acontece com cada uma delas.
    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oihnn Thatyane, a história é bem linda mesmo, acho que você irá curtir.
      Obrigada pela participação

      Excluir
  10. Oiie Nikki, tudo bem?

    Desde o lançamento desse livro eu estou com muita vontade de lê-lo. Acho que seria pelo fato de ter mulheres que querer ter seu espaço e não viver as sombras de homens. Eu gosto de livros com enrendo de guerras, pois faz a gente conhece rum pouco mais sobre a nossa história. Espero algum dia poder ler, e espero que seja breve.

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Estefânia, tudo bem sim, e com vc? O livro é mesmo apaixonante e as protagonistas tornaram a história sublime. Espero que consiga lê-lo em breve
      bjus

      Excluir
  11. Oi, tudo bem?
    Li esse livro no começo do ano e foi uma leitura maravilhosa!
    O livro tem uma história encantadora e que me conquistou desde a primeira página.
    Gosto muito de histórias sobre a segunda guerra e acho que a autora acertou muito em mostrar uma visão mais feminina disso tudo e mostrar a importância das mulheres nessa fase negra da história mundial.

    Beijos :*
    http://livrosesonhos.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá Maiara! Concordo com você em gênero, número e grau.
      obrigada pela participação
      bjus

      Excluir
  12. Oie!
    Nossa, eu li esse livro e fiquei muito emocionada durante toda a leitura. É um daqueles livros que me deixou pensando na história por dias. Não imaginava que a autora traria uma carga emocional tão intensa. Eu gostei bastante e é uma leitura mais que indicada.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. oi Carla, é um livro lindo mesmo. Fico feliz que também tenha gostado. Obrigada pela participação
      bjus

      Excluir
  13. Adorei a premissa! Achei a capa bem simples, porém linda. O livro parece ser bem emocionante, daqueles que deixam com ressaca literária. Fiquei curiosa pra saber que atos heróicos essas duas irão fazer que terão que pagar, e quero me emocionar assim como o livro te emocionou. Ótima resenha!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  14. Gosto muito de livros que passam no cenário de guerras, pois eles acabam me emocionando de um jeito único. Eu já tinha visto esse livro antes, e apesar de ter vontade de conhecer a escrita da Kristin Hannah, não cheguei a pesquisar sobre o que de fato o livro tratava. Confesso que gostei muito da premissa e da resenha, e com certeza vou adicionar na minha lista de leituras. Achei muito bacana a ideia de não saber qual das irmãs está narrando o livro, achei bem criativo, mas isso deve nos deixar em uma aflição gigantesca. Amei a resenha, beijo!

    ResponderExcluir
  15. Olá, sabe que eu tenho vontade de ler esse livro desde que eu soube sobre o lançamento dele, mas ainda não tive oportunidade mesmo. Eu sou suspeita de falar pois amo esses livros que se passam na guerra e que são emocionantes, eu acho que ele é um prato cheio!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  16. Oie! Já perdi as contas de quantas resenhas li dessa obra, mas cada uma me deixa ainda mais ansiosa para conhecer o enredo. A sua, em especial, me deu a certeza de que preciso conhecer a trama logo. Adoro narrativas que têm como cenário acontecimentos históricos e saber que tudo é contado por uma das irmãs é ainda mais entusiasmante. Os quotes chamam ainda mais a atenção para a história incrível que as páginas abrigam. *-* Sua resenha ficou fantástica e eu espero poder ler O Rouxinol em breve.

    Beijos,
    Fernanda Goulart.

    ResponderExcluir
  17. Ainda não li, mais por se tratar de guerra aumentei a curiosidade, parece ser incrível, mesmo sendo curto parece ser emocionante

    ResponderExcluir
  18. Me sentindo a leiga por nunca ter sequer ouvido falar do livro. E olha que ele é apenas tudo que gosto nos livros do gênero. Tem guerra, tem romance, tem mulheres determinadas, tem choro... tem tudo. Nossa, já quero! Fui conquistada na parte da visão embargada. Esses livros que a gente precisa parar a leitura para enxugar as lágrimas são livros que eu adoro, mesmo sofrendo. Adorei a resenha. Vou colocar na listinha.
    Beijos!!
    Laury

    ResponderExcluir
  19. Olá!

    A autora gosta muito do tema Guerra, não gosta? Já lo resenhas de vários livros dela e vários tinham essa temática. Este é um assunto que nunca fica velho, é tanto sofrimentos na Guerra, tantas historias não contadas que sempre nos emocionamos combeste assunto. Gostaria muito de conhecera estória dessas duas irmãs e descobrir se tudo correu bem com elas ao final de tudo. Espero que sim, apesar de desconfiar que uma delas morre, já que a estoria é narrada apenas por uma delas. Obrigada pela dica, espero que um dia eu possa conhecer a escrita desta autora que tem encantado muitos leitores.


    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  20. Tem como não prender a respiração quando se lê um livro da Kristin? Sou apaixonada por sua escrita desde que li Jardim de Inverno. E desde então tento colecionar todos os livros dela.
    Ainda não tinha ouvido falar dessa obra e fiquei maravilhada com seu conteúdo.
    Sempre gostei de livros que abordassem sobre a segunda guerra e ver mulheres lutando para defender seus ideias, familiares e sua pátria é emocionante. Mal vejo a hora de conferir o que a Kristin reservou para esse livro.

    ~Cass

    Sexteto Literário

    ResponderExcluir
  21. Acho uma graça usar aqueles marcadores coloridos pra marcar as melhores partes do livro, mas tenho dó de fazer isso haha. Esse parece ser um livro pra se desidratar mesmo! De tanto chorar. Já comentei em outro post que não gosto de livros com guerras pois isso influencia pelo menos uma parte do foco da história e deixa um clima mais pesado. Confesso que a única parte que me chamou atenção foi o suspense e a revelação.

    ResponderExcluir
  22. Oi!
    Ainda não li nada da Kristin Hannah, mas quero muito conhecer sua escrita e lendo a resenha gostei muito da historia da historia, ainda não li nenhum livro sobre a segunda guerra mundial, e achei interessante como a autora foca em como essa guerra afeta as duas irmãs e mesmo elas sendo diferente ao mesmo tempo são bem parecidas, me deixando curiosa para ler esse livro !!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras