Quando o amor bater à sua porta - Samanta Holtz

27/03/2017

Ele tem um passado do qual não se lembra. Ela precisa esquecer o seu.
Malu Rocha é uma escritora de 29 anos independente, confiante e bem-sucedida. Mora sozinha em São José dos Pinhais, perto de Curitiba, onde mantém uma rotina regrada de pedalar todas as manhãs, escrever e, semanalmente, visitar o avô de 98 anos em uma casa de repouso.
Porém sua vida toda controlada sai do eixo quando um homem bate à sua porta e se apresenta como Luiz Otávio Veronezzi, dizendo ter perdido uma reunião marcada com ela. Malu não se lembra do compromisso e sua primeira reação é dispensá-lo. Mas o belo desconhecido insiste, explicando que sofreu um acidente de carro, ficou em coma e perdeu a memória, assim como seus documentos. As únicas coisas que restaram foram um pouco de dinheiro e um papel com o nome e o endereço de Malu, o nome dele e a data da reunião. Luiz confessa que a escritora era sua última esperança para descobrir a própria identidade.
O problema é que ela não tem a menor ideia de quem ele seja.
Desconfiada, mas sentindo-se responsável pelo acontecido, Malu decide ajudá-lo e embarca em uma jornada para descobrir quem ele é – o que acaba trazendo à tona muitos fatos sobre si mesma, seus medos e segredos mais bem guardados, além de um passado que preferia esquecer.
A bela narrativa e a trama que prende do começo ao fim nos convidam a acompanhar Malu e Luiz nessa busca que se transforma em uma história de amor de tirar o fôlego.



Olá, pessoal! Como está tudo? Se tem uma coisa que está fluindo bem pra mim em 2017 são as leituras. Tenho tido gratas surpresas, e com esse livro, não foi diferente. Quando peguei o livro, já achei de puro bom gosto a capa, que é linda e cumpre sua função, além da frase que acompanha o título: Quando o amor bater à sua porta: você vai deixá-lo entrar? Aí, já é um convite ao leitor para que se aventura nas páginas desta primorosa obra. 

Bem, começamos com Malu: uma escritora de romances super bem sucedida e bem vista na mídia, mas que anda meio cansada das tradicionais perguntas feitas nas noites de autógrafos; até que um dia, ela é pega de surpresa com uma delas: O que é o amor para Malu Rocha? Até então, o leitor não tem nenhuma dica do passado dela (e isso só será levantado muito adiante), porém, o que choca a escritora é não ter uma resposta para essa pergunta, afinal, como poderia uma romancista não ter uma definição própria de amor? 

Entre suas pedaladas e visitas ao asilo para ver o avô de 98 anos, ela entra em uma busca para tentar responder à essa pergunta tão pertinente e que a incomoda tanto. Porém, certo dia, um estranho a procura, possuindo somente o nome dela e nada mais: trata-se de Luiz, um homem que perdeu a memória após o acidente e que sabe apenas que tinha um encontro marcado com Malu. 

Hesitante em um primeiro momento, ela recorre à sua assessora atrapalhada, rebeca para checar a agenda, que por sinal, foi perdida para sempre no computador... ó vida! Quem será então Luiz? Ninguém, nem ele mesmo, sabe. Eis que nossa protagonista dá a chance de ele se aproximar dela, e descobrir quem ele é e o por quê de ele estar na vida dela, torna-se uma missão pessoal para nossa personagem central. 

Então, vocês já devem imaginar: há uma aproximação entre os dois, muitas histórias do passado que vêm à tona, entre outras aventuras que eu não posso falar pra não dar spoiler. 

Estou encantada com a escrita da Samanta: ela foi muito feliz em construir poucos personagens, porém, muito sólidos, o que fez de minha leitura um prazer. Li o livro em duas noites e fiquei muito feliz ao concluí-lo. Todas as pontas foram muito bem amarradas, e apesar de o final não ter me surpreendido, eu gostei dele.

Também estou apaixonada pelo avô de Malu: dá pra entender todo o carinho que ela tem por ele durante a história... ele é um homem muito sábio e coerente. Lembrei muito do meu avô, que viveu até os 99 anos... até me emocionei!

Indico para todos que curtem uma boa literatura nacional e finais felizes!
E pra vocês? O que é o amor?

Um abraço literário! 

Sou a Fabi.... blogueira, escritora e eterna sonhadora!

Que tal conferir também...

2 comentários

  1. Eu acho linda d+ essa capa! e sua resenha despertou minha vontade de ler essa história.
    obrigada pela indicação
    bjosss

    http://drikaliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras