Balas Contadas - Hiram Miller

25/02/2018

“Balas Contadas é uma aventura de Velho Oeste sobre um bando de foras-da-lei atrás de um tesouro perdido. Teller, o líder do Bando Ébrio, vai contar histórias sobre seus companheiros e mostrar que ser parceiro é mais do que estar junto, se embriagar, dar cobertura em tiroteios ou em brigas de bar. Um quadrinho com muita ação inspirado nos clássicos do Velho Oeste italiano e acompanha tudo que um grande clássico do gênero pede: deserto, locomotivas, pólvora e muito whiskey. Tudo isso é pano de fundo para uma história sobre companheirismo, lealdade e, por conta dos perigos constantes, também é uma história sobre perda.”
Aventura / HQ, comics, mangá / Literatura Brasileira


Eis aqui uma obra interessante, repleto de boas qualidades, onde a vida inspirou a arte: após perder um amigo, o quadrinista brasileiro Hiram Miller começou a escrever e desenhar para homenagear seu companheiro. E o resultado veio com a publicação de Balas contadas, sua primeira graphic novel sobre Velho Oeste. 

Publicada com apoio de financiamento coletivo no CATARSE, a obra realmente me surpreendeu em suas 80 páginas, pela qualidade do roteiro (que traz ótimas lições de vida, luta, família e amizade) quanto dos desenhos (uma arte realmente incrível, de um talentoso autor que por vezes faz você parar a leitura para admirar as paisagens, momentos e acontecimentos mais marcantes da obra).


Logo na primeira página, o leitor é apresentado ao cenário e personagem principal, Teller, que trará você pra o centro de uma aventura cheia de fortes emoções, tiroteios e reviravoltas no Velho Oeste, com ótimas lições sobre valores de amizade e perda. 

Afinal, a vida real também inspira a ficção, despertando sentimentos. Não é interessante?
Super recomendo esta obra, para quem curte quadrinhos de qualidade!


Conheça mais no site www.balascontadas.com

Escritor e poeta blumenauense, apaixonado por cinema, literatura e Oktoberfest. Formado em Letras, casado e pai adotivo de um gato preto. Skoob Wattpad Twitter

Que tal conferir também...

7 comentários

  1. Super interessante mesmo Ricardo, e bem bacana a homenagem que ele fez ao amigo.
    Os desenhos parecem estar mesmo primorosos e a história parece ser muito boa, ótima dica ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lili! Assim como o Hiram, existem muitos artistas de grande talento em nosso país, que buscam seu espaço ao sol. Por isso, apoio e super recomendo o trabalho dele, cheio de ensinamentos, mensagens e sentimentos. Além de ser uma ótima aventura no Velho Oeste, é claro! Vale a dica!

      Excluir
  2. Ricardo!
    Bacana ver esse livro pelo projeto Catarse.
    Lembrei de TEX, não sei se conhece, embora esse pareça mais elaborado e as ilustrações bem feitas.
    Uma semaninha plena de amor no coração!
    “Eu escolho um homem que não duvide de minha coragem, que não me acredite inocente, que tenha a coragem de me tratar como uma mulher.” (Anaïs Nin)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA FEVEREIRO: 3 livros + vários kits, 5 ganhadores, participem!
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rudynalva! Sim, o Hiram Miller (autor) também teve influência do TEX... Falou em quadrinhos de faroeste, difícil não lembrar deste clássico!

      Excluir
  3. Olá, Ricardo!

    Eu não tenho o hábito de ler HQ. Na verdade, desde a infância que eu não leio quadrinhos. Às vezes vejo alguns lançamentos que despertam bastante o meu interesse, mas com tantos livros na lista de futuras leituras (e a pilha jamais diminui.kkkkk...) acabo dando prioridade para outras histórias.

    Mas achei lindo o fato do autor homenagear o amigo. Hoje em dia as pessoas dão tão pouco valor à amizade que é surpreendente ver algo assim.

    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luna! Eu também não tinha o hábito de ler quadrinhos! Mas gostei da experiência, por ser uma leitura rápida e com muito conteúdo... Valeu muito a pena!
      Ah... Essa questão da amizade e da perda do amigo, no Balas Contadas, ficou muito evidente na história. Bem interessante acompanhar!

      Excluir
  4. Oi Ricardo!
    Eu não tenho o hábito de ler esse estilo de quadrinhos, mas acho super interessante. Eu tenho um irmão que ama, vou indicar para ele e quem sabe não leio junto, é sempre bom conhecer coisas novas.
    Bjs!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras