O Sal da Vida – Françoise Héritier

03/01/2014

O Sal da VidaNesta meditação, nesta espécie de poema em prosa em homenagem à vida, totalmente íntimo e sensorial, a renomada antropóloga Françoise Héritier vai atrás das pequenas coisas agradáveis (às vezes nem tanto) às quais aspira o mais profundo do nosso ser: as imagens e as emoções, os momentos marcados de recordações que dão sabor à vida, que a tornam mais rica e mais interessante do que muitas vezes acreditamos que ela seja, e que nada nem ninguém poderá nos tirar, nunca, jamais!

O Sal da Vida caiu de paraquedas em minhas mãos. Separando uns livros no trabalho – ele estava na lista – a capa me chamou a atenção e pensei por que não? Incrível como um livro com tanta coisa tão simples pode ter me tocado tanto...

"Existe, sim, uma forma de leveza e graça no simples fato de existir, que vai além das ocupações profissionais, além dos sentimentos poderosos, além dos engajamentos políticos e de todos os gêneros, e foi unicamente sobre isso que eu quis falar." (pág. 10)

Eu não sabia exatamente sobre o que o livro se tratava. Quer dizer, não li a sinopse e a contra-capa só traz comentários de quem já leu o livro e que serviram para me fazer ter a certeza de que ele deveria estar na minha lista de leituras.

Enquanto monta uma resposta a uma carta, Héritier vai listando cada detalhe que temos no nosso dia-a-dia e que é de uma grande importância porém que muito já não se nota. E esse foi o melhor jeito de começar as minhas leituras esse ano. Foi o primeiro livro que eu li nesse início de 2014 e com certeza ele continuará a ter impacto em meus dias.

"(...) não se trata aqui de altas especulações metafísicas nem de reflexões profundíssimas sobre a vaidade da existência tampouco da intimidade picante de alguém. Trata-se, pura e simplesmente, da maneira de fazer de cada episódio da sua vida um tesouro de beleza e graça, que aumenta sem parar, sozinho, e que nos renova a cada dia." (pág. 89)

A leitura é leve e gostosa, que me fez rir e ficar emocionada com algumas partes. E o melhor de tudo, ao final tem algumas páginas em branco para que cada leitor possa responder “e para você, o que representa o sal da vida?”

Como uma frase que tem na capa “o que faz a vida valer a pena” não é nem um pouco complicado e não está fora do alcance de nossas mãos. Elas estão ao nosso redor, o tempo todo. Basta a gente abrir os olhos e realmente enxergar e valorizar. Tire uns minutinhos do seu tempo e leia. Vale a pena!Lica

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

4 comentários

  1. Sendo sincera não senti muita vontade de ler. Gostei muito da capa e da proposta, mas não é bem meu estilo.
    Porém se parar nas minhas mãos confesso que não recuso a leitura.

    ResponderExcluir
  2. Este não me interessou até agora.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  3. Eu também não me interessei pela história, não é o tipo de livro que eu costumo ler. Mas que bom que ele tenha te tocado tanto.
    Abraços

    ResponderExcluir
  4. Esse não é o tipo de livro que eu costumo ler, e olha que eu tento ler sempre de tudo, mas a história desse livro não me interessou. Quem sabe um dia eu não leio..

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras