Aposta Indecente - Mathilda Wright

29/01/2014

Paris, 1854. Um dos homens mais ricos da França, o marquês de Villeclaire tem uma vida luxuosa e despreocupada, onde não falta nada que o dinheiro e a sua posição social possam pagar. Mulheres, jogo, festas, caçadas, palácios… Mas uma aposta faz com que os destinos de Villeclaire e Catherine Duvernois, uma jovem e misteriosa viúva, se cruzem, numa fase em que uma nuvem negra assombra os dias do belo marquês, prestes a casar, contra sua vontade, com Blanche de Belfort. A vida de Louis de Villaclaire desmorona-se… Quem é Catherine Duvernois? E Blanche de Belfort? Alguém está mentindo. Mas quem? Por quê? A resposta mudará para sempre o futuro destas três personagens. Um romance arrebatador, que se desenrola entre os sofisticados salões da aristocracia parisiense e as deslumbrantes paisagens do vale do Loire, levando os leitores numa viagem inesquecível por cenários de sonho, durante o reinado do Imperador Napoleão III.


A vida de Louis de Villeclaire começa a mudar depois de uma grande aposta, com a qual ele achava que ficaria ainda mais rico, porém tudo muda quando conhece a linda Catherine Duvernois. Com sua vida de solteiro e galanteador prestes a acabar com um casamento forçado, Louis tenta descobrir a verdade por trás da encantadora Catherine. E também procura a verdade sobre Blanche de Belfort. Com a ajuda de sua grande amiga Isabelle de Dufour e de sua antiga ama Mimi ele vai desvendar os segredos que o cercam em busca de sua liberdade.

Mas será que é a liberdade que ele quer? Casar, para Louis, é perder a liberdade que ele tanto gosta, mas talvez a liberdade que ele procura seja outra! Talvez o que ele mais anseia seja se libertar da vida que tem levado e nem saiba disso com clareza! 

Ela o ensinara que a vida não é um jogo!
Mas se não fosse por uma Aposta Indecente o destinos deles jamais de cruzariam. Um romance envolvente que se passa em Paris no ano de 1854.

“Até para ser um depravado é preciso ter educação. Essa era, pelo menos, a opinião de Louis de Villeclaire, ele próprio um depravado assumido.” (pág. 6)

Esse romance vai te fazer rir...

“-O que aconteceu, Chantal? Como está a madame Duvernois?
- Na mesma, há muito poucas esperanças... “ (pág.170)

... mas em alguns momentos vai fazer seus olhos se encherem d’água.

Quando comecei a ler este livro, a primeira coisa que passou pela minha cabeça foi “que putaria é essa” e logo depois eu me surpreendi, pois o que menos tem no livro é isso. Quer dizer, ter até tem, mas o livro não gira em torno do envolvimento sexual do personagem com as mulheres, ele foca mais no relacionamento de Louis com a Catherine, com a Blanche e a historia por trás das duas que acaba o envolvendo. Mas é claro que tem as noites calientes dele com algumas mulheres durante o livro!!

O que eu mais gostei foi a personalidade dos personagens principais. Louis com aquele jeito de dominador e a doce Catherine, que de doce não tem quase nada! Devo admitir que o que mais me chamou a atenção antes de ler este livro foi a capa, eu achei ela linda e depois que eu li, me apaixonei pelo livro e pelas personagens!

Criado em 2010, o Amores e Livros é um espaço feito para dividir os nossos amores pelos livros, filmes, séries e alguns outros vícios mais do que saudáveis! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

4 comentários

  1. Gostei da capa também, mas não gostei da ideia de um mocinho envolvido com duas ao mesmo tempo... sei que esta é uma atitude comum (relatada em vários livros), mas triângulos amorosos me cansam.
    Não sei ao certo se leria este, porém gostei de saber sua opinião.

    ResponderExcluir
  2. Eu também não gosto muito de triângulos amorosos, acho que sou possessiva demais pra gostar disso, prefiro personagens decididos. Mas dependendo da maneira que a autora desenvolva o triângulo até fica interessante..
    Fiquei em dúvida se leria ou não,mas acho que sim..
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Por que será que ele é obrigada a casar? Perdeu alguma aposta? Cuirosa...
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  4. Eu não conhecia este livro, nunca ouvi falar. Pra ser sincera, a história não me chamou muito a atenção. Parece uma história meio "batida". Mas é bom saber que os personagens criados possuem uma boa personalidade.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras