Promoção “O Vale dos Anjos”

06/06/2011

Olá!

Estamos aqui para divulgar uma promoção super especial.

Você se lembra do post onde eu, Simone, escrevi minhas impressões sobre o evento do dia 20 de abril, quando eu e a Gi fomos conferir o evento Papo Fantástica mediado por Leandro Schulai, autor da série “O Vale dos Anjos”?
Lembra-se também que eu disse que ganhamos um presente exclusivo para dar a um dos seguidores deste blog e dei a dica de que o presente foi oferecido por um dos escritores que estava no evento?
Pois bem! Chegou a hora de divulgarmos o prêmio desta promoção.


O Sobre Amores e Livros ganhou do querido escritor Leandro Schulai um exemplar exclusivo do livro “O Vale dos Anjos: o torneio dos céus – Parte I”.
E por que exclusivo? Porque o livro está autografado e é dedicado à você seguidor(a) do Blog SAeL.


Gostou, não é?
Quer concorrer a esse exemplar exclusivo? Veja como é fácil participar:

Estas são as regras:
1. Ser seguidor do Blog Sobre Amores e Livros.
2. Ter endereço fixo no Brasil.
3. Responder, nos comentários deste post, a seguinte pergunta:

“Você morre e vai para o Vale dos Anjos. O que você seria capaz de fazer para reencontrar seu grande amor que ainda vive?”

4. Respostas não coerentes à pergunta ou que contenham elementos ofensivos, obscenos e/ou discriminatórios, serão desclassificadas.
5. Serão aceitas respostas postadas até às 23h59 do dia 30 de junho de 2011, quinta-feira.
6. O resultado da promoção será divulgado no dia 04 de julho, aqui no blog. O vencedor terá 48 horas para entrar em contato.
7. As respostas serão julgadas pelo staff do blog. A resposta mais criativa será a vencedora.
8. O não cumprimento de qualquer uma das regras desclassifica o participante.

Fácil, não é?
Então, mãos à obra e boa sorte!

Que tal conferir também...

15 comentários

  1. “Você morre e vai para o Vale dos Anjos. O que você seria capaz de fazer para reencontrar seu grande amor que ainda vive?”

    "Simples: mataria-o. E viveríamos felizes no Vale dos Anjos" HAHHAHAHA

    ResponderExcluir
  2. Ah,

    twitter - @_patriciacamarg *o*
    e-mail - patriciaa.camargoo@gmail.com

    ResponderExcluir
  3. Eu tentaria encontrar um jeito de canalizar minha força e me comunicar para falar que estou bem e que ainda amo...


    @nathy_bells

    ResponderExcluir
  4. Eu morri e estou no Vale dos Anjos... Claro que procuraria um anjo poderoso que me ajudasse a me comunicar com meu amor! Talvez até encontraria o anjo SAEL e com ele sairia em uma aventura louca e esperançosa pelos céus à procura de uma forma de voltar ainda nesta vida e continuar a minha história de amor!! Mas se só o céu não bastace... desceria pelo inferno e enfrentaria demônios, pois já que estou morta, nenhuma barreira me deteria!!

    Bjs, Math Tonionni
    @MathTonionni

    ResponderExcluir
  5. “Você morre e vai para o Vale dos Anjos. O que você seria capaz de fazer para reencontrar seu grande amor que ainda vive?”

    Eu seria capaz de fazer um trabalho semelhante aos 12 trabalhos de Hércules, qse impossíveis, mas que podem ser feitos, batalhando, caindo, se levantando, machucada, com fome e sede, passaria por tudo para reencotrar meu grande amor.

    ResponderExcluir
  6. Invocaria por Castiel para que ele desse um jeito junto com Sam e Dean (os irmãos Winchester) de me ajudar, pois se é sobrenatural eles resolvem!

    ResponderExcluir
  7. “Você morre e vai para o Vale dos Anjos. O que você seria capaz de fazer para reencontrar seu grande amor que ainda vive?”

    Esta é uma pergunta bastante complicada, por que é claro você faria tudo para esta perto de um grande amor sem se importar com as barreiras, distancia, mas bem, se eu morresse e fosse para o Vale dos anjos eu faria igual o Patch com a Nora, lutaria para ser seu anjo da guarda (sem ligar com o que eu perderia ou ganharia) e mesmo que eu fosse para o inferno por desejá-lo eu cairia só para ter o meu grande amor em meus braços mesmo que seja para dizer “_te amo” só mais uma vez. Por que quando você ama você não perde tempo preparando planos, você simplesmente ama sem se importa com o depois, por que o tempo passa rápido de mais e não espera ninguém apesar do amor ser imortal, ele não acaba, só esperara pelo amado!


    @aryanecampideli

    ResponderExcluir
  8. “Você morre e vai para o Vale dos Anjos. O que você seria capaz de fazer para reencontrar seu grande amor que ainda vive?"
    R: Tenho duas opções opostas. A primeira opção seria ser uma anja do mal para ser castigada e poder voltar à Terra se possível e a outra opção seria ser uma anja do bem, totalmente autruísta, para poder descer à Terra e ajudar as pessoas. Ambos os casos eu teria a chance de voltar e encontrar o meu amor.

    ResponderExcluir
  9. Aceitaria ser expulso e me sacrificar em uma aventura sem volta no vale dos demônios!

    ResponderExcluir
  10. Eu iria percorrer com a ajuda de todos os anjos possíveis o vale dos anjos e até atravessaria o inferno para poder acompanhar a mulhere que eu amo e com quem deixei meu coração na terra.
    Acompanharia ela em seu fim de trajeto terreno aguardando ansiosamente o momento em que iremos nos reecnontrar para viver intensamente o amor, juntos, no Vale dos Anjos.

    Guilherme
    @ga_zimmer

    ResponderExcluir
  11. Para reencontrar meu grande amor eu entregaria minha sorte aos que coubessem julga-la e voltaria para o plano terreno ao menos uma ultima vez para uma despedida e para avisar que estarei esperando por ela. Assim como naquele filme 'Ghost, do outro lado da vida'!

    Guilherme
    @ga_zimmer

    ResponderExcluir
  12. Eu daria minha morte para estar com ele novamente.
    Flaviakellyr@yahoo.com.br
    @flavia_kelly_

    ResponderExcluir
  13. Contaria com a ajuda de todos os anjos dos vales.
    Tentaria de todas as maneiras convence -lós de que o meu lugar é ao lado da pessoa que eu amo.

    gustavofelipe27@yahoo.com.br
    @guhfeliphe

    ResponderExcluir
  14. “Você morre e vai para o Vale dos Anjos. O que você seria capaz de fazer para reencontrar seu grande amor que ainda vive?”

    Ao menos na literatura e na imaginação para o amor não existem barreiras e sempre há um caminho para se ficar perto de quem se ama.
    Eu lutaria com todas as minhas forças no torneio do vale dos anjos para conseguir me tornar um "anjo" e depois eu "cairia"... Como no filme "A cidade dos Anjos" eu cairia para me tornar novamente uma humana e rever meu amor mesmo que fosse uma última vez.

    ResponderExcluir
  15. “Você morre e vai para o Vale dos Anjos. O que você seria capaz de fazer para reencontrar seu grande amor que ainda vive?”

    A primeira coisa que eu faria seria tentar falar com o Criador. Varreria cada canto do céu em busca de uma maneira de chegar até Ele. E se um encontro pessoal não fosse possível, eu abriria meu coração, em uma oração, e mostraria a dimensão do amor que sinto pelo meu amado, mesmo ciente de que, provavelmente, as regras não seriam quebradas e que, certamente, a resposta viria em forma de conforto para a minha alma, minimizando meu desespero.
    Mas isso não seria suficiente.
    Então, quando eu me tocasse de que os Anjos, em certas situações, podem se aproximar dos humanos, e descobrisse que existe um Torneio no céu para a escolha de uma alma se será elevada a Anjo, eu me prepararia e treinaria até a exaustão para ser a melhor dentre todos os competidores. Terminado o Torneio, eu seria a mais nova Anja do Vale.
    Então eu infringiria as regras para poder cair na tentativa de receber o castigo de voltar a ser uma mortal.
    E se isso não fosse possível? E se não existisse essa condição? E se ao quebrar as regras você simplesmente paga pelos seus erros na forma de Anjo mesmo?
    Bem, então eu vagaria pela superfície da terra, entre o céu e o inferno, onde todas as criaturas se resvalam – anjos, humanos e demônios – na tentativa de romper o tecido da realidade. Ao romper o tecido eu poderia deixar da condição angelical para a humana.
    E se isso também não fosse viável?
    Eu tentaria descobrir uma maneira observando os demônios. Sim. Por amor eu poderia fazer um pacto se fosse necessário. As criaturas do submundo conhecem formas de se apoderar dos corpos dos humanos. Mas que tipo de besta eu me transformaria? Difícil saber.
    E se nada disso fosse possível? E se todas as tentativas fossem frustradas?
    A mim me restaria a opção mais óbvia , porém a mais morosa. Me esforçaria para ser a mais competente Anja do Enterro e aguardaria pacientemente o fim da vida do meu amado, quando da sua velhice. E no seu último suspiro eu estaria segurando sua mão e acariciando seus cabelos brancos. Então eu o ajudaria a fazer a passagem até o Vale dos Anjos e teríamos a eternidade para ficarmos juntos.

    Alessandra

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras