Garota Replay – Tammy Luciano

13/04/2012

GAROTA_REPLAY_1330700714PO que você faria se encontrasse você mesma?

Thizi é uma garota do bem, apaixonada pela vida. Mas, após uma madrugada trágica, sente que tudo à sua volta desmorona. Descobre que Tadeu, seu namorado, beijou uma garota em uma noitada e quebrou o nariz de Tito, melhor amigo de Thizi, quando soube que ele fotografou a prova da traição. Na mesma noite, Tadeu dirigiu bêbado e causou grave acidente, que deixou o amigo Gabiru em coma. Em meio a tanta decepção, Thizi encontra uma Replay de si mesma, uma igual. Agora, não mais a única do planeta, ela se sente a pessoa mais solitária do mundo e precisa entender que só o amor tem o poder de provocar as melhores mudanças. Garota Replay trará reflexões para desvendar os segredos da vida de Thizi. E da sua também...

Fiquei pensando muito em como começar essa resenha… No que falar, no que não falar… Antes de tudo, preciso lembrar que cada pessoa lê um livro de uma maneira diferente. Cada uma interpreta as coisas de acordo com toda a sua bagagem de vida, toda a sua bagagem de leituras e de experiências. E também preciso dizer que não é uma resenha para ser lida pela metade, cortada… Tem pontos que se colocados fora do contexto podem parecer bem diferentes do que são de modo geral. Dito isso, deixa eu tentar colocar em palavras todos os meus sentimentos com o livro…

Thizi é uma garota que vive sozinha, seus pais viajam muito conhecendo o mundo e estão no Brasil somente dois meses por ano para celebrar o natal. Ela mora em um apartamento de frente para o mar na Barra da Tijuca, com todas as despesas pagas pelo pai (ela não precisa nem se dar ao trabalho de pagar pois uma empresa cuida disso), tem uma empregada que a adora como uma filha e é super gente boa, ganha uma boa mesada dos pais e acabou de ganhar um carro novo. Na verdade é a típica garota perfeita, que tem tudo o que qualquer garota gostaria de ter, mas parece que sempre arranja um motivo para se lamentar. Como diria minha mãe “pobre menina rica”.

Bom, até aí tudo bem… Nem sempre gosto das protagonistas e cheguei a achar que minha implicância com Thizi vinha do fato de ela ter tudo tão fácil no Rio de Janeiro enquanto eu estou beirando o ponto de mudar novamente de cidade por nada estar dando certo. Ai acontece o que mais me deu raiva… Em determinado momento da história, Thizi está fazendo uma reflexão sobre os fatos da vida dela e o desgosto veio quando eu li que ela estava trancada no quarto, chorando por dias, achando que estava no meio da maior crise de humilhação do mundo por ter virado assunto na internet. Eu fiquei pensando que o mundo devia estar mais complicado para Tadeu (que apesar da traição, ele estava internado no hospital com risco de perder um rim), que devia estar mais difícil para Gabiru (que encontrava-se em coma) e porque não, talvez mais complicado para Tito que quase perdeu seu nariz… Mas o que pareceu é que na cabeça de Thizi, mesmo ela sendo solidária e se preocupando um pouco com os garotos, parecia que o pior de tudo era ser o centro das nossas redes sociais.

Por favor… No meu mundo, embora acredite que traição é algo sério, importante, ruim e tal, não consigo aceitar que ser traída é pior do que estar em coma. Ok, eu sei que quem conta a história é a Thizi e por isso tentei me colocar no lugar dela e ver que para ela foi realmente ruim ser traída e estar sendo o assunto do dia no twitter, mas espera aí… Ela já tinha sido avisada várias vezes sobre o que Tadeu fazia e tinha sempre preferido acreditar no namorado quando ele dizia que era intriga da oposição. E pensando no livro em geral, fiquei com a impressão de que estar em coma não fosse algo sério.

E foi nesse momento em que pensei “já chega… esse livro não é pra mim”. Acontece que a Tammy Luciano, com a simples pergunta da capa me fez ficar curiosa. Eu queria saber quem era essa tal replay e como isso se daria na história. Eu queria ver onde as coisas iriam chegar e como as coisas iriam se explicar. E a minha curiosidade era bem maior do que a revolta com a protagonista, então, continuei lendo.

Deste ponto em diante, não posso mais falar da história por que seria entregar spoilers demais e são coisas que realmente irão tirar a graça da leitura. O que posso dizer é que não fiquei muito convencida com a tal história da replay até os últimos capítulos, que foram onde as coisas (talvez todas elas) começaram a fazer sentido. Se minha curiosidade não tivesse feito eu ir até o final, teria ficado somente com a impressão de que a Thizi é apenas mais uma garota mimada da Barra e teria julgado o livro somente pelo seu início. Agradeço a minha curiosidade ter feito eu ir além e poder mudar de opinião.

Não… Eu não passei a gostar da Thizi por causa dos acontecimentos no final. Ela não é o tipo de personagem que me marcou. E acabo pensando que apesar de algumas coisas ruins e alguns sofrimentos, as saídas apareceram muito fácil para ela (humm talvez seja novamente minha implicância falando aqui). Mas posso dizer que mudei minha opinião quanto a Thizi do inicio do livro e fiquei feliz que muito do que pensei sobre ela era meio que uma opinião um pouco exagerada. Tadeu também não me convenceu… Nem antes e muito menos depois, mas  isso acaba se justificando quando lembro que é Thizi narrando e só temos a visão dela dos fatos. Tito… Bom, me lembrou de um grande amigo e não sei se gosto de como as coisas aconteceram. Não tem como explicar na resenha, porque teria que falar de que coisas estou me referindo, então seria algo para conversar somente com alguém que já leu o livro.

O fato é que apesar de tudo, de todos os meus desagrados com Garota Replay, eu gostei muito da escrita da Tammy, do modo como ela leva a narrativa. Se não fosse o jeito que ela usou para escrever o livro eu não teria lido até o final e teria o abandonado antes mesmo da metade. Não sei se é possível gostar da narrativa e não gostar muito da história, mas foi mais ou menos isso que aconteceu. Foi meio que gostar do todo mas não gostar de algumas partes. O melhor jeito de explicar seria comparando com aquela pessoa que tem um monte de defeitos insuportáveis e mesmo assim você ama, entendem o que quero dizer?

E aí você deve estar se perguntando se você vai gostar do livro… Eu não sei. Como falei no início, acredito que isso vai depender muito da sua bagagem. O que eu sei é que você deve fazer como eu e dar uma chance ao livro. O que eu sei é que gostei mesmo da escrita da Tammy e isso me fez ficar bem curiosa para ler os outros livros dela.

Aproveitando… Para o pessoal do Rio de Janeiro amanhã terá evento de lançamento do livro. Olha só o convite:

522818_3631539071476_1364115043_3358507_93970344_n

Se tudo der certo, estarei presente e volto para contar como foi o encontro. E tem mais, como recebi dois kits do livro (que tem uma caixa fofa e um espelhinho) e um deles é para sorteio aqui no blog, vou tentar autografar para dar um toque a mais no prêmio.

Lica

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

11 comentários

  1. Eu não estava muito empolgada com esse livro não... Eu até tinha lido umas resenhas, mas algo não me convencia...
    Agora fiquei curiosa... Afinal, se a personagem narradora é tão chata alguma coisa tem que ter para vc não ter desistido do livro...
    Entrou para a lista!!!!

    ResponderExcluir
  2. Eu não estou com a mínima vontade de ler esse livro... Será o último dessa remesa da NC que recebi! O kit é fofo... Mas a sinopse e agora a sua resenha me faz detestar a idéia de ler ele!

    ResponderExcluir
  3. Hummmmm, me parece que esse é o tipo de livro que eu só vou ler se ganhar e quando não tiver nada para ler por aqui...
    Não por nada, mas minha pilha de leituras é enorme e não sei se conseguiria dar uma chance realmente ao livro se a personagem narradora me irritasse...
    Talvez... Mas não sei...

    ResponderExcluir
  4. Sabe... Depois de ler sua resenha fiquei com aquela sensação de que a Tammy Luciano é muito boa. Quer dizer, só assim para fazer com que você odiasse a personagem que narra o livro e ainda assim não desistir e gostar da narrativa...
    Quero muito poder ler o livro. E vi que o kit é lindo *____*

    ResponderExcluir
  5. Não será um livro que esteja em primeiro na minha lista, mas quero ler ele.

    bjks

    ResponderExcluir
  6. infelizmente eu deixo esse pra vcs

    ResponderExcluir
  7. Não acho que será um de meus favoritos, talvez leia em outro momento.

    ResponderExcluir
  8. Ok, esse eu passo, definitivamente, não é o tipo de leitura que me agrada.

    @BobbyDupeaGirl

    ResponderExcluir
  9. Estou bastante curioso para ler o livro, já li críticas positivas e negativas acerca da história e da narrativa. Lendo a sua resenha me parece ser um livro que não necessariamente te prende mas que pode te surpreender e fazer você gostar dele. Espero que isso funcione comigo também. Parabéns pela resenha : )

    @HPJulioCesar

    ResponderExcluir
  10. Já vi opiniões diversas sobre o livro.. pois como você disse depende de cada um e do que trás com a leitura... eu gostaria muito de ler para conhecer.. tomara que eu tenha oportunidade

    ResponderExcluir
  11. Estou curiosa para ler este livro,quero conhecer mais a historia... a Resenha está Ótima Parabéns.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras