Segunda em Preto & Branco #1

09/04/2012

Oi Pessoal…

Antes de mais nada, estou aqui para iniciar uma nova coluna no blog. Esta coluna chega sem muitas pretensões, mas abrindo espaço para falar um pouquinho mais do que a gente gosta e que fica de certo modo esquecido. Temos o hábito de achar que livro novo é livro lançado recentemente, e sei que a maioria pensa assim. Eu particularmente acho que livro novo é livro não lido e por isso pensamos nesta coluna.

Mas a coluna não vai ficar somente na área dos livros… Também não vai ficar somente com um intuito de trazer uma resenha. Além dos livros, tem muitos filmes por aí que vale a pena ser comentados, que fizeram história, marcaram uma época e continuam emocionando até hoje. E este é nosso objetivo aqui. Trazer de volta um pouquinho do Preto & Branco do passado, falar mais sobre o que mesmo estando lá atrás, ainda faz com que a gente se emocione e se encante.

banner-preto-e-branco_8489

Para dar inicio a essa nova coluna eu pensei em vários títulos, mas não poderia começar diferente do que com um clássico famoso do teatro. Como romântica incurável que sou e como aprendi a gostar de ler esse estilo de livro, pensei “porque não trazer a maior história romântica de todos os tempos”? É por isso que resolvi começar com Shakespeare… E claro, com Romeu e Julieta.

100_2620

Todo mundo conhece a história de Romeu e Julieta… Todos já ouviram falar, já leram ou assistiram uma de suas adaptações (seja no palco ou nos cinemas). A história é mais do que famosa, então falar dela em si não seria nenhuma novidade. E o livro que tenho com o texto para teatro de Romeu e Julieta é uma edição antiga, que está manchada, amarelada e ainda tem palavras fora do uso comum, pois a impressão é de 1979… Eu nem tinha nascido ainda e quando ganhei o livro (junto com mais alguns da mesma coleção de livros de teatro) virou meu queridinho…

100_2623

A coleção da Abril Cultural trás vários clássicos do teatro e mesmo não tendo toda a coleção, os volumes que ganhei me foram muito úteis na faculdade de Artes Cênicas. Shakespeare tem dois volumes na coleção, um de comédias/sonetos e um de tragédias com cinco histórias.

O mais difícil de se acostumar na leitura de textos de teatro é que elas não trazem a narração da história. São as falas dos personagens, junto com as marcações de cena, cenário, quem entra em cena, quem sai… O primeiro que li foi muito estranho, mas os textos mais antigos acabam sendo mais fáceis de entender do que alguns mais novos (pois os novos trazem muito mais informação extra do que por exemplo Romeu e Julieta).

100_2624

 

A maior história de amor de todos os tempos não é uma coisa original. Eu sempre fui apaixonada pela história de Romeu e Julieta, mas depois de um tempo, quanto mais eu lia e conforme fui descobrindo textos de teatro mais antigos, descobri que o esqueleto da famosa história de Shakespeare já tinha sido utilizado muito tempo antes. O próprio Shakespeare se inspirou em um conto italiano.

Mesmo assim, é inegável o sucesso que a história fez e ainda faz nos dias de hoje. Muitos autores ainda utilizam a base de um amor proibido entre inimigos, isso quando não usam a própria história de Romeu e Julieta como base, como os mais recentes “Julieta Imortal” e “Como Romeu e Julieta”.

A peça escrita entre 1591 e 1595 conta com romeu e julieta 1968infinitas adaptações no teatro, cinema, música e literatura. E mesmo assim, parece que ainda tem “muito pano para manga”. As mais famosas são as versões de George Cukor de 1936 que levou mais de um Oscar; a de Franco Zeffirelli de 1968 que gerou muita polêmica na época por mostrar os atores nus na cena da lua de mel (detalhe que Olivia Hussey tinha somente 16 anos na época que deu vida a Julieta e isso foi o que mais gerou controvérsias) e a versão de Baz Luhrmann de 2006, que trouxe o romance para mais perto dos jovens ao colocar Leonardo DiCaprio e Claire Danes nos papeis principais.

E os fatos não param por ai… Para não deixar dúvidas que a história ainda pode render muito Verona é a cidade mais próspera do norte da Itália. A cidade atrai cada vez mais casais de namorados por ser conhecida como a “cidade de Romeu e Julieta”. Além de possuir um patrimônio histórico muito bem preservado, Verona ainda conta com um anfiteatro romano, um castelo da Idade Média além da Casa de Julieta. Não existem provas de que os Montechios ou Capuletos tenham morado nela (e se analisarmos as datas nem poderiam uma vez que a peça é do século XVI e a casa começou a ser construída no século XVIII) ainda hoje atrai muitos turistas.

Se Romeu e Julieta existiram ou não, no fundo não é importante. Para qualquer apaixonado, a história é um arquétipo do amor ideal que muitas vezes está longe demais da realidade do cotidiano. E quem não gostaria de viver um amor destemido e sem medidas (e se puder pedir um pouco mais, com um final feliz…) como o de Romeu e Julieta, mesmo que somente em sonho ou durante uma leitura, que atire a primeira pedra.

Lica

 

Fontes: Wikipédia // IMDB

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

8 comentários

  1. Delícia de viver!!!! Mana, eu tenho uma versão um pouco mais nova... a capa do meu é verde... E devorei ele muito antes da facul... mas depois do tio leo (lembra do profiii?) nunca mais peguei ele na mao... quem sabe agora, tendo ele ai no blog, eu me interesse de novo em ler?
    E outra, romeO e juliet não tinham esses nomes mas existiam, segundo um documentario da bbc... e que a história n foi escrita pelo Wil... enfim, uma loucura que virou referencia nos namoros... pra mim, só mais uma história! E ponto!

    ResponderExcluir
  2. Romeu e Julieta s2
    Tem como não ser apaixonada por uma história de amor como a deles????
    Adorei a novidade da coluna =)

    ResponderExcluir
  3. Eu penso que qualquer um que ache Romeu e Julieta o esteriótipo do amor perfeito não bate muito bem... eu gosto da história, já li e assisti várias adaptações, mas não consigo entender como pode ser perfeito...
    Quer dizer... Porque Romeu e Julieta não pediram ajuda aos amigos? Fizeram tudo escondido e acabaram morrendo!!!!
    Outra coisa... Dizem por ai e eu concordo que o amor deles só é eterno porque durou muito pouco tempo. E no fundo é verdade... Afinal, a coisa foi tão rápida que nem deu para ver os defeitos um do outro...
    Enfim...
    Sou romantica mas não a ponto de querer morrer se não tiver o ser amado.

    Adorei a coluna... Esperando pelo próximo post!!!

    ResponderExcluir
  4. Sei que é um clássico, mas não curto muito a obra. Sei lá... Acho o fim tão trágico e sem noção... Mas adorei a nova coluna e o que ela visa proporcionar!!

    ResponderExcluir
  5. Eu sei que a história é de grande sucesso e admiro isso, mas para mim é somente mais uma história.
    Na verdade, perdi o encanto com Romeu e Julieta. Não consigo mais ver romance neles...
    Adorei a nova coluna, curiosa com o que mais vai aparecer por aqui =)

    ResponderExcluir
  6. Nunca li romeu e julieta, mais ja vi muita coisa no cinema e televisão. Tudo que eu vi foi esteriótipo entao? ix, tenho q ler o classico entao né? Adorei essa coluna, muito legal.

    Bjks

    ResponderExcluir
  7. Li apenas uma vez pra fazer um trabalho de lteratura. ate que eh uma historia bacana.

    ResponderExcluir
  8. Olá, gostei muito do livro de Romeu e Julieta, li vários livros com esse título, todos parecidos... Acho que quem gosta de livros românticos é uma ótima escolha!!
    Mais uma outra ótima escolha seria o livro "A CARTUXA DE PARMA" <~~ escritor:Stendhal...
    Gostei muito da coluna!!!
    Beijinhos... >.<

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras