O Livro dos Mil Dias - Shannon Hale

23/02/2014

o-livro-dos-mil-dias-shannon-haleLady Saren ficará sete anos trancada em uma torre. O castigo, imposto por seu pai, é uma resposta à sua recusa de casar-se com o noivo escolhido pela família. Mas seu isolamento não será total, uma vez que Dashti, sua fiel criada, voluntariamente se fará prisioneira para servi-la e fazer-lhe companhia. O silêncio voluntário e as lágrimas constantes de Lady Saren tornam-se parte da dinâmica monótona dos dias. As únicas companhias verdadeiras da miserável criada são o gatinho Meu Senhor e as páginas de um diário. Com a chegada de dois pretendentes da nobre, um deles muito bem-vindo enquanto o outro nem tanto, as garotas serão confrontadas com a esperança e o medo.

52e3a3c8bbefd_bannerlivromildias

Quando eu li a sinopse de O Livro dos Mil Dias (na divulgação que fiz aqui) eu senti um clima de conto de fadas e fiquei bem curiosa com o livro. Assim que ele chegou na livraria eu me encantei com a capa e pensei que seria uma história super fofa já que a capa é tão meiga e lindinha...

Shannon Hale nos trás uma história que me deixou um pouco confusa em alguns momentos mas que contém muita ‘lição’ nas linhas escritas por Dashti. E eu fiquei mais do que contente por ler uma história onde a princesa não é a personagem principal e mesmo não entendendo algumas atitudes de Dashti, foi impossível não se encantar com ela.

“Hoje eu fiquei pensando em todas as pessoas que partiram e nunca retornaram (...). Que estranho e sombrio mundo que engole as pessoas inteiras.” (pág. 116)

Dashti é uma criada com um otimismo de dar inveja. A vida é rude e até cruel com ela e mesmo assim ela ainda se preocupa com Lady Saren e acredita que se a ama está triste é porque ela não é uma boa criada. E o seu jeito de ficar contente com tão pouco? Ela encara o fato de ficar presa em uma torre como se os deuses tivessem sorrido para ela já que ela terá a garantia de sete anos de comida e ainda estará servindo alguém de sangue real.

“Então, comi minha porção e deitei-me para ver as nuvens. Sete anos de comida garantida não compensam ficar tanto tempo sem ver o céu. (pág. 122)

O Livro dos Mil Dias trás uma personagem com um caráter que prevalece mais do que tudo. Dashti é forte, engraçada, carinhosa, cheia de coragem e principalmente fiel. E mais, ela não é a típica garota bonita. É sua alma e seu caráter que a tornam bonita. É claro que ela tem seus defeitos, mas isso não vem ao caso.

“As janelas são os olhos dos Ancestrais. Ter janelas é melhor do que ter comida!” (pág. 162)

E não só Dashti é uma grande personagem. Lady Saren me irritou muito, mas foi muito bom ver seu crescimento durante a história. E o Khan Tegus... Não tenho palavras para explicar o que senti. Ele é maravilhoso e é exatamente o que um príncipe deveria ser – e olha que ele não tem nada de super-perfeito como os príncipes das histórias por ai.

“Como posso descrever o perfume de sua alma? Ele tem um cheiro parecido com canela marrom e seco e doce e quente. Ancestrais, é errado eu saber disso? Escrever sobre isso? É errado eu pensar em deitar minha cabeça em seu peito, fechar meus olhos e respirar seu perfume?” (pág. 200)

Por falar em príncipes... O livro é baseado em um dos contos dos Irmãos Grimm (A Princesa Malvina) e segue o estilo original dos Irmãos – mais obscuro e longe da perfeição criada pela Disney. Melhor ainda ver que a magia presente é somente um toque a mais e não o que conduz a história.

“Isso é o que eu gostaria de poder dizer: Tegus, não encontrarei um homem melhor do que você, não nas estepes, nem em qualquer cidade ou nos desertos dos Oito Reinos. Você é melhor do que sete anos de comida. É melhor do que ter janelas no quarto. É até melhor do que o céu.” (pág. 265)

O mais impressionante? É que eu comecei a leitura pensando que seria um conto de fadas sobre ficar trancado em uma torre por 7 anos e o que aconteceria depois disso... Mas O Livro dos Mil Dias é muito mais que isso. É um livro sobre a escrita e seu poder, sobre contar histórias e em como todo mundo tem uma história digna de ser contada. É um livro que com certeza merece todos os prêmios que já ganhou (foram mais de vinte) e que me deixa contente ao fazer parte dos ‘lidos’ deste ano.Lica

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

6 comentários

  1. Eu gostei da resenha, mas não sei se entendi errado ou não, mas eu não gosto de personagens que tomam patada da vida e ainda assim acham que o erro é seu, embora que a personagem Dashti seja "forte, engraçada, carinhosa, cheia de coragem e principalmente fiel", não sei se leria, pelo menos não por agora!

    ResponderExcluir
  2. Oi Sabrina...
    Posso ter me expressado errado, mas assim Dashti não se culpa pelas coisas ruins que a vida coloca em seu caminho, ela aceita o que acontece com ela e "se vira" da melhor forma que pode sem ficar se lamentando. Ela até fala que não deve ser uma boa criada pois não consegue curar a tristeza de Lady Saren mas eu vi isso mais como uma preocupação do que lamentação como acontece com alguns personagens em outros livros...

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante o ponto de vista desse livro. Fiquei encantada em ler os trechos citados por você e em conhecer Dashti. Muito legal a estória. Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oi Lica, eu também adoro conto de fadas, mas este não me despertou a atenção, eu achei a história meio meio infantil ...

    ResponderExcluir
  5. Que capa fofa! E com um toque de conto de fadas? E dos Irmãos Grimm? Como é que eu não li ainda?

    ResponderExcluir
  6. olha quando eu vi este livro só comecei a ler para passar o tempo e pensei que não ia passar de um paragrafo mas quando eu vi já tinha lido umas 7 paginas achei interessante vou ler ainda mas pelo o que vc disse parece realmente ser maravilhoso

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras