Azul é a cor mais quente – Julie Maroh

14/02/2014

1924664_10200654756330723_1794002802_n

Clementine é uma jovem de 15 anos que descobre o amor ao conhecer Emma, uma garota de cabelos azuis. Através de textos do diário de Clementine, o leitor acompanha o primeiro encontro das duas e caminha entre as descobertas, tristezas e maravilhas que essa relação pode trazer. Em tempos de luta por direitos e de novas questões políticas, "Azul é a Cor Mais Quente" surge para mostrar o lado poético e universal do amor, sem apontar regras ou gêneros.

 

Mais do que uma história sobre uma garota que se descobriu homossexual e de como pode ser a vida após essa descoberta, Azul é a cor mais quente é uma história sobre amor.

1932372_10200654754730683_609260518_n 

Sensível e bonito, sem precisar de muitas falas, sem precisar de recursos mirabolantes. A mensagem clara é que o amor é o amor, que não escolhemos quem amar e que não há nada de errado com isso.

1797566_10200654756130718_194404526_n

Tocante... Comecei a leitura com lágrimas nos olhos e foi do mesmo modo que terminei, querendo conhecer mais o trabalho de Julie Maroh e tendo a certeza de que a partir de agora indicarei mais e mais este quadrinho.

1901695_10200654755930713_765384688_n

E complicado falar sobre um quadrinho já que não estou acostumada a ler e nem escrever sobre o assunto. Mas posso dizer que me encantei com o trabalho, em como tudo foi desenhado – com os traços me fazendo sentir a história sem precisar de muitos legendas. Mesmo a cena de sexo está desenhada de forma incrível e sem nada de agressivo.

1794804_10200654755690707_1708945497_n

E tem mais... Eu conheci o quadrinho por causa da procura por ele lá na livraria. E depois de ler, em minhas pesquisas na internet fiquei sabendo que tem um filme francês (que inclusive ganhou a Palma de Ouro em Cannes) e tem uma postagem muito legal sobre o filme que vale a pena ler aqui, no Escreva Lola Escreva.

1896933_10200654755170694_326088573_n

Foi meu primeiro quadrinho – depois de anos sem ler Turma da Mônica – e posso dizer que adorei ter começado assim. Uma história de amor é sempre linda de se ler, independente de que forma ela for. Então, fica a dica ;)Lica

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

7 comentários

  1. eu vi o filme e me apaixonei pelas personagens srsrsrs
    quero mto ler o quadrinho, sou apaixonada por HQ's *---*

    http://torporniilista.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. A estória deve ser realmente emocionante. Não conhecia, mais vou procurar ler. Gosto de temas deste tipo, sempre tem algo a nos dizer. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Também não costumo ler quadrinhos, comprava bastante turma da Mônica e Turma da Mônica jovem rsrs
    Ainda não conhecia esta estória e fiquei muito interessada, parece ser mesmo bem emocionante! :)

    ResponderExcluir
  4. Gostei, apesar de fazer eras que nao leio quadrinhos, acho que sou a unica pessoa que ainda nao leu nenhum livro homosexual ainda.


    xx

    ResponderExcluir
  5. Não sou muito de quadrinhos desde que parei de ler na infância, não sabia que o livro era um quadrinho, já tinha ouvido falar do filme e até vi umas fotos, sabia que o filme havia sido inspirado em um livro, mas não tinha ideia de que era um livro de quadrinhos. Achei muito interessante, não é sempre que se encontra esse tipo de livro com conteúdo mais adulto, e realmente a estória de amor deve ser linda!

    ResponderExcluir
  6. Oi Lica. Eu não sabia que tinha esta história em quadrinhos, só sabia do filme, que tá super comentado.
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Gostei do traço ao autor, e por ser a primeira resenha que leio dele, gostei. Vou procurar mais detalhes.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras