Sessão de Terapia - Jaqueline Vargas

10/09/2014


'Sessão de Terapia' traz o relato secreto de Theo Cecatto - seus pensamentos, suas fobias e os acontecimentos antes e depois de cada sessão. É um diário emocional de tudo o que aconteceu com ele enquanto Júlia, Breno, Nina, João e Ana estavam em terapia. Aos 56 anos, dono de uma carreira sólida na psicologia e com um consultório lotado de pacientes, ele se encontra em uma dupla crise. Seu casamento de décadas parece um campo minado. Fora isso, o trabalho, que sempre foi tudo para ele e seu maior aliado para fugir dos problemas, se tornou um fardo insustentável.


Olá povo leitor e amigo, tudo bem? Então, hoje vim falar de um livro que eu queria ler há muito tempo, o Sessão de Terapia. Fiquei muito feliz por que ganhei esse livro de presente da minha irmã Juliana, que visitou o Estande da Arqueiro na Bienal do Livro deste ano. Sem dúvidas, ela acertou em cheio.

Não sei se vocês acompanham, mas eu sou fissurada pela série homônima no canal do GNT, e talvez, por eu também fazer terapia, foi o motivo de eu gostar tanto do assunto. 
Cabe dizer que o livro foi inspirado na série, e que a série (pelo menos a primeira temporada) foi adaptada de uma série Indiana. 

Vamos ao que interessa então: o livro trata-se da visão do Terapeuta Theo em relação aos seus pacientes. Sempre vemos o terapeuta como aquela pessoa inabalável, porém, nesse livro, ele revela que eles são tão humanos como seus pacientes. De certa forma, ele se sente como um de seus clientes, tanto que procura Dora, sua supervisora de Terapia, a qual ele guarda um rancor enorme. 
Cada dia é de um paciente, e o livro é dividido por semanas. São nove semanas em que Theo nos brinda com as angústias de cada um de seus clientes. 

Na segunda-feira temos Júlia, uma mulher linda de 35 anos, que está com o que chamamos na psicologia de transferência erótica por Theo, porém, ele também tem sentimentos por ela e se crê apaixonado. Mas o que fazer? Não é ético e nem permitido apaixonar-se por pacientes, segundo os dogmas e segundo a orientadora Dora. O terapeuta passa por uma crise familiar, o que acentua ainda mais seus sentimentos pela paciente. 

Terça-feira é dia de Breno, um atirador de elite cheio de razão e super orgulhoso, porém, que matou uma criança inocente em uma ação numa favela. Todos o julgam como assassino, porém, há os dois lados: ele matou a criança por conta do resvalo da bala, mas também, matou o traficante mais procurado pela Polícia. As sessões de Breno são sempre carregadas de muita dualidade e dúvida sobre quem é ele mesmo. 

Quarta-feira é o dia de Nina, uma menina de 17 anos, ginasta campeã Brasileira e Mundial. Nina sofreu um acidente, e está em busca de Theo para que ele escreva um relatório ao seguro dela, dizendo que ela não tentou se matar nesse acidente, mas para isso, Theo a convence de que precisa a conhecer melhor para escrever o relatório, e durante as nove semanas, ela mesmo descobre coisas nela que seriam inimagináveis.

Quinta-feira tem terapia de casal, Ana e João. Ele, um artista fracassado, ela, uma publicitária bem sucedida. Um jogo de egos e um problema: depois de tentarem anos e anos, Ana finalmente está grávida, mas não deseja mais ter o filho. Eles vão à terapia para decidir se devem abortar ou não. Mas isso é só a raspa da casquinha povo, há muito mais em jogo do que a vida de um bebê.

Sexta-feira é dia de Theo encontrar Dora, para a supervisão de seus pacientes. Theo, às vezes, sente-se mais perturbado que as pessoas de que trata, e Dora parece a salvadora dele. Mas como o passado dos dois traz uma história forte, muitas vezes, o terapeuta resiste às opiniões dela, e se pergunta se ela está mesmo certa.

Sem dúvidas, um livro tão ótimo quanto à série, cheio de amor, angústias, sexo e dúvidas. Digo que esse livro nos leva a encontrar o nosso maior medo: nós mesmos. Indico a leitura pra todos que se interessarem em deitar nesse divã, ou melhor, sentarem nesse sofá.

Ressalto ainda que a Arqueiro está de parabéns pela diagramação do livro, que contém imagens dos bastidores da série. Deu um toque a mais. A diagramação apresenta também os rabiscos das notas de Dora, a supervisora. Dá um clima bem especial!

Por hoje é só!  Abraços!

Sou a Fabi.... blogueira, escritora e eterna sonhadora!

Que tal conferir também...

19 comentários

  1. Não faz meu estilo de leitura mas depois de ler sua resenha fiquei curiosa e quem sabe um dia leia o livro.
    Acho tão legal quando as editoras capricham nas edições dando toques especiais :)

    ResponderExcluir
  2. Eu acompanho o seriado de Sessão de Terapia, mas não tenho interesse no livro apesar da ótima resenha... sei lá, acho que não teria a mesma emoção do seriado.

    ResponderExcluir
  3. Uma excelente Série de TV, que me surpreendeu pela qualidade. E o livro, como foi escrito, complemente as questões que ficaram abertas na série. Ainda quero ler, com certeza... Ricardo Brandes

    ResponderExcluir
  4. Gente, em que mundo eu vivo que nunca vi essa série na tv ? Quando comecei a ler ja ia te escrever que não é meu estilo de leitura, mas, ao terminar sua resenha, mudei completamente de opiniao. Sabe, eu sempre fiquei pensando como terapeutas conseguem lidar com esse peso que é o problema dos pacientes dele.

    ResponderExcluir
  5. Super interessante, quero muito ler, já que pretendo fazer psicologia não tá muito longe da minha área, vou ver se encontro a série pra assistir também já que não conhecia nenhum dos dois!

    ResponderExcluir
  6. Oi Fabi, confesso que quando comece ia ler a resenha eu pensei que era bobeira, um livro chato, mas agora no final eu fiquei super interessada! Fiquei pensando como seria uma sessão de terapia comigo mesma

    ResponderExcluir
  7. Agora fiquei preocupada e me sentindo um bicho do mato, pois nunca tinha ouvido falar deste programa rsrs,
    mas o lviro parece ser muito bom para quem assistia ou gosta/curte o assunto, fiquei curiosa e vou dar uma olhada no seriado, no livro acho que não leria..eu gosto de romance/policial/..tem certos assuntos que não funcionam comigo em livro,
    beijos.

    ResponderExcluir
  8. Já vi a série na tv, mas confesso que achei entediante ahhahaha
    Mas como ultimamente esse tipo de livro vem me chamando muita atenção, pode ser uma boa a leitura dele. Diferente de assistir o seriado.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Não gostei muito do estilo deste livro. A história pode até ser interessante, mas não me chamou atenção e nem me cativou. Vou deixar pro próximo. Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Oi Gabi!
    Não conhecia o livro nem a série da GNT pq não tenho TV a cabo.. Apesar da premissa ser super interessante no momento não leria o livro, mas quem sabe mais pra frente quando meu estilo mudar eu leia.. Mais acho que uma ideia ótima para dar de presente para uma amiga minha que faz psicologia. Quem sabe ela não passa a gostar de ler por ai... Obrigada pela dica!
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Só tive conhecimento da série, depois do lançamento desse livro. O que achei interessante é que esse livro foi originado da série, e não ao contrário. Me interesso muito por essa temática de terapia, e achei que essa "seleção" de pacientes está bem diversificada. Pretendo ler/assistir muito em breve.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  12. Deve ser um livro cheio de relatos sobre problemas enormes que nos fazem pensar sobre os nossos próprios problemas, porque todo mundo tem coisas que nos deixam tristes e temos vontade de buscar conselhos com os outros.
    fro_thielly@hotmail.com

    ResponderExcluir
  13. Não sabia que tinha série e esse livro não me conquistou, mas depois da sua resenha vou ver se leio ou assisto pq parece ser ótimo.

    ResponderExcluir
  14. O livro parece até ser bom, mas confesso que não tenho interesse nele. Não é o tipo de livro que eu costumo ler. Eu já até tentei assistir a série, mas também não gostei. Então esse eu passo =/
    Bjss

    ResponderExcluir
  15. Eu assisito essa série e é ótima... Adori a abordagem que eles deram a trama.. A 1ª temporada me conquistou totalmente... Não sei se leria o livro, mas vou continuar a ver a série...Sucesso total.

    bjs

    ResponderExcluir
  16. Não é exatamente meu estilo de leitura mas assisti um episódio da série e fiquei bem curiosa. Agora com a sua resenha vou procurar saber mais da série e até colocar o livro na lista de leitura. Vai ser bom ler algo diferente para variar um pouco.

    ResponderExcluir
  17. Nunca vi a série e realmente não faz muito meu estilo esse tipo de livro, mas é sempre bom dar oportunidade e ver se eu não gosto não é? :)

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras