A namorada do meu amigo - Graciela Mayrink

03/09/2014

Quando voltou das férias de verão, Cadu não imaginava a confusão em que a sua vida se transformaria. Era para ser um ano normal, mas ele entrou em uma enrascada e está correndo o risco de perder a amizade do cara mais legal do mundo. O que fazer quando a namorada do seu amigo vira uma obsessão para você? Os churrascos da turma da faculdade talvez ajudem a esquecer Juliana, e, se depender do esforço do divertido Caveira, não faltarão garotas gente boa para preencher o coração de Cadu. Mas não adianta forçar... Quem consegue mandar no coração? Alice, a irmã de Beto, é só mais uma das dores de cabeça que Cadu tem que enfrentar. A vida inventa cada cilada!

*****

Olá povo leitor, tudo bem? Hoje vim falar do livro "A namorada do meu amigo", da editora Novo Conceito. Primeiramente, eu me apaixonei pela capa, já que é bastante sugestiva e permite ao leitor imaginar a situação que ele enfrentará ao se confrontar com esse triângulo amoroso. Eu fiquei muito na expectativa para ler o livro, já que todos nós já passamos por aquela situação com nossos amigos: " Você não pode ficar com ele, por que eu gosto dele... etc....!".

Mas como dizem por aí, a gente não manda no coração, não é mesmo? Cadu, Beto e Caveira são amigos desde a infância, tempo em que eram azucrinados pela chata Juju, que insistia em ser o quarto mosqueteiro da turma, mas claro, naquela época, meninas não tinham vez . Morando em uma pequena cidade, todos estudam e vão levando suas vidas, porém, ao voltar de férias, Cadu encontra uma Juju mudada, linda e cheia de vida, bem diferente daquela garota que havia se mudado há anos atrás.

Posso afirmar que foi amor à primeira vista, e tudo estaria bem se não fosse por um detalhe: Beto está namorando a Juju. É então que começa um desenrolar bastante típico da adolescência: quem tocaria o melhor amigo por uma garota? O que é certo e o que é errado? O que Cadu poderia fazer para evitar essa situação?

Cadu se apresenta como um moço muito desejado, inteligente e respeitoso. Na tentativa de esquecer Juju, ele fica às voltas com Alice, irmã de Beto. Acontece que Beto fez um pacto com os meninos: nem Cadu e nem Caveira poderiam ficar com as irmãs dele. Nesse ponto, me senti incomodada. A Insistência de Beto é tanta nesse ciúme que a narrativa fica muito repetitiva, tornando o enredo chato. Parece que tudo fica muito previsível e tudo o que o leitor imagina acaba acontecendo.

A narrativa é cheia de diálogos curtos e diretos, o que faz com que o livro flua, porém, pelas falas serem extremamente rasas, os leitores mais velhos vão ficar um pouco decepcionados, esperando que Cadu se aprofunde mais nesses sentimentos e até, que filosofe um pouco sobre o que valeria a pena ou não. Cheguei a pensar que Cadu era sim um bobo, e que Beto, um idiota de marca maior, sem contar que Caveira chega a ser nojento em certas partes, só falando de caçar mulher.

Eu esperava mais desse livro, como grandes conflitos sentimentais, de forma mais física, de forma que o leitor realmente se pusesse entre a dualidade dessa situação, e não simplesmente escolhesse um lado, como foi que aconteceu desde o início. Acho que para leitores entre 13 a 16 anos, o livro cai muito bem, já que é uma fase em que ficamos mais mexidos entre a amizade e o amor, mas para acima disso, não vejo uma leitura que agrega valor.

Claro, isso é uma opinião minha, e se talvez, eu estivesse lendo o romance em outra época, eu me sentiria mais empolgada ao ler sobre o assunto e da forma como ele foi explorado. No mais, parabenizo a editora pela diagramação bem feita, com bom espaçamento, tamanho de letra e intervalos nas páginas.

Obrigada pessoal! E até a próxima!


Sou a Fabi.... blogueira, escritora e eterna sonhadora!

Que tal conferir também...

21 comentários

  1. Eu estou muito ansiosa pra ler esse livro, tenho o primeiro livro da Graciela desde antes da Novo Conceito lançar, e adoro, foi meu primeiro livro de escritora brasileira que amei e recomendei e tudo mais pras amigas, super leve e divertido, e com esse acho que não vai ser mesmo diferente, não sei se você já tinha lido o livro anterior dela, por isso talvez esperasse um pouco mais, mas como eu já conheço a autora, sei dos seus diálogos curtos e diretos sem muita enrolação acho que vou levar numa boa, e fora que adoro ler estórias com adolescentes brasileiros, tipo, super me identifico, as girias, o modo de falar, acho muito legal isso!

    ResponderExcluir
  2. Hummmm... Eu nunca passei pela situação de gostar do namorado da amiga - no meu caso eu sempre gostava do mesmo cara que uma amiga ou então de um amigo :/
    Mas tenho a impressão de que esse não é mais meu tipo de livro, que estou em outro tipo de literatura...
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Olá.... acho que é isso mesmo, talvez esse não seja mais o meu tipo de leitura, por isso fiquei frustrada.... mas claro, tem quem goste! :)

    ResponderExcluir
  4. Oi Fabi, eu estava achando que esse livro tratava de uma mistura de sentimentos, coisa mais adulta. Porque não precisa ser jovem para se apaixonar pela namorada do amigo, mas precisa ser maduro para lidar com isso. Pena que foi superficial. Talvez seja por isso, estamos acostumadas com romances com mais sentimentos.

    ResponderExcluir
  5. Minha sorte é que minha amiga e eu não temos o mesmo gosto para homens!
    Eu tmb já peguei livros que poderiam ser mais ecléticos na faixa etária e que se mostram chatinhos de ler... Pelo que você escreveu, eu odiaria e ataria fogo! ;)

    ResponderExcluir
  6. Bom, a sinopse deste livro nunca me chamou a atenção - pra falar a verdade, achei boba e infantil - e a sua resenha só veio a confirmar isto. Ando meio cansada desses drama bobos de NA.

    ResponderExcluir
  7. Oi Fabi, não fiquei muito animada com esse livro, agora lendo essa resenha fiquei meno ainda. não gosto muito dessa coisa de triangulo amoroso, ainda mais quando bota a amizade no meio.

    ResponderExcluir
  8. Eu confesso que tenho curiosidade pelo livro, mas assim como você comenta se tivesse lido o livro em outro tempo teria curtido mais ele, eu acho que não vou gostar tanto, pois estou acostumada a ler livros mais adultos e este soa muito adolescente,
    e é uma pena os dialogos serem tão pobres, acho que é para um publico mais jovem, dai os dialogos pequenos, adolescente geralmente quer coisas mais rapidas rsrs, uma pena o livro não ter agradado tanto,
    beijos.

    ResponderExcluir
  9. Eu ainda não conhecia o livro, mas já fiquei bem interessada nele. A história parece ser bem clichê, mas mesmo assim eu adoro! Eu também gosto quando um livro traz a história de vários personagens, não só a do protagonista. Só é uma pena que você esperava mais :/
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Achei a história muito fraca e sem grandes atrativos. Estava com grandes expectativas com este livro e me decepcionei legal. Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Eu achei a capa linda... Mas ao ler a sua resenha fiquei um pouco desanimada com essa leitura... confesso que imaginava uma história completamente diferente...

    ResponderExcluir
  12. Oi Fabi!
    Ainda não li esse livro da Graciela... Mas quando você começou a falar desse livro me lembrei muito do outro livro que ela lançou até te encontrar, que senti os mesmos sentimentos que você sentiu nesse :/ Acho que isso já é da própria autora apesar de serem histórias ótimas não há uma profundidade e algumas vezes o livro fica chato com a repetição da mesma coisa :/
    Mas leria ele pra prestigiar uma autora nacional que está tentando :)
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Apesar de achar a premissa bem clichê, eu até que leria esse livro, pois foge um pouco de duas meninas "disputando" o mesmo garoto, para dois garotos disputando a menina. Uma pena que não rolou essa profundidade, mas acho que pode ser um bom livro apenas pra passar o tempo.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  14. Achei a capa engraçada e realmente nos induz a historia já, mas os clichês tem que surpreender, se aprofundar em outros temas além da historia proposta, também explorar outros personagens, nos envolver mais na historia e nos fazer pensar em outras coisas além do triangulo amoroso.
    fro_thielly@hotmail.com

    ResponderExcluir
  15. Eu já li outro outro livro da autora e fiquei decepcionada. Depois a autora me falou sobre seu novo livro e eu ainda pensei "Talvez seja um bom livro" E depois da resenha creio que não vou gostar outra vez, porém vou dar uma oportunidade.

    ResponderExcluir
  16. Eu li e gostei bastante de Até Eu Te Encontrar e não via a hora de conferir esse novo livro. Mas agora já estou desistindo de ler ele, por não ser tudo o que você esperava e pela faixa etária que você falou...
    É uma pena né, o livro parecia tão bom...
    Bjss

    ResponderExcluir
  17. Oi Fabi, tudo bom??? Quando vi a cpa desse livro ficou curiosa e esperei as resenhas pq tinha medo de ser muito clichê e não me agradar.....E pelo que pude ver em sua resenha e em outras, realmente ocorreu o que temia, não é uma trama que me interessa ler...Pelo visto, agradará mais aos adolescente. Eu adorei sua resenha ,ela ficou bem construída, parabéns...

    ResponderExcluir
  18. Eu curto esse tipo de livro e sempre procuro dar uma chance antes de julgar e tal, mas nesse caso acho que vou passar... Essa não é a primeira resenha que não é muito positiva do livro, então fica para a próxima...

    ResponderExcluir
  19. Eu achei que o livro ia ser lindo, gostei da capa e da sinopse, mas é que nem vc msm disse, e voltado para um público mais jovem e por vezes isso não nos agrada por ser meio superficial, uma pena.

    ResponderExcluir
  20. Eu já não tinha me atentado muito para o livro, agora acho que desisti de vez. Não por nada, mas estou em outro momento de leituras e que não parece ser desse estilo.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras