Por Toda a Eternidade - Kristin Hannah

13/11/2014

"Tully Hart é uma mulher ambiciosa, movida por grandes sonhos que, na verdade, escondem as lembranças de um passado de abandono e dor. Ela acredita que pode superar qualquer coisa ao esconder bem fundo os sentimentos de rejeição que carrega desde a infância... Até que sua melhor amiga, Kate Ryan, morre. Então, tudo começa a mudar para Tully, que se vê escorregando em um precipício cheio de memórias melancólicas e remédios para dormir... Dorothy Hart — ou Cloud, como era conhecida nos anos 1970 — está no centro do trágico passado de Tully. Ela abandonou a filha repetidas vezes na infância. Até que as duas se separaram de uma vez por todas. Aos dezesseis anos, Marah Ryan ficou devastada pela morte da mãe, Kate. Embora seu pai e seus irmãos se esforcem para manter a família unida, Marah transformou-se numa adolescente rebelde e inacessível em sua dor. Tully tenta aproximar-se de Marah, mas sua incapacidade para lidar com os sentimentos da afilhada acaba empurrando a menina para um relacionamento infeliz com um rapaz problemático. A vida dessas mulheres está intimamente ligada, e a maneira como elas vão rever seus erros e acertos constrói um romance comovente sobre o amor, a maternidade, as perdas e o novo começo. Onde há amor, há perdão..."


Esta é a continuação da história do livro Amigas Para Sempre e me surpreendeu com a temática mais espiritualizada da vida de Tully. Já explico por que foi tão surpreendente...

Quero dizer primeiro, que o primeiro livro é comovente, é sensível e romântico. com algumas questões sobre amor, paixão e amizade que a gente pode encontrar ao nosso redor. Coisas com as quais a gente se identifica por ser palpável. O segundo livro mostra o que aconteceu depois do incidente com sua melhor amiga que muda radicalmente o rumo dos acontecimentos na carreira bem sucedida de Tully, nossa protagonista.

Se no primeiro você se identifica com ela ou com Kate, com a parte da superação, no segundo a gente dá de cara com uma fuga. Uma fuga literária, devo dizer. A autora, introduz Kate na trama de forma fantasmagórica, como uma voz da consciência para Tully. Então você, que como eu estava conectada com a vida delas, comovida com os acontecimentos, rompe o fio. Oras, mexer com a crença das pessoas é algo complicado. Ter a melhor amiga falando com você durante seu coma não é algo que acontece todo dia. Não contente por fazer isso conosco, a autora faz com que Tully tente assumir o lugar da amiga em tudo que pode e assume uma postura fora do seu contexto como personagem.


Sim, eu sei que as pessoas mudam e que dependendo do grau de comprometimento com as tragédias, a pessoa pode não só virar a página, mas mudar de livro! Sei que esta metáfora é um pouco antiquada, mas me serve muito bem neste caso. É a continuação de uma história, num segundo livro, com as mesmas personagens, onde todas tiveram que lidar com uma perda muito importante e todos viraram outras pessoas. A personalidades de todos os personagens apresentados no primeiro livro são reiniciadas e tudo parece confuso e distante, assim como minha resenha...

Kristin continua com uma bela escrita, com descrições de sentimentos genuínos que te fazer rir e páginas depois chorar, mas no contexto geral nos perdemos e a conexão se perde totalmente depois do capítulo 24! O desfecho é comovente, só que não é envolvente e quando a gente não se envolve totalmente com os acontecimentos de uma trama fica um sentimento de vazio. Mesmo com todas as reviravoltas de Tully para compreender a afilhada que tanto ama isso fica em segundo plano, nada fazia muito sentido pra mim.

Minha surpresa foi justamente esta, ver esta relação entre as amigas com Kate sendo apresentada quase como uma amiga imaginária, uma psicopatologia, que faz com toda a dor da perda se transforme em ilusão para uma superação superficial, para não encarar a dor de frente, conseguem me entender? Fiquei frustrada. Uma história tão linda ficou tediosa...

Se algum de vocês já leu este livro, deem sua opinião, afinal de contas cada história conversa com o leitor de formas diferentes baseado nas suas experiências. Vamos trocar figurinhas!!!! Talvez eu consiga compreender o que a autora quis nos proporcionar olhando por outros ângulos, com diferentes pontos de vista.

Até mais!

Que tal conferir também...

13 comentários

  1. Gisele!
    Nossa! Primeira vez que leio uma resenha que fala tão escrachadamente sobre o que acontece realmente no livro. Até agora só lia que fala sobre uma amizade profunda, mas nunca ouvi dizer que era imaginária.
    A verdade é que os livros da Hannah são cheios de drama. Agora mesmo estou lendo O Lago Mystic e adorando, mas como não li ainda por Toda Eternidade, não posso saber.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  2. Oi,ainda não li o primeiro livro. Confesso que a história não chamou minha atenção.
    Pena que você não curtiu muito esse segundo livro. Realmente é bem chato quando não nos sentimos envolvidas com a trama.

    ResponderExcluir
  3. Não li o primeiro e não pretendo ler a continuação... a historia não me chamou atenção. Li muitas resenhas e sempre me afasto mais de uma possível leitura... e você disse que o livro é tedioso então tenho cada vez mais certeza de que nada iria me agradar.

    ResponderExcluir
  4. Não li o primeiro livro e acho que nem vou chegar a ler já que não faz muito o meu tipo de livro, mas quem sabe eu mudo de ideia.

    ResponderExcluir
  5. Oi Gisele, talvez por não ter lido o livro 1, não tenha tido estes problemas que você teve com a leitura. Este livro me emocionou e eu gostei muito da história. Acho que a autora mostrou como cada um enxerga diferente a dor de perder alguém.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Gisele.

    Eu tenho visto boas resenhas dos livros da Kristin HannaH e tenho visto péssimas resenhas, teve pessoas que até abandonaram o livro da escritora. Com isso eu te falo de coração que tenho um pé atrás com ela. Mas acho também que devo ler algo e realmente tirar minhas conclusões; Espero em breve fazer isso. Fico contente de saber que curtiu a leitura. Irei pesquisar a respeito do primeiro livro.

    Até mais.

    ResponderExcluir
  7. Esse é um livro que me ganhou completamente pela capa, que coisa mais linda!!!!
    Vejo muitas pessoas falando que o livro tem tanta enrolação que a gente acaba perdendo o interesse no livro.
    Acabei de descobrir que tem um livro antes deste e vou procurar saber mais sobre ele

    ResponderExcluir
  8. Bem triste logo o começo do livro, com morte, por ser um livro do tipo com tramas e dramas, eu particularmente amo livros do gênero, me fazem repensar bastante sobre algumas coisas... Pessoas que gostem de sofrer com as leituras ->Prazer eu.
    Beijos Gisele, ThaynáQ.
    A capa é maravilhosa

    ResponderExcluir
  9. Que capa linda!! Meu deus! Achei a historia otima, perfeita aliais!
    Gosto deste genero, eu esta historia parece ser bastante marcante!
    Então simplesmente curti muito

    ResponderExcluir
  10. OI Gi, nao li nenhum dos dois livros ainda, mas Amigas Para Sempre esta na minha lista faz tempo, agora por Toda a Eternidade eu nao sei o que te dizer. Se be mque bom ou ruim, não consigo ficar sem ler as continuações.

    ResponderExcluir
  11. Oi, eu ainda não li o primeiro livro, mas estou com ele aqui,
    e fico me enrolando pois acho que ele é triste...e fico deixando para depois,
    acho legal quando a autora quer nos mostrar outro lado para a mesma historia,
    espero gostar do primeiro, quem sabe eu leia esta também
    beijos.

    ResponderExcluir
  12. Ainda não li nenhum livro da autora, mas sei que ela adora rasgar os corações dos leitores. Pelo que vi, tudo ia correndo bem, até chegar no desfecho do livro. Uma pena que houve esse momento tedioso, e a pena maior é que foi justamente com o desfecho.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  13. Não sabia que era continuação de Amigas Para Sempre e ainda não tive a chance de ler nenhum dos dois infelizmente, li a resenha meio por cima pra não pegar spoiler mas não teve jeito.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras