Reconstruindo Amelia – Kimberly McCreight

14/11/2014

10731043_10201999923239055_3680716758812657867_nKate Baron, uma bem-sucedida advo­gada, está no meio de uma das reuniões mais importantes de sua carreira quando recebe um telefonema. Sua filha, Amelia, foi suspensa por três dias do Grace Hall, o exclusivo colégio particular onde estuda. Como isso foi acontecer? O que sua sensata e inteligente filha de 15 anos poderia ter feito de errado para merecer a punição?
Sua incredulidade, no entanto, vai aos poucos se transformando em pavor ao deparar, no caminho para o colégio, com um carro de bombeiros, uma dúzia de policiais e uma ambulância com as luzes desligadas e portas fechadas.
Amelia está morta.
Aparentemente incapaz de lidar com a suspensão, a garota subiu no telhado e se jogou. O atraso de Kate para chegar a Grace Hall foi tempo suficiente para o suicídio. Pelo menos essa é a versão do colégio e da polícia.
Em choque, Kate tenta compreender por que Amelia decidiu pôr fim à própria vida. Por tantos anos, as duas sempre estiveram unidas para enfrentar qualquer problema. Por que aquele ato impulsivo agora?
Suas convicções sobre a tragédia e a pró­pria filha estão prestes a mudar quan­do, pouco tempo depois do funeral, ela recebe uma mensagem de texto no celular:
Amelia não pulou.
Alternando a história de Kate com registros do blog, e-mails e posts no Fa­cebook da filha, Reconstruindo Amelia é um thriller empolgante que vai surpreender o leitor até a última página.

281871_10201999924239080_8170275321433214427_n

Sabe quando você Vê uma capa e as duas frases que ela contem te dizem que você precisa ler o livro? Foi isso que aconteceu comigo. Logo depois, li a sinopse e pensei “sim, eu preciso desse livro!” E foi assim que Reconstruindo Amelia entrou na minha lista de leituras...

Com as expectativas lá no alto comecei a leitura e... foi impossível não me decepcionar. São tantos segredos, tantas pontas soltas e tanta coisa que poderia ter sido diferente que me vi lendo as páginas e dando voltas e mais voltas apenas para descobrir quem matou Amelia.

10414469_10201999922359033_8216378665603516131_n

Talvez um pouco da minha decepção tenha começado com o clima Gossip Girl que tem no livro. Sim... Existe um blog na história, o “GrAcIoSaMENTE”, que é só de fofocas sobre os alunos populares da escola de Amelia. Super GG e como eu acho a série chata e tal já fui logo julgando e comparando. Mas preciso dizer que acho que esse é um ponto interessante que quem curte o estilo GG vai gostar em um livro que tem um mistério bem maior do que quem é que posta no blog.

10380305_744798722239249_8813949719716156938_n

E tem ainda o fator de Kate aparecer como uma super mãe, mesmo sendo solteira e trabalhando muito e aparentemente nunca estando em casa direito por causa de reuniões e blábláblá... Além do mais, Amelia é uma super filha, assim Kate a vê. Só que nem tudo é o que parece e Amelia se mostra apenas mais uma adolescente nerd ao estilo Gossip Girl. Eu realmente queria ter gostado dela, mas ela não me convenceu em muitas de suas atitudes.

reconstruindo amelia

Pessoal, não me entendam mal... Eu acho a série chata mas ela cumpre seu enredo. Não tenho nada contra quem gosta e muito menos quero diminuir o trabalho de Cecily von Ziegesar, até porque eu não li os livros. Só que vamos combinar... Reconstruindo Amelia não era para ser um livro sobre adolescentes ricos em uma escola rica que tem tudo o que querem – ou que fazem qualquer coisa para isso. A premissa do livro é sobre uma garota que cometeu suicídio se jogando do telhado mas que na verdade pode ser um assassinato. Entenderam o motivo da minha comparação? Entenderam o porque eu não curti? Poderia ter sido tanta coisa... Poderia ter ido para tantos caminhos...

kit amelia

A Arqueiro fez um kit super legal para o livro... A caixinha é linda – embora ela não tenha resistido bem o trajeto com os correios e chegou amassadinha, but who cares??? O botton é fofo, o ‘folheto’ me deixou super empolgada para ler e a capa é realmente linda. O trabalho de diagramação e revisão está muito bom,a fonte tem um tamanho ótimo e a folha e isso é uma coisa que não poderia deixar de falar.

reconstruindo amelia01

Outra coisa... Se você é do tipo que gosta de um mistério com vários pontos de vista, este livro é para você. Temos a narração de Kate (em terceira pessoa), da Amelia (em primeira), além das postagens do blog, postagens no facebook e trocas de e-mails e sms. No início parecia um pouco confuso tantas opções assim, mas logo dá para pegar o ritmo e nem notar tanta mistura. E eu acho isso um ponto bem positivo na narrativa de Kimberly. Além do mais, a história começa com a morte de Amelia e os capítulos são construídos entre o passado e o presente. O bom é que você vai descobrindo como tudo aconteceu e não fica somente especulando.

Eu estava com expectativas bem grandes e acho que foi por isso que não rolou. Acredito que não li o livro no momento certo e isso interfere muito no fator gostar ou não de um livro. Alguém já leu? O que achou? Me conta o que você viu que eu não vi, vamos conversar sobre isso. Provavelmente devo reler ele mais para frente :)Lica

 

                 

            

PS: Tem uma resenha muito bacana da Hérida do Lendo nas Entrelinhas que vale super a pena você ler antes de decidir colocar ou não Redescobrindo Amelia em sua lista. É só clicar aqui.

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

18 comentários

  1. Eu não li o livro ainda. Mas adoraria!
    Pena que a trama não funcionou muito com você! :/

    Acho que o que mais aguçou minha curiosidade, foi quando em sua resenha li que existe um mistério em torno da história. Aí me pegou de jeito!

    Pretendo ler em breve!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Janaina....
      A trama toda do livro vai se mostrando que nada é o que parece... e o ponto maior é se Amelia se suicidou ou se foi assassinada. Se vc gosta do estilo, dê uma chance e depois me conta o que achou :)

      Excluir
  2. Minha caixa também veio amassada, uma pena! Eu li sim o livro, e é bem o estilo que gosto, cheio de mistérios e possibilidades. Não conheço a série Gossip para comparar, e talvez isso tenha me ajudado a simpatizar mais com o livro que você. Não encarei a mãe como super mãe, e a visão dela da filha, é normalmente a visão que todo pai tem, então pra mim estava dentro dos conformes.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rose...
      Assim, não que ela seja uma super mãe, mas em alguns momentos parece que só pq ela tem os jantares e os encontros programados com a filha ela se sente super presente e que conhece a filha -o que vamos descobrindo que não é bem assim... Talvez por comparar a situação muito com a minha mãe, que mesmo trabalhando e estudando na minha infância foi muito mais presente para mim do que muitos pais de amigas minhas que ficavam direto em casa, entende meu ponto?
      Mas assim... Foi um livro que não me conquistou mas que mesmo assim fui até o final e pretendo ler em outro momento novamente - o que já é bastante coisa já que ando desistindo de vários livros por não gostar.....rs

      Excluir
  3. Lica!
    Seguinte...não li ainda, mas estou com ele aqui para leitura e bem curiosa por desvendar o mistério do possível assassinato de Amélia.
    Claro que já ouvi falar da série GG, porém não acompanho, o que acredito me dará uma vantagem, porque assim não farei comparações.
    E é bem o estilo que gosto de mistério e mistura policial.
    Vou arriscar a leitura.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arrisca sim Rudy.... Os mistérios tem de monte e é interessante a descobrir a Amelia junto com a mãe :)

      Excluir
  4. Oi, Lica.

    Eu realmente tenho interesse em ler esse livro. Gosto de livros que envolve suicídio.Tá eu sei que sou estranha, mas e que realmente me atrai. Agora fiquei com a pulga atrás da orelha quando tu diz que pode ter sido assassinato. Quero mais ainda ler.
    Não tive paciência de ler GG, aqueles livros não me atraíram, então acho que nem teria como eu comparar, né?

    Até mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só a parte do Graciosamente e das loucuras do colégio que lembram GG e eu esperava outra coisa... Mas o mistério de foi suicídio ou foi assassinato é ótimo :)

      Excluir
  5. Eu não tenho interesse em ler esse livro e por isso ele não vai pra minha lista desejados , não que a historia seja ruim, ao contrario parece boa mas não sou muito fã desse gênero e por isso passo a leitura.

    ResponderExcluir
  6. Provavelmente esse não seria um livro que me prendesse, mesmo tendo uma dose forte de suspense.
    Não gosto de livros com passagem de email, msm e afins. Acho que deixa o livro com cara de mal acabado. Também não gosto de narrativas que ficam indo e vindo do passado. Não tenho problemas com algumas passagens de tempo saudáveis, mas ficar intercalando (na minha opinião) deixa a história chata.

    ResponderExcluir
  7. Mas gente que dramático '_', que começo de sinopse é essa? Pelo amor prende qualquer um na história, para querer saber o que ocorreu, e ela não pulou? Ai deus... eu nunca li este livro "´óbvio" mas realmente amei como você falou dele na resenha amo mistérios e acho que este livro seria para mim.
    Beijos Lica, ThaynáQ.

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho altas expectativas pra esse livro e parece mesmo ter muito mistério e acho legal ser alternado entre o passado e o presente... é uma pena você não ter gostado :c

    ResponderExcluir
  9. Ja ouvi falar do livro.... mas ainda não tinha vista uma resenha tão clara falando da historia. isso me fez curto ainda mais este livro que
    parece ser amor <3

    ResponderExcluir
  10. OI Lica, essa é minha leitura atual. Eu tinha largado pois chegou outro livro que curti mais, mas voltei para ela. Como nao assisti GG nenhuma vez, nao tenho como comparar, mas preciso logo saber o que aconteceu realmente com Amélia.

    ResponderExcluir
  11. Eu acho que não foi o momento errado de leitura e sim a forma que a autora abordou o assunto no livro, eu estou com ele aqui,
    eu ja peguei para ler varias vezes e acabo abandonando, esse estilo do GG não me agrada e acho que a forma que a autora conduz..não agrada todo mundo..meu caso, como ainda não cheguei a ler inteiro não posso julgar o livro 'ao todo' mas o que li até o momento não me agradou tanto quanto estava esperando,
    beijos.

    ResponderExcluir
  12. Desde que vi esse livro, fiquei com vontade de lê-lo. Acho que o grande perigo é começar uma leitura com altas expectativas. Como gosto do gênero, e também de narrativas com vários pontos de vista, tem tudo pra esse livro me agradar. Assim que tiver oportunidade, vou ler e depois venho aqui pra contar minha experiência.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  13. Super legal, não conhecia o livro, não vi nos lançamentos.
    Achei essa premissa bem legal, e sim, as duas frases na capa chamam bastante atenção. Graças a Deus eu tenho uma ótima relação com minha mãe mas nem tudo eu conto a ela. Eu não sou muito fã de GG mas assisti algumas temporadas, sei o que você quer dizer quando faz a comparação e acho que seria bem melhor se fosse desse jeito que você fala, se focasse mas na questão do suicidio e não nos alunos ricos de uma escola.

    ResponderExcluir
  14. Oi Lica!!
    Também achei o personagem da Amelia meio sem graça, como alguém pode se anular tanto e para ser sincera, sempre pulava as partes do bloguinho de fofocas, porque achei que era desnecessário para a história!!
    Beijos

    http://lumartinho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras