Oprah: Uma biografia - Kitty Kelley

10/03/2015

Uma biografia, a experiente biógrafa Kitty Kelley foi buscar a verdade por trás do mito e conseguiu traçar um retrato confiável e profundo de uma mulher extraordinária. 
A menina talentosa que cresceu no Sul dos Estados Unidos sempre soube que faria algo grandioso na vida e nunca deixou que nada interferisse em suas ambições – nem mesmo a pobreza, o trauma dos abusos sexuais, a discriminação racial ou a falta de um diploma de prestígio. 
Oprah sonhou alto e chegou aonde poucas mulheres chegaram. 
Além de revolucionar a programação diurna da TV americana como apresentadora do talk show de maior audiência de todos os tempos, ela conquistou seu lugar na lista dos bilionários da Forbes, tornou-se a maior filantropa negra do planeta e é considerada uma das mulheres mais influentes do mundo. 
Amada pelos fãs mas também perseguida e às vezes menosprezada por alguns jornalistas, Oprah chama atenção por onde passa e desperta emoções contraditórias. Embora suas conquistas e seu trabalho de caridade sejam louvados, os críticos insistem em questionar suas intenções. Para eles, ela não dá ponto sem nó e age sempre visando obter ganhos financeiros ou visibilidade. 
Em 2009, Oprah anunciou que encerrará seu talk show, o que causou verdadeiro frisson na mídia. O próximo passo de sua carreira é ansiosamente aguardado e há quem aposte em mais uma revolução na televisão, com o lançamento de sua emissora. 
No auge da carreira de Oprah Winfrey e em um importante período de transição para ela, este livro apresenta ao leitor a oportunidade de mergulhar em seu universo particular e decifrar a instigante personalidade de uma das maiores celebridades dos dias de hoje. 


Olá leitores, tudo bem com vocês? Então, vocês já devem saber que eu gosto bastante de biografias, e depois de ler no ano passado o livro que a Oprah lançou, fiquei muito interessada em ler mais sobre essa mulher, que, até então, eu admirava muito.

E como nada nessa vida é por acaso, quis o destino que eu encontrasse o livro da Oprah na pilha de doações da mãe da minha amiga e blogueira Lica, a Nuti. Levei ele comigo debaixo do braço, e nessa semana tive tempo de explorá-lo. Trata-se de uma biografia não autorizada, baseada somente em declarações que a p´ropria Oprah deu a tablóides e à mídia. E não somente isso: amigos próximos dela, parentes e pessoas que a conheceram também colaboraram para essa obra. 

Bom, eu sempre admirei a Oprah, pelo sucesso dela e tudo mais, porém, eu não sabia, após ler esse livro, que a vida dela tinha tantos podres escondidos: uma gravidez, vários parceiros sexuais ao mesmo tempo, uso de drogas e muitas outras coisas que me deixaram estarrecida em muitos momentos. Oprah se envolveu em muitas coisas ruins durante sua carreira, e parece que em muitas vezes não quis mais saber de onde veio. Ficou milionária às custas de muito trabalho, é verdade, mas nem sempre penso que ela soube o que fazer com seu dinheiro. 


Cabe dizer que ela não quis colaborar com essa biografia, uma vez que ela mesmo estava se autobiografando na época de 2010, e claro, ela não quis concorrência. Oprah ajudou muita gente, é verdade, através de suas doações generosas em dinheiro ou através de seus talkshows, porém, ela também foi muito impetuosa com o dinheiro, dando presentes extravagantes e gabando-se por isso. Confesso que eu não conhecia esse lado dela. 

Seu sucesso começou no rádio, passou pela TV e pelo cinema, o mais famoso papel foi o de A cor púrpura. Oprah sempre levantou a bandeira de que os negros sempre foram uma parte da sociedade que foi judiada, e realmente foi em sua época, mas claro, em muitos casos, como sua característica, ela exagerou em alguns termos.

Sua luta contra a balança, particularmente me comoveu, claro, me identifico. Acho que essa é a única parte em que entendi a visão dela, e de fato, ela cometeu algumas loucuras em sua vida nesse quesito também. 

Resenhar biografias nem sempre é fácil, uma por que vai muito da visão do leitor, outra por que é algo muito pessoal, mas eu admito que essa em especial foi uma grande leitura. Eu tentei desvendar os mistérios da personalidade de Oprah, mas não fui bem sucedida. Fiquei no meio termo, mas cheguei à conclusão que quando o assunto é ela, trata-se de um " Ame ou odeie-na". Sinceramente, eu acabei o livro sem saber de qual lado ficar. 

O livro não é novo, foi editado em 2010, mas eu recomendo a todos que tenham interesse em saber mais da vida desse ícone de cultura pop, o qual está aí na mídia há mais de 30 anos, sendo muito bem sucedida, isso não podemos negar. Acho que a autora foi um pouco infeliz na questão de que o livro é bastante extenso, e poderia sim ter algumas imagens da vida de Oprah, já que a obra foi toda baseada no que havia na mídia. 

Por hoje é só!
Um abraço caloroso, 

Sou a Fabi.... blogueira, escritora e eterna sonhadora!

Que tal conferir também...

7 comentários

  1. Bom, como biografias nunca estiveram no meio dos meus gêneros literários favoritos, vou passar essa. Sei que tem muita gente que curte, então com certeza essas pessoas vão adorar saber mais a respeito da história da Oprah.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Fabi,
    eu não sou muito de biografias, mas concordo com você de que é muito difícil de resenha-la, pois você tem que "julgar" a pessoa pelo que o autor@ escreveu.
    Acredito, pelo que você disse, que é muito tensa a história da Oprah e eu acho que também não saberia de que lado ficar.
    Muito boa sua resenha.

    http://lisos-somos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Fabi!!
    Nossa, não conhecia muita coisa da Oprah! Nem sabia que ela gostava de ficar se gabando por ai!! Também não sabia que ela brigava com a balança, porque nem parece que ela tenha problemas com ela. Gostaria de ler esse livro, vou ver se acho por ai, ainda mais a Oprah não ter ajudado na biografia me deixou bem interessada no porque.
    Beijos

    http://lumartinho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Lendo essa resenha me dei conta que nunca li uma biografia...Acho que porque nunca tive um ídolo, ou curiosidade de saber da vida dos famosos. Não sabia muitas coisas da Oprah. Se um dia o livro cair em minhas mãos, vou ler.

    ResponderExcluir
  5. Fabi!
    Gosto de biografias também e como falou, não são fáceis de resenhar porque temos de nos identificar com o biografado.
    Gosto da Oprah também, acho uma mulher lutadora, batalhadora, e, não sei se me choquei com o que leu sobre ela, porque acredito que no fundo, já sabia que ela deve ter passado por cima de muita gente... É a vida de uma bem sucedida mulher...
    Muita luz e paz!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oie Fabi.
    Eu não curto ler biografias, principalmente as que não foram a própria pessoa a escrever.
    Gostei da sua resenha.

    beijos

    Paraíso das Ideias

    ResponderExcluir
  7. Ai está um gênero em que eu li muito pouco. Não que eu não curta ou tenha curiosidade de saber mais de algumas pessoas, mas eu acho complicado ler, principalmente quando é escrita por alguém que não a pessoa.
    Quer dizer, sempre tem o lado do autor no meio do que ele conta e isso acaba influenciando a sua visão também. Mesmo assim, interessante saber alguns pontos que você levantou na sua resenha.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras