O Príncipe dos Canalhas - Loretta Chase

02/05/2015

Sebastian Ballister é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como lorde Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent...
Acostumado à repulsa das pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante lorde Belzebu.
Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade – muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz de despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica de seu caminho.
Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes.

Olá pessoal.
Hoje vim falar de um romance de época maravilhoso, que sem dúvidas, ganhou meu coração. O Príncipe dos Canalhas já começa com uma dualidade em seu próprio título, como um príncipe poderia ser um canalha, ou vice e versa? No momento em que comecei a ler, fiquei com um desejo ínfimo de não mais parar, e ao mesmo tempo, de que ele não acabasse. 

O enredo é muito original: pensem em Lorde Dain, um ricasso que é conhecido como o Belzebu, ou o próprio diabo: feio, feroz e tenaz. Suas feições não são nada agradáveis e seu jeito de ser não é nem um pouco sensível. Ele é brutal e muitas vezes, mortal. Quando o assunto é mulher, ele apenas sucumbe aos prazeres carnais das rameiras e prostitutas de Paris e de Londres de seu tempo. Sempre muito rico e rejeitado pela própria família, agora adulto, eis que ele conhece Jessica, a irmã de um fracassado amigo seu. 

Jessica chega a ser irritante para o século XIX: ela é petulante, solteirona e sem papas na língua. Ela, porém, tem o que chamam de femme fatalle, só faltava alguém descobrir. E adivinhem quem foi o sortudo (ou azarado) a descobrir? Ele mesmo, Lorde Dain, o Belzebu. Mal sabia ele que até latim ele falaria por ela. Como um homem de quase dois metros poderia se prostrar a uma solteirona que usava toucas para esconder os cabelos? Lorde Belzebu tem sua própria definição pra tudo, tendo até seu próprio dicionário. Teria ele palavras certas para definir esse fenômeno que é Jessica? 

No meio da história, os dois se envolvem e precisam e a atração física não é segredo para ninguém. Acontece que os dois acabam se metendo em confusão e acabam se casando. Agora imaginem: dois teimosos, juntos, morando sob o mesmo teto e brigando o tempo todo, num jogo de conquistas em um tempo muito antigo em que as mulheres não deveriam ter voz e nem vez, e onde os homens tinham direito a prostitutas. Mas a história é tão fascinante, que quando terminou, eu fiquei com aquele vazio. Sim, Loretta fez isso comigo, mas eu a perdoo pela excelente narrativa e pelos personagens tão bem elaborados. Não é à toa que ela ganhou o prêmio RITA de melhor romance de época. Mais do que merecido! 


Agradeço à Editora Arqueiro que nos brindou com a prova desse livro, ou seja, o boneco! Antes de ele ser lançado, alguns parceiros receberam para a avaliação. Senti-me imensamente honrada!

Indico o livro para apreciadores de romances de época ou até mesmo para quem quer iniciar nesse estilo, pois o livro é realmente um dos meus TOP 10 de 2015, e olha que o ano está somente no começo. Romance muito bem escrito. 

Sublinhei muitas partes dessa escrita, mas divido com vocês a quote da página 45:

" Queria arrancar os sapatos e deslizar o pé coberto pela meia de seda por aquela bota, de cima a baixo. Queria deslizar seus dedos por baixo da camisa engomada que ele usava e acompanhar os contornos das veias e os músculos do seu pulso e sentir-lhe a pulsação. Acima de tudo, queria pressionar seus lábios naquela boca dura e depravada e beijá-lo até perder os sentidos."

Por hoje é só pessoal!
Boas leituras!

Sou a Fabi.... blogueira, escritora e eterna sonhadora!

Que tal conferir também...

8 comentários

  1. Oi Fabi!
    Acho esse enredo incrível e estou louca para ler O Príncipe dos Canalhas!!!!

    B-jussss!
    http://www.quemlesabeporque.com

    ResponderExcluir
  2. Amei a resenha, ainda mais ansiosa para ler... 😍.

    ResponderExcluir
  3. Amei a resenha, ainda mais ansiosa para ler... 😍.

    ResponderExcluir
  4. Quero muito ler esse livro! É a primeira resenha que vejo e me encantei ainda mais. Já imaginava que era bom, mas não pensei que fosse tanto. Capa linda demais, Arqueiro mandando bem como sempre. Preciso dele!

    ResponderExcluir
  5. Adorei!! Agora fiquei super ansiosa pra lê-lo.. adoro romances de época e quando a protagonista tem voz e vez é melhor ainda,amo quando brigam mas ao final desenvolvem uma paixão arrebatadora.. haha
    Bjos *--*

    ResponderExcluir
  6. Oi Fabi!!
    Que legal receber o livro antes de todo mundo e ainda se surpreender com uma história dessas. Eu adoro romances de época e eu fiquei bem curiosa com esse, sua resenha nos deixa com vontade de ler e de ler AGORA, sem esperar mais!! Parece um enredo incrível e que nos prende, do tipo que eu gosto!
    Beijos

    LuMartinho

    ResponderExcluir
  7. Fabi, que honra receber o livro antes de todo mundo e que bom que a história é tão perfeita.
    Eu o solicitei e espero me encantar por ele assim como você se encantou.
    Ele é bem o estilo de livro pelo qual sou apaixonada.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
  8. muito amor pelo príncipe dos Canalhas.
    Estou encantada e também acho que a Loretta conseguiu mostrar bem essa visão de Bela e a Fera que é meu clássico preferido.
    Adorei cada intriga e como tudo terminou.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras