O Diamante - J. Courtiney Sullivan

16/07/2014



Cinco personagens, separados pelo tempo e aparentemente sem conexão entre si, contam a história da paixão das mulheres pelo diamante aliás, não só das mulheres! Revezando-se em uma ciranda de acontecimentos divertidos, infelizes, revoltantes ou surpreendentes, a extraordinária Frances Gerety que existiu de verdade e outros indivíduos muito especiais mostram que a história de uma sociedade é construída por meio das relações humanas, na intimidade dos lares. As transformações do mundo moderno nem sempre conseguem abalar aquilo em que se acredita com todo o coração mas as decepções com aqueles que amamos... essas podem mudar as nossas opiniões. Um livro diferente, que fala das muitas formas de viver o amor e que deixa no ar uma pergunta: os casamentos são mesmo feitos para durar?


Aqui no Brasil, quando um casal decide ficar noivo (ou o cara faz o pedido de surpresa!), não é de costume dar um anel de diamantes à noiva, e sim, cada um usar sua própria aliança. Já os Estados Unidos essa é uma tradição fortíssima, como vocês já devem ter visto em algumas cenas de filmes. Fica até clichê, muitas vezes. Mas bem, o amor não seria um clichê, propriamente dito? ( Tá bom Fabi, volta pro chão...)

Comecemos com a célebre frase: " Um diamante é para sempre". Foi após uma noite mal dormida que a Publicitária Frances Gerety teve esse lapso criativo e eternizou a frase, e esta, é a única história real no livro. Explico que são cinco histórias diferentes dentro do livro, mas que ao final, acabam se juntando e você fica ali, parado, olhando pro livro e pensando: que texto excelente!

O livro trata em todas as suas histórias a questão dos diamantes. O que há realmente por trás dessas pedrinhas mágicas? Cada peça é única, e sua nitidez, tamanho e forma variam de acordo com o preço que o noivo pode pagar. Quanto maior o diamante, mais caro ele é, mas eles são eternos, não é mesmo?

E o mais extraordinário é como os diamantes aparecem de forma diferente em cada história: há os pedidos de casamento, tabus sobre homossexualidade, diamantes roubados, diamantes extraídos em minas por crianças indefesas na África. Alguém aí já tinha pensado de onde eles vêm? Eu nunca! E garanto, você poderá aprender muito sobre diamantes ao ler esse livro.

O meu parecer geral como leitora e crítica literária pra quem quer ler o livro é: trata-se de um volume grande de páginas (quase 500) e indico para aqueles que não desistem facilmente de alguma leitura. Demorou umas 100 páginas pra eu me empolgar com a leitura. É que o livro mostra diferentes épocas, e até entender como vai o andar da história, isso pode parecer meio confuso. Principalmente por que a autora escolheu falar de cada um em um capítulo, e fiquei com medo de ao retornar à história mais à frente, ter esquecido o que já tinha lido. Cabe dizer que o livro também é extremamente detalhista. A autora fala de tudo e de todos, muitas vezes, ela se aprofunda em personagens secundários e o leitor pode ficar perdido com tanta informação.

Mas eu garanto à vocês, que ao lerem os cinco primeiros capítulos e entenderem o estilo textual da autora, não irão se arrepender de seguir adiante e ler esses emocionantes contos que brilham mais do que um diamante. Merilyn Monroe disse em certa campanha publicitária da época  que " os diamantes são os melhores amigos de uma garota", bom, como eu ainda não tenho essa experiência com os diamantes, vou alterar para " Os livros são os melhores amigos de uma garota...."

Até mais meu povo leitor lindo de viver! (ou seria ler?!?....)

Sou a Fabi.... blogueira, escritora e eterna sonhadora!

Que tal conferir também...

4 comentários

  1. Estava até gostando, mas vc citou que a leitura poderia ficar confusa em alguns momentos, que o livro só empolga lá pra página 100 e uma narrativa descritiva demais e me desanimei.

    Não curti. Achei que fosse uma história bonitinha de um casal prestes dar um passo à frente no relacionamento e algo engraçado envolvendo um anel de diamante.

    ResponderExcluir
  2. Bom, pode não ser um costume tão forte aqui no Brasil, mas bem que podia ser né, afinal que garota não sonha em ganhar um anel de diamante, eu sonho! Esse livro me chamou atenção desde o lançamento, eu vi outras resenha e já sabia mais ou menos que na realidade o livro se aprofunda mesmo no Diamante, do papel dele na vida de várias pessoas e como essas pessoas se interligam, e eu fiquei bem curiosa.

    ResponderExcluir
  3. Fabi, se eu já tinha me empolgado para tê-lo agora então nem se fala, chego até me perder na minha ordem da lista. Além de ter uma capa belíssima o conteúdo é envolvente; simplesmente fantástico. Fabi, eu QUERO este livro para mim e obrigada pela dica.

    Bjsss

    ResponderExcluir
  4. Confesso que, entre os lançamentos do mês da Novo Conceito, esse foi um dos que não me chamou a atenção. Depois de ler essa resenha, fiquei com uma pontinha de curiosidade. Sei que o começo um pouco arrastado e a narrativa detalhista demais, podem me atrapalhar um pouco, mas nada que uma dose extra de atenção não resolva.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras