O Que Me Faz Pular - Naoki Higashida

23/08/2016

Sinopse:
Naoki Higashida sofre de autismo severo. Com grande dificuldade de se comunicar verbalmente, o jovem aprendeu a se expressar apontando as letras em uma cartela de papelão, e, aos treze anos, realizou um feito extraordinário: escreveu um livro. Delicado, poético e profundamente íntimo, O que me faz pular traz uma nova luz para entendermos a mente autista. O jovem explica o comportamento muitas vezes desconcertante das pessoas com autismo e compartilha conosco suas percepções de tempo, vida, beleza e natureza, apresentadas em um relato e um conto inesquecível.

_ _ _ _


O Que Me Faz Pular é um livro escrito pelo autor Naoki Higashida. Ele era um menino de apenas 13 anos quando escreveu O Que Me Faz Pular, ele estava no ensino fundamental quando seu livro foi publicado. Sua motivação maior para escrever foi se expressar, responder perguntas que as pessoas faziam a ele, gerar discussões a respeito de sua própria condição e ajudar pais que tenham filhos com autismo e outras pessoas que querem entender mais sobre a mente dos autistas.

Antes de publicar seu livro, ele sentia muita dificuldade em se comunicar, mas isso mudou quando ele se empenhou e aprendeu a escrever por meio de uma prancha de alfabeto com a ajuda de sua professora Suzuki. Apesar de ter aprendido um meio de se comunicar, Naoki sabia que muitas outras crianças autistas não teriam contato com os mesmos meios. Assim, Naoki escreveu o livro baseando-se em perguntas que ele ouvia no seu dia-a-dia, a fim de nos levar a entender o que acontece dentro de uma pessoa com autismo.


Todos os capítulos do livro iniciam com alguma pergunta que é respondida de forma leve, fluida e simples de entender no decorrer do capítulo. Perguntas como:

“É verdade que você detesta ser tocado?”
“O que se passa na sua cabeça quando você está eufórico?”
“Qual a pior coisa de ser autista?”

No início do livro tem uma introdução maravilhosa escrita por David Mitchell, que é escritor e tem um filho com autismo. A introdução te deixa intrigado e faz o leitor querer descobrir mais sobre a história de Naoki Higashida.

O livro também contém alguns contos escritos por Naoki, são contos que têm uma moral embutida e nos faz compreender mais as intenções do autor e o que ele quis nos fazer pensar no decorrer dos capítulos, afinal, todos os contos e os capítulos, de alguma forma, se interligam.  


O final do livro é muito amorzinho, composto por um conto chamado “Estou bem aqui”. Eu me emocionei bastante ao ler esse conto como conclusão do livro, pois me senti diferente, a leitora inocente que resolveu se aventurar no começo de O Que Me Faz Pular já não era a mesma no final da história. Pude compreender pequenas coisas que não eram tão claras pra mim.

"Compaixão de verdade significa não pisar na autoestima alheia. Pelo menos é assim que eu penso."

Indico esse livro pra quem estiver disposto e curioso pra não só saber sobre a mente dos autistas, mas pra ver o mundo através de outros olhos, olhos diferentes dos nossos que estão acostumados a ver as mesmas coisas sempre e pela mesma perspectiva. Além disso, O Que Me Faz Pular é uma grande lição de compreensão, empatia e amor. 

Meu sonho é ser companion (e ter um pug).

Que tal conferir também...

21 comentários

  1. Uau!
    Capa linda e o título é forte.
    Adoro esses livros com enfoque psicológico.
    Amei a resenha, beijos.
    http://www.fabulonica.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! A capa é linda e você vai adorar essa história.
      Obrigada por passar por aqui! <3

      Excluir
  2. Oie, parece ser um livro lindo, ainda mais para quem tem curiosidade com o autismo, acho as crianças autistas fascinanes , cheias de segredos e curiosidades e é muito legal ver um livro escrito por uma delas, não por algum especialista ou coisa do tipo
    achei a capa linda, já que azul é minha cor preferida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gabriela, o fato de ser escrito por uma criança com autismo (e não por um especialista na área) me deixou muito surpresa também!
      A capa é linda demais mesmo! <3

      Excluir
  3. Olá!
    Nossa, achei a capa maravilhosa, em apaixonei! E achei muito interessante por ter sido escrito por um menino tão novo, ainda mais autista. Sempre tive curiosidade com esse tema e acredito que este livro seja uma ótima pedida.
    Beijos.
    https://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carolina, ele é uma ótima pedida pra quem não conhece tanto sobre os autistas, acho que você vai adorar!

      <3

      Excluir
  4. Oi, que livro lindo e tocante. Fiquei comovida com a historia e por ter sido escrito por um menino de 13 anos autista, me deixou intrigada e impressionada e fiquei louca para ler e conhecer mais a historia dele e como ele enxerga as coisas ao seu redor. Dica anotada
    bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! Vale muito a pena lê-lo, Thatyane.
      <3

      Excluir
  5. Puxa, parece ser um livro lindo! O tema é bem interessante e deve nos fazer refletir bastante. Gostei, adorei a dica, não conhecia o livro!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Que livro lindo, maravilhoso! ♥
    Adoraria ler ele.

    ResponderExcluir
  7. uau, ótima indicação, gosto de livros assim, que passa reflexão, uma certa lição de vida. Quando eu tiver uma oportunidade irei comprar.
    adorei seu blog flor. Obrigada por visitar o meu, volte sempre beijos

    Taynara Mello | Indicar Livros
    http://www.indicarlivros.com/

    ResponderExcluir
  8. Caaaaaramba! Que livro maneeeiro *--*
    Nunca tinha visto ou ouvido falar dele, mas me apaixonei! A capa e a sinopse já chamam a atenção e sua resenha foi a cereja do bolo que faltou p/ me convencer a ler esse livro! <3
    Autismo é um assunto incrível, pois pessoas com esse distúrbio são incríveis e ler um livro assim deve ser uma delicinha :3
    Não sei quando vou conseguir ler, mas está na minha lista -que já tá enorme! :P
    Gostei bastante da resenha e já tô seguindo aqui o blog <3
    Bjoo :**
    Nerd de Pijama

    ResponderExcluir
  9. Fiquei bem curiosa pra lê-lo rs Achei a premissa bem interessante. 😍

    belezaculta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Olá, Amanda.
    Apesar de não ser o gênero que eu leria, achei bem interessante. É muito bom ver histórias assim, de superação. De gente que usa as próprias experiências para ajudar outros em situação semelhante. Achei lindo!

    Beijos.
    Jéssica
    Reviewing

    ResponderExcluir
  11. Oii,
    Adorei conhecer um pouquinho mais desse livro. Achei a premissa bem interessante.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  12. Oi Amanda! O livro parece ter uma bonita mensagem e acho bem legal dar a oportunidade ao leitor de ver uma realidade tão pouco compreendida.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  13. Ainnn, que livro mais amorzinho flor... Meu noivo tem um priminho autista. Vou indicar para ele ler (e vou ler também)
    Adorei o post!!! Beijos!!!

    lendo1bomlivro.com.br
    Instagram :) @lendo1bomlivro

    ResponderExcluir
  14. Oiee Amanda ^^
    Esse livro é incrível, né? Eu não sei muito sobre autismo, mas lembrei agora de um vídeo que vi na internet uma vez, onde uma câmera anda por um shopping filmando o movimento, mas ela se mexe o tempo todo, e os sons são ampliados de repente, assustando quem assiste. De acordo com a descrição do vídeo, a câmera queria mostrar como pessoas autistas se sentem em lugares cheios de gente, e é bem assustador, devo confessar. Mas o resto que eu sei sobre o assunto, eu aprendi com este livro mesmo, e, apesar de ser pequeno, ele tem muito a ensinar, né?
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  15. Sabe aqueles livros que não te conquistam mas que uma resenha faz você mudar de ideia? Aconteceu comigo...
    Eu até tinha um certo interesse em ler o livro, mas saber que a leitura mexeu com você de modo a te tocar e não ser a mesma leitora do início me deixou pensando no tanto de lições que o livro deve ter - e o quão engrandecedor isso deve ser para quem o lê.
    Não pensei que fosse ficar tão empolgada para ler um livro tão fora do meu estilo, mas fiquei querendo começar ele agora mesmo :)
    Beijinhos,
    Aline

    ResponderExcluir
  16. Nossa esse livro teve ser muito intenso e com uma grande carga emocional. Não conhecia ainda e fiquei bem curiosa por essa leitura. É maravilhoso saber que uma criança não se acomodou e foi buscar superar seus limites. Fico imaginando o orgulho dos pais ao ver essa obra e da professora que o ajudou a se comunicar.

    ResponderExcluir
  17. Oii, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o livro, mas fiquei bem curiosa com a premissa, pois para mim se trata de um assunto bem diferente e que eu não tenho muito conhecimento. Com certeza está na listinha.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras