Abandono – Meg Cabot

14/06/2013

Abandono_SAÍDAPierce tem dezessete anos de idade e sabe o que acontece quando morremos. É assim que ela conheceu John Hayden, o misterioso estranho que fez ela voltar a vida normal — ao menos a vida que Pierce conhecia antes do acidente — quase inacreditável. Embora ela pense que escapou dele — começando em uma nova escola em um novo lugar — confirma-se que ela estava errada. Ele a encontra. O que John quer dela? Pierce acha que sabe… também acha que ele não é um anjo da guarda, e seu mundo sombrio não é exatamente o céu. Mas ela não consegue ficar longe dele, especialmente porque ele está sempre lá quando ela menos espera, exatamente quando ela mais precisa. Mas se ela deixa cair qualquer coisa, ela pode se ver no lugar que ela mais teme. E quando Pierce descobre uma verdade chocante, sabe de onde John a salvou: o submundo.

"Tudo pode acontecer em um piscar de olhos. Tudo.
Um.
Dois.
Três.
Pisque.
(...)
Ninguém veio me salvar.
Portanto, escute meu conselho: aconteça o que acontecer, não pisque." (pág. 06)

Quando vi a divulgação de Abandono, fiquei curiosa com a sinopse e encantada com a capa. Estava curiosa com a história e é claro que ele furou a fila – inclusive fazendo eu parar o livro que estava lendo na metade. Eu devorei o livro, mas no final fiquei esperando por um pouco mais…

Antes de mais nada, preciso fazer um comentário… No verso da primeira folha do livro, tem uma relação de todos os livros da Meg Cabot publicados pelo Grupo Editorial Record. São 48 livros – sem contar este – e eu fiquei me perguntando como é que eu nunca li nada da Meg =O [De suas obras conheço O Diário da Princesa – por causa do filme e tenho Insaciável na estante que eu comprei porque ganhei Mordida em uma promoção mas nunca que eu recebi o livro então…]

Bom… Agora falando de Abandono… O enredo começa muito bom, a introdução à história foi feita de forma fantástica e de um jeito que realmente prende. Acontece que com o decorrer das páginas, algumas coisas ficam bem confusas. Isso porque Pierce divaga muito e em vários momentos sobre a mesma coisa. Mas lá pela página 200 as coisas voltam a prender e a confusão some, deixando somente a empolgação e curiosidade em saber para onde tudo vai se encaminhar.

Falando na Pierce… Sabe aquelas coisas das mocinhas de YA que irritam? Aqui essas coisas não ficam de fora. Pierce me pareceu um tanto insensível e mimada. Eu fiquei imaginando que ela poderia ter um pouco mais de Perséfone e no geral não me encantei com ela. Mas ultimamente não tenho me encantado com as mocinhas de YA mesmo…rs

Já John… Ele é mau humorado, meio violento e não muito comunicativo. Mas acredito que não tinha como ele ser diferente sendo quem ele é. Me pareceu que John tinha tudo para não agradar, porém, mesmo com seus momentos de rebelde ele acaba conquistando por passar aquela coisa de ‘os brutos também amam’. E todo o ar meio misterioso em torno de John me fez seguir em frente na leitura. As divagações de Pierce não me irritaram tanto porque eu queria saber muito mais de John.

“Ao dizer não use o cordão, ele se virou e o jogou longe – o meu lindo cordão – com toda a força. Ele foi voando pelo céu noturno e parou em algum lugar no meio da vasta escuridão dos 19 acres do cemitério de Isla Huesos. Eu não deveria ter sentido como se ele tivesse jogado meu coração fora. Mas senti.” (pág. 42)

Encontrei algumas falhas de continuação na história – por exemplo, teve um momento em que Pierce já estava sem o seu colar mas aparece falando dele como se ainda o tivesse. Também encontrei algumas falhas de revisão (com preposições repetidas em algumas frases) porém nada que tirasse o brilho da história.

De maneira geral eu gostei muito de Abandono. A escrita de Meg é ótima e flui facilmente – tanto que li o livro de uma só vez,  em uma tarde. Confesso que as expectativas estavam muito altas e sempre que isso acontece é quase impossível não se decepcionar um pouco. Mas é claro que vou ler a continuação – Submundo – e também procurar mais livros da Meg para minha Licalista.

 

 

 

 

PS: Eu adorei a capa de Abandono, acho-a muito linda, agora olha essa outra versão que eu encontrei… Fiquei babando!!!!

abandon

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

11 comentários

  1. Nossa!!! Essa outra versão que vc encontrou é extremamente perfeita. Muuuuito linda! E é ruim quando um começo do livro é meio confuso né?! Ainda bem que tudo desenrolou depois das 200 páginas. Mas mesmo assim ainda é muita página pra um livro começar a tomar rumo. Gostei bastante da resenha.
    Bjokass

    ResponderExcluir
  2. A Meg Cabot já tem 49 livros lançados pela Record?!?! É realmente impressionante. Ainda não consegui ler nenhum deles, mas sempre leio resenhas positivas em relação a eles. Essa irritação com as personagens femininas mimadinhas é até normal, assim como os bad boys conseguirem arrancar suspiros das leitoras. Enfim, mais um da Meg Cabot que entrou pra minha listinha de futuras aquisições.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  3. Nunca li nada da Meg! :O Gostei desse livro e vou tentar começa minha coleção da Autora. A capa americana é muito linda! Bjs

    ResponderExcluir
  4. Bem legal esse livro dela, foi um lançamento que fiquei querendo muito ler. Mais um dentre os tantos que ela tem e não consegui ler ainda! Putz, é muito livro! E caramba, essa capa é linda heim? Amei! Podia ser ela a daqui, ficaria babando no livro pra sempre!

    ResponderExcluir
  5. A Meg arrasa! Ainda irei ler todos os seus livros. Só por isso, esse já está na lista. E o que é essa capa? Amei *-*

    ResponderExcluir
  6. Comentar logo pelo fim: que capa lindérrima, pena que a brasileira não seguiu o exemplo, pelo que li da sinopse e resenha, condiz com a trama.
    Não gostei muito do nome da mocinha... soa tão masculino. Mas fora isso adorei o enredo, imagina quase morrer, encontrar um deus, mesmo que não o mais indicado XD e retornar? Super demais.
    Uma pena os erros de continuidade, mas não deve atrapalhar tanto, né?
    Esse "mocinho" diferente me chamou atenção.
    Curiosa sobre a continuação.
    Bj e obrigada pela dica.

    ResponderExcluir
  7. Conheço a escrita da Meg por seus chick-lits. Nunca li os livros de outro gênero. Mas fiquei bem curiosa para ler Abandono!
    Realmente essa outra versão da capa é beeeeem mais linda! *o*

    ResponderExcluir
  8. A Meg Cabot arrasa. Adoro a autora mesmo não tendo lido muito dela - e já são 49 livros pela Record? Uau!
    E essa capa? Gostei das duas, mas a americana está muito linda!

    ResponderExcluir
  9. Eu adorei o livro. Fiquei super curiosa em saber mais da história e não vejo a hora de ler Submundo!
    E quanto a capa... Eu adoro a capa do meu livro, mas essa ali merecia estar na estante também!!!

    ResponderExcluir
  10. Acho que sou uma das unicas pessoas do planeta que nunca leu nada da autora, bem preciso disser que estou com muita vontade de ler esse livro?!

    ResponderExcluir
  11. A outra capa que vc achou é mais impactante!
    Ainda não li nada da autora, :\
    Erros de continuidade é um absurdo, falta de atenção das editoras, aff!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras