Amor Contra o Tempo – Myra McEntire

16/06/2013

amor contra o tempoEmerson Cole sempre achou que algo estava errado com ela. Quando passou a ver pessoas deslocadas da realidade - que eram, na verdade, projeções do passado - e que, ao tentar tocá-las, elas desapareciam como fumaça, Em teve certeza. E então vieram os remédios, a depressão, o colégio interno. Agora que seu período no internato chegou ao fim e ela está de volta ao lar, Emerson vê sua sensação de paz prestes a desmoronar. Alguns fantasmas não estão mais desaparecendo com um simples toque. E com a chegada de Michael Weaver, o consultor de uma misteriosa organização que promete ajudá-la a se libertar dessa condição, um simples toque poderá condicioná-la a algo ainda mais perigoso: a paixão.

“O que está atrás de você e o que está à sua frente não é nada comparado ao que está dentro de você.” – Ralph Waldo Emerson

É com essa citação que o livro começa e eu não gostaria de começar minha resenha de forma diferente.

Primeiramente eu me encantei com Amor Contra o Tempo por causa de sua capa. Acho que não é segredo para ninguém meu amor por borboletas e isso foi realmente um diferencial para que eu gostasse ou não da capa. Eu adoro essa capa e isso sem levar em consideração se ela combina ou não com a história.

Quanto a trama… Bom, eu estou um tanto confusa com meus sentimentos. Depois de me encantar com a capa e de ter certeza de que eu leria o livro só por causa dela, fui ler a sinopse. Adoro livros com temática sobrenatural e esperava algo como fantasmas, porém o que acaba sendo o centro do livro são relações com o tempo (principalmente viagens ao passado/futuro, mas também roubo de tempo – lembranças – entre outros detalhes não muito bem explorados ou explicados).

"- Engraçada, linda e genial. Que pacote. - Ele deu ré na vaga, sorrindo enquanto partia com o carro.
Adorei que ele tenha deixado louca fora da lista.
Adorava ainda mais que ele nunca pensaria em acrescentá-lo."

Emerson é uma menina (sim, uma menina! Pode parecer estranho, mas vale lembrar que Emerson é nome masculino aqui no Brasil mas não em alguns lugares) de 17 anos que mora com o irmão Thomas e Dru, sua cunhada. Ela está se recuperando da morte dos pais e tentando encontrar um pouco de normalidade já que continua vendo ‘pessoas do passado’. É ai que entra Michael Weaver. Thomas contrata Michael para ajudar Em com seu ‘problema’.

Emerson descobre que tem uma ligação com Michael, assim como com a Hourglass – orgnização para qual Michael trabalha e que parece saber mais sobre ela do que ela mesma. A confiança que Em deposita em Michael é imediata, porém aos poucos ela vai descobrindo que ele esconde muita coisa e que é sempre muito vago em suas respostas. E é ao tentar descobrir mais sobre Michael e sobre a Hourglass que tudo acontece.

"Se ele já não estivesse segurando meu coração na palma da mão, eu o teria tirado e lhe dado naquele momento."

Acredito que o que me encantou aqui foi uma certa falta do romance propriamente dito. O mistério inicial em torno de Michael não deixa claro se ele é um dos mocinhos ou um dos vilões e isso ficou ótimo na narrativa. É claro que Michael e Emerson seriam um casal, assim como é claro que teria mais um garoto ‘apaixonado’ por Em. Cliché? Sim… Mas não me incomodou durante a leitura e até achei os dois muito fofos juntos. Ah e eu disse ali em cima que existe uma falta de romance só porque as coisas demoram para acontecer já que tem outras coisas mais importantes acontecendo, além claro daquela coisa de um não falar exatamente o que sente ao outro.

Sim, o livro tem pontos negativos e que me irritaram em alguns momentos. Thomas por exemplo. Ele é o irmão mais velho de Em e meio que deixa ela fazer o que bem quer para depois lembrar que tem que ser responsável e colocar a garota de castigo? Ah, por favor… Outro ponto negativo foi que ficou muita coisa em aberto em relação a Hourglass e eu espero que isso mude no próximo volume.

"- Estou pronto para sair daqui - murmurou ele em meu ouvido. - Levar você para algum lugar onde eu possa beijá-la direito.
- Assim não é direito? - Eu estava tremendo novamente. O que esse garoto tinha que me fazia tremer? - Se não for, será que eu aguento quando for direito?
- Vou fazer o possível para me assegurar de que você aguente. - Sua boca passou pela minha maçã do rosto indo até meus lábios, as mãos passando por baixo da minha jaqueta, seus dedos queimando contra o algodão de minha camiseta. Não consegui deixar de pensar em como seria a sensação de suas mãos sobre a minha pele nua. - Ou de que você não aguente. Como preferir."

Diferente e um pouco estranho (principalmente para quem como eu não é muito ligado à Física) mas ao mesmo tempo fofo e encantador. Myra McEntire conseguiu me surpreender em seu livro de estreia e a mistura de ficção científica, paranormalidade e romance conseguiu me deixar curiosa com o que virá a seguir.Lica

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

13 comentários

  1. Ah Lica, eu gostei da resenha... Acho que vou ler, porque parece ser bem fofo!!!

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia esse livro e me pareceu uma ótima dica. Melhor ainda é saber que os clichés não irritam e que o livro consegue ser fofo.

    ResponderExcluir
  3. Ah resenha positiva. *-*
    Concordo que a capa é linda e vende, hahaha, também esperava fantasmas.... mas creio que gostarei desse lance de tempo, tá, eu gosto de viagens no tempo e afins.
    Um triângulo? Afff, desanima um pouco.
    Mas meninaaaa, esse último quote, ai meus sais, preciso desse livro, siiim, agora, nesse instante. =)
    Amei a resenha, vou lá no skoob. =)
    Bj

    ResponderExcluir
  4. Ahhhh, estou louca pra ler esse livro, mesmo que você tenha achado alguns pontos negativos, é claro que isso não define o livro, eu li várias resenhas dele bem positivas e fiquei super empolgada, o romance parece ser super bonito, awnnnnn :]

    ResponderExcluir
  5. Mais uma vez eu não conhecia esse livro. Será que os seus sentimentos em relação a este livro foi de amor e ódio?? rsrs...E por incrível que pareça esse livro pela capa que é linda, parece ser um romance daqueles. Gostei bastante da sua resenha, e o primeiro quote é realmente lindo.
    Bjss

    ResponderExcluir
  6. Ainda não li o meu...caramba. A história dele é tão fofa! Adorei e não tive tempo de ler ainda, sempre esqueço :S

    ResponderExcluir
  7. O livro parece ter um romance bem fofo no meio da história toda. Mas não sei se o leria, pelo menos no momento... sei lá, algo não consegui me interessar muito pelo livro a ponto de querer lê-lo.

    ResponderExcluir
  8. Adorei a resenha. Vi esse livro na livraria esses dias e não sabia ao certo o que esperar e agora meio que me arrependo de não ter comprado...rs

    ResponderExcluir
  9. Sinceramente, não sei muito bem o que pensar desse livro. Gosto de sobrenatural e tudo o mais, mas teve algo que me incomodou, mas não sei explicar o que. Quem sabe em um futuro?!?!

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  10. Indicação anotada!
    Não conhecia o livro e gostei da resenha, além claro desse ultimo quote. Muito legal!

    ResponderExcluir
  11. Ja tinha lido algumas resenhas a respeito do livro proem, nenhuma me chamou atençao, ate agora. Achei a resenha encantadora, ja vou colocar o livro na minha lista, espero lelo logo!

    ResponderExcluir
  12. Já conhecia o livro mas ainda não li.Está na minha listinha de 'vou ler'. bjs

    ResponderExcluir
  13. Também achei a capa lindinha, mas a sinopse me desanimou.
    Pensei que se tratava de seres sobrenaturais e tals.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras