Will & Will – John Green & David Levithan

26/06/2013

will & will

            

Em uma noite fria, numa improvável esquina de Chicago, Will Grayson encontra... Will Grayson. Os dois adolescentes dividem o mesmo nome. E, aparentemente, apenas isso os une. Mas mesmo circulando em ambientes completamente diferentes, os dois estão prestes a embarcar em um aventura de épicas proporções. O mais fabuloso musical a jamais ser apresentado nos palcos politicamente corretos do ensino médio.

      

                                        

"Você gosta de alguém que não pode retribuir o seu amor porque é possível sobreviver ao amor não correspondido de uma forma impossível no caso do amor uma vez correspondido." (pág. 55-56)

John Green é o cara!!! David Levithan é o cara!!! Não, eu não estou querendo exagerar, mas os dois são perfeitos. Sim, porque só isso explica como eles podem ter criado dois personagens insuportavelmente chatos e mesmo assim resultar em um ótimo livro.

"tenho a sensação de que minha vida está muito dispersa neste momento. como se fosse um monte de pedacinhos de papel e alguém ligasse o ventilador. mas falar com você me faz sentir como se o ventilador fosse desligado por um tempo. como se as coisas pudessem de fato fazer algum sentido. você junta todos os meus pedacinhos, e sou muito grato por isso." (pág. 48-49)

Sim, é isso mesmo. Eu não gostei de nenhum dos dois Will Grayson, o que é surpreendente já que cada capítulo é narrado por um dos Will. Por outro lado, a-d-o-r-e-i Tiny Cooper com todos os seus exageros, clichés e estereótipos. É inegável que o livro deveria ser todo dele!!! Outra personagem que me chamou a atenção foi Maura. Nossa, a crueldade de que ela foi capaz me fez pensar em muitas coisas.

"não, sua vida é essa mesma. e, sim, ela é uma merda. a vida costuma ser assim. portanto, se quer que as coisas mudem, não precisa trocar de vida. você precisa tirar a bunda da cadeira." (pág. 81)

Eu li o livro em uma tarde de domingo... Rápido e divertido. A narrativa mistura um pouco de tudo... Tem um toque de drama, tem mentiras, brigas, um pouco de poesia, romance e principalmente amizade. Ah, e muitos momentos hilários que me fizeram dar ótimas risadas.

"(...) todos os amigos dela diriam: "cara, você só precisa ser comida". mas, sinto muito, gênios, não existe essa coisa de trepada terapêutica. a trepada terapêutica é a versão adulta do papai noel." (pág. 81)

O musical é um caso a parte na história. Ele toca em vários pontos interessantes e faz com que o livro tenha um final bem legal. Fiquei com a maior vontade de assistir – e ouvir – o que estava sendo cantando e encenado.

"ninguém nunca me disse como lidar com coisas assim. abrir mão não deveria ser indolor se você nunca aprendeu a segurar?" (pág. 279)

A capa tem um toque muito mais bonito pessoalmente do que parece na imagem. O livro segue sendo cada capítulo narrado por um dos Will Grayson e o Will 2 vem com o capítulo inteiro em letras minúsculas. Achei isso interessante – mas demorei a me acostumar a ver inclusive os nomes sem letras maiúsculas.

"agora eu entendo. eu entendo. as coisas que você mais quer são aquelas que te destroem no fim." (pág. 146)

Eu gostaria de poder escrever algo melhor e mais completo para expressar o que senti ao ler Will & Will: um nome, um destino. Infelizmente as palavras me fogem diante de tantas coisas que passaram na minha cabeça durante a leitura e ainda estão nesse momento. Me encantei com o livro e penso que incrível é pouco para descrevê-lo. Volto a dizer que Green e Levithan foram perfeitos e realmente me conquistaram!!!Lica

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

12 comentários

  1. Oiii, sério que os dois Will são chatos? Que horror, mas essa Maura é bem espirituosa, gostei... E o Tiny vem para roubar a cena e salvar a trama. Ri demais com "trepada terapêutica".
    Não é um livro que me faça esperar ansiosa, apesar da curiosidade, não estou desesperada por ele. XD

    ResponderExcluir
  2. Danielle... Eu achei eles chatos... Mas assim, não naquele ponto de chato de não gostar do livro ou de arrastar a narrativa. Sabe aquele amigo que é chato mas a gente gosta do mesmo jeito? Então...
    Eles são chatos mas a história é incrivel =)
    Bj
    Aline

    ResponderExcluir
  3. Só em ver o nome de John Green na capa, já me faz colocá-lo na minha listinha de próximas leituras. São poucos os autores que conseguem reverter o problema de ter protagonistas chatos. Nada como personagens secundários bem interessantes pra segurar a onda. Fiquei bem curioso pra ler.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  4. Estou doida para ler esse livro e não vejo a hora de conseguir. Pena que você achou os Wills chatos, mas se ainda assim o livro é bom fico contente!

    ResponderExcluir
  5. Só pelo Green já leria o livro. E do Levithan também ouvi coisas muito boas =)
    E pela sua resenha parece que o livro é encantador.

    ResponderExcluir
  6. Ah!!! Que maravilha!!! Estava esperando a sua resenha, me lembro quando vc comentou sobre o lançamento do livro aqui no blog e eu disse que estava meio na dúvida e que ia esperar a sua resenha. É muito bom ler uma resenha positiva. Agora eu quero muuuuito ler. E...ainda não vi um capitulo inteiro com letras minusculas, deve ser meio estranho mesmo os nomes.
    Gostei demais!
    Bjokass

    ResponderExcluir
  7. Bem ainda estou animada pra ler esse livro, acho que fiquei um pouquinho com o pé atras agora com os Will, mas bem, esperar pra ver né.

    ResponderExcluir
  8. Que graça esse livro! Doida pra ler o meu, é bem legal essa nova trama com o fofo do Green. Quem não é fã não sabe o que perde ao não ler. Eu? Pirada do jeito que sou nele? Quero muuuuuito!

    ResponderExcluir
  9. Bastante inusitado dois personagens chatos resultarem em um livro excelente, ele não estava na minha lista pois sou avessa a colocar livros lançamentos sem antes ler nada dele (mania minha) ^^ Agora sim, posso pensar e adquirir o livro (Ótimos quotes)

    Beijos,
    Jhey
    www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir
  10. Não sei se lerei esse livro, apesar de todos os seus elogios, pois personagens altamente chatos me cansam e estou sem paciência para isso no momento, haha.

    ResponderExcluir
  11. Quero muito ler esse livro, mesmo com personagens chatos, a temática é diferente e estou bem curiosa.

    ResponderExcluir
  12. Sério, não tenho vontade de ler esse livro, ele não chamou minha atenção, na verdade nem sei mesmo qual a premissa do livro, não consegui entender direito, mas tudo bem, que os autores são incríveis ninguém pode negar e se eu ler vai ser só por isso mesmo.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras