Os Solteiros – Meredith Goldstein

29/06/2014

Os SolteirosHannah é diretora de elenco em Nova York e ainda chora pelo ex que a abandonou. Rob não é muito bom em assumir compromissos, mas nos tempos da faculdade quase namorou Hannah — e não se esquece disso... Vicki tem um trabalho lucrativo (embora tedioso) como designer de interiores de uma grande rede de supermercados, e é uma depressiva crônica. Nancy leva uma vida dupla, e Joe é um quarentão que adora namorar mulheres mais jovens... Não há como negar: juntos, eles podem comprometer seriamente os planos de Bee de ter o casamento mais elegante da cidade. Da união desses personagens apaixonados resulta um romance divertido e doce sobre vidas entrelaçadas, relações de amizade e o incontestável amor.

Eu não sei explicar exatamente o que me fez pegar Os Solteiros para ler. E ao terminar a leitura fiquei com a mesma pergunta na cabeça. Não é que não tenha gostado é só que fiquei com aquela sensação de não ter entendido direito...

A premissa tinha tudo para ser um livro divertido de ler. Bee está casando e planeja ter o casamento mais elegante da cidade. Acontece que ela se encontra diante de um certo problema... Cinco de seus convidados irão sozinhos - eles estão solteiros e não vão levar ninguém junto ao "evento".

Por que o status de relacionamento tem que ser assim tão importante? Por que os solteiros em um casamento tem que ser um peso na hora de dividir lugares e coisas do tipo? E por que isso não foi o centro da história já que pareceu ser isso no início e o que ligava os personagens? Enfim... Talvez essa minha visão seja do fato de eu ser solteira - não tenho problemas com isso e não vejo como poderia ser um problema ter solteiros em uma festa de casamento (ainda mais se fossem meus amigos).

Tudo começa e deixa no ar que teremos uma visão do casamento e tal, mas pouco sabemos sobre a noiva (somente o que descobrimos do passado em alguns flashbacks) e sabemos menos ainda sobre o noivo. Mas alguns outros personagens também ficaram abertos demais - o que me deixou querendo saber mais ou ficar perguntando o que eles estavam fazendo ali.

Tem ainda o fato de a narrativa ser múltipla. Cada capítulo um personagem narrava e isso ia se intercalando. A ideia é legal e seria um ótimo jeito de conhecer melhor os personagens. Infelizmente o que poderia ser uma coisa boa, me deixou confusa em vários momentos e isso acabou atrapalhando meu ritmo de leitura.

Por fim, Os Solteiros foi para mim aqueles tipos de livros normais. Não chegou ao ponto de considera-lo ruim, mas também não posso dizer que foi ótimo. Uma ideia interessante que poderia ter me encantando mas que para mim ficou faltando algo que o tornasse memorável. Talvez não seja o meu tipo de livro, talvez eu esteja ficando exigente demais, talvez eu apenas não tenha entendido o livro e por isso minhas opiniões foram as acima...Lica

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

6 comentários

  1. Que pena que você não gostou tanto do livro =/
    Eu não tenho muita vontade de ler esse livro, desde que vi nos lançamentos, e agora ainda não me animei pra ler ele. Acho que também não iria gostar muito...
    Bjss

    ResponderExcluir
  2. Muitas vezes os autores é que não conseguem extrair o máximo que a trama tem para lhe dar. Uma pena que acontecei isso aqui. Com essas opiniões, ficou claro que faltou aprofundamento em quase tudo. De trama até psicológico de personagens. Pelo menos não foi de todo o ruim.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Eu até tinha vontade de ler esse livro, mas por saber que alguns personagens ficam abertos demais e que a narração te deixou confusa, desanimei um pouco. Já não sei se vou ler, já não tenho mais tanta vontade...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Aposto que você vai rir da minha confissão, mas tenho que admitir que, sempre que eu via essa capa, imaginava que esse livro era um auto-ajuda (não me pergunte por que). Essa foi a primeira vez que eu li a sinopse e gostei, me pareceu uma história bem legal. Depois que eu li a resenha, minha animação em relação ao livro diminuiu. Essa coisa de ler e ao final do livro não captar uma mensagem ou não enxergar um objetivo, não dá. Sério. Infelizmente esse não vai para a minha lista. Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Esse livro parece ser como aquelas comédias românticas em que a vida dos personagens se interligam, não gosto de filmes assim. Esse livro não me chamou a atenção em seu lançamento, não fiquei com a mínima vontade de lê-lo e agora é que não quero mesmo.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras