Ronnie Von - O príncipe que podia ser rei - Antônio Guerreiro e Luiz C. Pimentel

29/10/2014

 Contrariando sua família, Ronnie Von começou sua carreira no auge da Jovem Guarda, embora nunca tenha participado do programa apresentado por Roberto Carlos, Erasmo e Wanderléia. De modo independente e inesperado, fez grande sucesso com as canções 'A praça', de Carlos Imperial, e 'Meu bem' - uma versão em português do próprio Ronnie Von para a música 'Girl' dos Beatles. Em 1966, comandou o programa 'O Pequeno Mundo de Ronnie Von', onde lançou artistas importantes como Os Mutantes, Eduardo Araújo, Os Vips, Martinha, Jerry Adriani, Gal Costa. Suas experiências como 'pai e mãe' resultaram no livro 'Mãe de Gravata', e a ideia de apresentar um programa feminino veio do amigo e publicitário Washington Olivetto.


*****

Olá povo leitor, como andam as leituras? Por aqui andam a mil! Bom, vou confessar à vocês que tenho uma queda ( ou seria um abismo?) por biografias, em especial, pelas musicais. Quando a Editora Planeta lançou esse livro, claro que pedi pra Lica garantir um pra mim. Primeiramente, por eu ser fã de Ronnie Von.... ok, ok... podem me chamar de quadrada, das antigas ou sei lá o quê, mas eu adoro o programa dele na TV Gazeta. O que mais me impressiona nas biografias é que nós, meros telespectadores, geralmente sabemos apenas da ponta do iceberg que é a vida dessas pessoas. 

" A mesma praça.... o mesmo banco... as mesmas flores, o mesmo jardim.... tudo é igual... mas estou triste, por que não tenho você perto de mim...!!!"
Essa foi a música que fez com que Ronnie fosse conhecido em todo o mundo. E tem coisas que a gente só descobre lendo o livro. Além de ele ser um galã da época e de ter moças aos prantos por conta dele, vocês sabiam que ele começou sua carreira musical fazendo covers e gravações dos Beatles? Pois então.... ele fazia o tipo rock clássico. Uma pena que ele teve de abandonar esse estilo pra ser visto no mercado. 

Ao ler o título da obra, fiquei me perguntando o por quê de ele poder ter sido rei... e daí é que vem toda a história. Na época da Jovem Guarda, Roberto Carlos teve medo de que Ronnie roubasse o posto dele de Rei.... sim meus queridos, mas nem de longe foi isso que o nosso príncipe quis. Ele queria ser ele por ele mesmo, sem ficar à sombra do talento de ninguém. 
E de fato, Ronnie conseguiu.

Mas nem só de alegrias foi a vida artística desse querido e lindo: houve paixões, separações, muita dor e muito sofrimento, principalmente, na vida pessoal. Até um dia ele se encontrar com a atual mulher, com quem vive até hoje e com quem é feliz ao lado dos filhos de outro casamento. A vida de Ronnie foi retratada muito bem nesse volume, e ressalto que o mais importante é que a biografia não foi escrita por ele, e sim, por dois jornalistas super influentes na área. 

Conhecer Ronnie mais a fundo foi um grande prazer pra mim. O livro transcorreu de forma muito leve e em certos momentos, chocante, Os registros fotográficos dento do livro sobre a vida pessoal dele, também ilustram essa linda vida que ele hoje tem orgulho em contar. Em seus programas, ele é sempre simpático, assim como sempre foi. Sem ser esnobe, ele conseguiu chegar onde queria. Eu admiro muito isso, acho que é esse tipo de pessoa a qual podemos chamar de Artista. 

Impossível não chorar quando descobri que Hebe Camargo foi quem o apelidou de Pequeno Príncipe, fazendo alusão ao livro se St. Exupery. De fato, ele foi reconhecido como tal, tanto que as vendas do livro homônimo só decolaram quando Ronnie foi conhecido como o Pequeno Príncipe. A importância dessa alcunha foi tanta, que a mulher do próprio St. Exupery enviou uma estatueta em cerâmica do Pequeno Príncipe para Ronnie. É ou não um homem digno, gente?

A mim, só cabe recomendar a leitura para aqueles que querem conhecer um pouco mais sobre a vida desse homem que cantou e encantou a muita gente, independente da época em que se tenha vivido ou o conhecido. Indico para aquela sua tia que amava o Ronnie Von.... pra sua mãe... pra sua vó... ou pra qualquer um que se interesse!

Um abraço musical!

Sou a Fabi.... blogueira, escritora e eterna sonhadora!

Que tal conferir também...

10 comentários

  1. O Ronnie Von é, realmente, um dos melhores cantores brasileiros. Mas, confesso que não gosto de biografias. Mesmo que fosse de algum ídolo meu, não leria.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  2. Eu não vurto muito a musica dele, e confesso que não sou fã de biografias,
    eu gosto de fantasia, romance,...e livros que contam a vida de uma forma descritiva não me atraiu muito rsrs,
    mas para os fãs dele e quem gosta de sua musica acredito que deve ser muito bom,
    beijos.

    ResponderExcluir
  3. Não gosto muito de biografias, a não ser claro, que seja dos meus ídolos ♥, gostaria que tivesse sobre eles, contando um pouco mais afundo de suas vidas. Não me interessei muito, quase nem conheço este homem, e sequer sei nada sobre ele. Não leria, pois não me interessou. Acredito que quem goste, deve ter sido um baú de informações pessoais.
    Beijos Fabi, ThaynáQ.

    ResponderExcluir
  4. O Fabii!!! Eu gosto bastante de biografias, já li muitas, do Elvis, do J. Kennedy, Madonna, Giane,etc. Me interesso bastante pelas histórias reais de lutas, de glórias das pessoas, famosas ou não. Tenho parentes que leram a biografia de Ronnie Von e gostaram bastante. Confesso que não tinha dado muita bola, mas acho que irei pedir emprestado para conferir esta história da vida real deste artista!!!

    ResponderExcluir
  5. Acho que a unica biografia que li foi sobre a Ester em a estrela que nao vai se apagar, Olga que fala sobre ela esposa do Prestes e também na Bíblia Sagrada que fala sobre varias pessoas, que amo mais é Jesus Cristo.
    Então, assim não é do tipo que leio, mas eu não recuso.

    ResponderExcluir
  6. Confesso que não curto muito ler biografias, mas fiquei interessado por essa, principalmente por ser de um brasileiro que fez tanto sucesso e que eu desconhecia por completo. Excelente dica, sem dúvidas.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de outubro

    ResponderExcluir
  7. Biografias não sao meu estilo de leitura, foram bem poucas até agora. tambem não sou fã de Ronnie VOn, rss, mas minha mãe era. Se fosse viva, estaria devorando o livro, rss

    ResponderExcluir
  8. Olá, Fabi.

    Minha mãe me conta que era louca com esse cantor o Ronnie Von, eu confesso que nunca escutei nada dele. Nunca li uma biografia então não sei dizer se gostaria ou não de ler essa. Vou dar de presente pra minha Mamis. <3

    Visite: http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/

    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Nunca gostei de ler biografias por mais interessante que fosse mas ainda espero uma que me surpreenda!

    ResponderExcluir
  10. Não gosto de bibliografias, e tô com vergonha de dizer que nem sei quem é Ronnie Von :/ Não é do meu tempo.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras