Uma Pequena Casa de Chá em Cabul - Deborah Rodriguez

15/01/2016

Sunny é a orgulhosa proprietária de uma pequena casa de chá no coração do Afeganistão e precisa de um plano genial – e rápido – para manter o local e os clientes seguros. Yasmina, uma jovem grávida que fora roubada de seu distante vilarejo e abandonada nas ruas violentas de Cabul. Candace, uma americana rica que finalmente trocou o marido pelo amante afegão, o enigmático Wakil. Isabel, uma jornalista determinada com um segredo que pode privá-la da maior reportagem de sua vida. Halajan, a “mãe” do grupo, uma idosa cujo antigo caso de amor vai contra todas as regras. Essa pequena casa de chá em Cabul atende homens e mulheres, expatriados, funcionários da ONU e mercenários; todos em busca de um momento de paz em uma região onde a tensão paira no ar e uma bomba pode explodir a qualquer momento, mas também se torna o cenário para o encontro dessas cinco mulheres que, mesmo tão diferentes entre si, compartilham segredos e tornam-se amigas com uma relação extraordinária.

Sunny é uma americana que vive em Cabul há alguns anos e possui uma pequena casa de chá na cidade. Com o aumento da violência na região, ela precisa de um plano genial urgente, para atrair mais clientes e salvar seu negócio.

Yasmina é uma jovem viúva que foi levada de seu vilarejo ao norte do Afeganistão como pagamento de uma dívida do tio e abandonada em Cabul após descobrirem que ela estava grávida. Seu destino cruza ao de Sunny no Ministério das Mulheres, onde a jovem foi procurar ajuda, e agora ela é a mais nova atendente da casa de chá.

Isabel é uma jornalista inglesa atormentada pelo passado, que veio ao Afeganistão para investigar sobre guerrilha, corrupção, radicais islâmicos e toda a podridão que cerca um país atolado em guerras.

Candance é uma americana sulista que largou o marido milionário pelo misterioso amante afegão, um homem rico, bonito e sedutor, mas que guarda inúmeros segredos que ela desconhece.

E por último, mas não menos importante é Halajan, a “mãe”, dona da casa onde está à casa de chá, Halajan é uma viúva com muitos segredos e vontades, que despreza as tradições ao mesmo tempo em que se vê obrigada a segui-las. Mãe de Ahmet, ela e o filho trabalham com Sunny.

Uma pequena casa de chá em Cabul conta a história dessas cinco mulheres e como a vida delas se entrelaça em situações diversas. Suas lutas, amores, sofrimentos, anseios e desejos. Ele retrata de forma mágica questões como guerra, morte, violência, fome, drogas e terrorismo.

Faz-nos refletir sobre a realidade omitida pelos jornais, sobre as dificuldades de um país invadido por estrangeiros e abandonado ao mesmo tempo, tudo isso de forma tão sutil que em nenhum momento nos sentimos ofendidos ou invadidos, como ocorre com algumas outras leituras.

Deborah Rodriguez me conquistou desde a capa (que é linda!), sua citação de Eleonor Roosevelt na epígrafe tornou-se uma das minhas prediletas de toda a vida e sua escrita leve me fez sonhar com as montanhas do interior, o frio da neve, as cores do mercado e também o barulho das bombas.

Nunca fiquei com tanta vontade de conhecer um país em guerra como ela me fez querer conhecer o Afeganistão. Simplesmente amei!


Criado em 2010, o Amores e Livros é um espaço feito para dividir os nossos amores pelos livros, filmes, séries e alguns outros vícios mais do que saudáveis! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

24 comentários

  1. Oi. eu li esse livro ano passado e achei lindo, poético, formidável, diferente. fiquei apaixonada, também como você, querendo conhecer o país. Sem contar que a capa é fabulosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmmmmm....fico mto feliz de ver alguém q se encantou com ele tanto qto eu..

      bjsss

      Excluir
  2. Olá!

    O livro parece ser apaixonante mesmo, mas não tenho nenhuma vontade de conhecer esse país. Muitas guerras, intolerância religiosa e mulheres que tem que cobrir todo o corpo não me seduzem. Mas gostei da ideia, faltam livros assim no mercado.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Kamila..
      Claro q ir pra um país em guerra não está na minha lista de prioridades, porém a forma como a autora descreve o país te faz ficar encantada com o lugar...
      bjuss

      Excluir
  3. Nikki, fiquei encantada pela história do livro contar histórias de cinco mulheres em meio um país de guerra.
    Estou mega curiosa em ler e gostar tanto quanto você gostou.

    Lisossomos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Q bom Déborah! Espero q vc possa ler ele logo logo, e me dizer sua opinião!
      bjus

      Excluir
  4. Eu tenho muito vontade de ler esse livro, a história é exatamente o estilo que eu gosto, lendo sua resenha, me lembrei de dois livros que li e que se parecem com esse por ser um grupo de mulheres que tem suas vidas e histórias entrelaçadas, que são O Pão da amizade e O clube do Biscoito! Resenha maravilhosa, agora mais que nunca preciso comprar esse livro, bjão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hummm, q fico feliz q tenha gostado!
      Já anotei tuas dicas no meu "Livro de marcar livros", e vou procurar por eles.

      bjus

      Excluir
  5. Nikki!
    Muito bom poder conhecer um pouco mais sobre um país tão questionável como o Afeganistão e nada melhor do que ter a visão das mulheres que moram no país e podem mostrar através do seu olhar tudo que acontece por lá em termos de lutas, amores, sofrimentos, anseios e desejos. Questões como guerra, morte, violência, fome, drogas e terrorismo.
    “O segredo da criatividade é saber como esconder as fontes.” (Albert Einstein)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Participe do TOP COMENTARISTA de Janeiro, são 4 livros e 3 ganhadores!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hihihhi... Verdade Rudy!
      Adorei conhecer esse país pela visão das mulheres, até pq elas não costumam ser ouvidas em lugares como o Afeganistão.
      bjus

      Excluir
  6. Concordo com você: a capa é maravilhosa! Como sou bailarina do Ventre, já tenho uma paixão e afinidade com a cultura oriental. Esse livro não só despertou minha curiosidade sobre as personagens, como eu adoraria ver o cenário e a cultura que a autora desenvolveu nele. Está na lista!
    Até + ver! Nu.
    As 1001 Nuccias | Curtiu?

    ResponderExcluir
  7. Oiii!!!

    Eu não conhecia a obra e a capa é um amor <3 Acredita que nunca li naaada relacionado a guerra e tenho um pouco de curiosidade. Acho que essa tematica precisa ser tratada com muita sensibilidade e de uma forma muito bonita <3
    Gostei da resenha!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Oi! Nossa preciso ler esse livro. Adoro estórias cheias de detalhes e vidas que se entrelaçam. Gostei demais da resenha que você fez, ficou ótima e me deixou super a fim de ler!Bjs e até mais!

    ResponderExcluir
  9. Oiii
    Eu não conhecia esse livro.mas me encantei pela premissa. Com certeza um livro que darei um jeito de encontrar e ler. Gosto muito de livros que se passam em lugares diferentes do que estou acostumada.
    Bjus

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Sou apaixonada por essa capa!
    Acho lindas essas histórias em que os personagens tem as vidas entrelaçadas dessa forma e esse livro me parece ser bem tocante.
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oieee lindona, tudo bem? Preciso falar que essa capa é LINDAAA!!!! Acho sensacional quando o autor consegue entrelaçar vidas completamente diferentes na história e nos envolver com isso. Achei a ideia fascinante e acho que o livro envolve muito sentimento e mistério e tem tudo para ter um final surpreendente. Quero muito ler esse livro! Bjossss

    http://porredelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oie
    Nossa, parece ser uma leitura mega interessante pelo tema, gostei bastante da dica e tudo mais, e vou anotar haha que bom que curtiu a leitura e parabéns pela resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    A história do Afeganistão é mesmo incrível, mas confesso que não tenho muito vontade de conhecer o país não - muita guerra, muita devastação, sem contar o risco que mulheres correm por lá. Esse livro mesmo mostra bem como as mulheres são tratadas e como é complicada a vida no país. Mas mesmo assim, a cultura afegã é riquíssima, pena que está sendo destruída por um regime totalitário.
    Bjs!
    Quem Lê, Sabe Porquê

    ResponderExcluir
  14. Oiie,

    Não tenho vontade de conhecer o Afeganistão, não rs eu tenho muita pena e compaixão do povo que mora lá, são pessoas que ficam sendo escravas do próprio medo. E vejo que as mulheres é as que mais sobre, estupros, e coisas piores, esse livro mostra como elas são tratadas e dá um nó na gargante e dói o coração.

    Bjs

    Amantes da Leitura

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Pelo que me lembro até o momento não li nenhum livro que se passasse no Afeganistão, isso já atraiu a minha curiosidade; sem falar que curto estórias que narram a trajetória de diversos personagens, fiquei curiosa com a leitura e por você ter gostado tanto.
    Abraços,
    Andy - StarBooks

    ResponderExcluir
  16. Eu adoro quando o livro entrelaça pessoas com culturas diferentes e que por meio de segredos elas acabam se encontrando.
    O livro parece ser de uma leitura leve, mesmo com todos os temas fortes envolvido.
    Adorei a resenha, espero poder dar uma chance para o livro.
    Beijos,
    ABCD dos Livros.

    ResponderExcluir
  17. Olá!!
    Nossa, olhando a capa do livro eu jamais desconfiaria que o seu tema seria esse.
    Achei muito boa a sua resenha e essas histórias que são entrelaçadas acho bem interessante, porém o livro nao me chamou muito a atenção :/

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  18. Olá!
    A história desse país é muito triste. Tanta dor e sofrimento para a população. Gostei do enredo que aborda a história dessas mulheres, nela poderemos ver como elas vivem e como resolvem os seu problemas.
    Adorei a sua resenha.
    Beijinhos!
    http://www.eraumavezolivro.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Olá

    Acho que nunca li um livro com essa temática, gostei da premissa,mulheres tão diferentes e tão amigas dando exemplo de tolerância num pais em guerra,não conhecia o livro,mas vou anotar a dica.

    Bjss

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras