Louco por Viver - Roberto Shinyashiki

05/08/2014

Viva * Ame * Jogue * Arrisque * Entregue-se Em uma época em que é tão comum se sentir perdido, vemos que a infelicidade e o desânimo se tornaram as coisas mais democráticas do mundo: quase ninguém escapa deles. Tanto para os jovens quanto para quem já tem mais experiência, é comum sentir que a empolgação muitas vezes se perde nos cantos do cotidiano e da rotina. Tem gente que não acredita mais em amor, desejo, prazer de viver a vida. Chega um momento da vida no qual descobrimos que o prazer de viver não é algo que se compra, nem se encontra no fundo de uma sacola de roupas ou naquele pedaço de bolo de chocolate. Falta... paixão. Em seu novo livro, Roberto Shinyashiki não promete nada, só toda a felicidade do mundo. Isso mesmo, você leu certo. Em algum momento, nossa loucura e nossa paixão podem ter se perdido, mas uma vida prazerosa e cheia de energia é um desejo da alma que não pode ser ignorado por muito tempo. Aqui você é convidado a realizar o impossível: aquele projeto que sempre viveu guardado no coração, o emprego dos sonhos, o relacionamento que faz andar nas nuvens. Entenda como tudo isso está só esperando pelo seu primeiro passo e deixe o autor mostrar como dar esse salto. Descubra que você tem tudo para ser louco por viver. A vida não é uma, a vida é muitas. E a sua está prestes a se reinventar.


Desde a época em que eu trabalhava na livraria, reparei que muitas pessoas sempre procuravam pelos livros de Roberto Shinyashiki. Uma amiga costumava dizer que eu deveria ler, por que isso sim era autoajuda de verdade. Gosto de livros que contam experiências as quais podemos levar alguns ensinamentos para nossa própria existência.

E agora, com a parceria do blog com a editora Gente, me deparei com a obra Louco por Viver. Já havia vendido muitos exemplares desse livro, e então, após lê-lo, percebi o por quê do sucesso todo.

O autor divide suas experiências mais cabulosas e as mais fabulosas durante as 182 páginas do livro. Confesso que no começo, resisti bastante ao livro, talvez pelo momento a qual estou passando, já que estou afastada do trabalho por razões que não vale a pena citar aqui. De toda forma, o livro foi me ganhando e fui realizando em minha mente, que sim, temos de ser loucos por viver, visto que há um grande abismo entre sobrevivência e vida. 

Roberto abre os olhos dos leitores quanto à questão de passarmos tempo demais nos importando com os outros e não fazendo o que realmente importa para nós. Ora, somos nós que vivemos a nossa vida, e por mais difícil que sejam as escolhas que devemos tomar, há sempre um jeito. O livro não foge muito das tradicionais mensagens de autoajuda, como por exemplo: amanhã é um novo dia, tem certas coisas que não podemos mudar, muitas vezes, o tempo é o melhor remédio. Mas é sempre bom lembrar dessas coisas pra gente viver melhor. 

Um tema muito atual relatado no livro, são as redes sociais e a internet no geral. Isso é uma opinião que muito me martela na cabeça: a internet pode aproximar pessoas, mas também pode separá-las. Fiquemos com os abraços verdadeiros, com o toque e as conversas pessoalmente. 

O que mais me chamou a atenção foi a diagramação do livro. Ele é todo diferente, com fontes diferentes na hora de chamas atenção, com quadros, páginas pretas com escrita em branco, enfim, atrai o olhar do leitor e a leitura acaba sendo muito leve. 

Posso afirmar que gostei do livro e que irei colocar algumas das minhas frases favoritas escritas em locais estratégicos para me lembrar do por quê eu deveria ser louca por viver. Como o livro trata muito da paixão pela vida, escolhi uma das mensagens para terminar o post:

" É lógico que viver apaixonado envolve riscos, mas se você for contabilizar tudo o que é somado na sua vida, vai ver que vale a pena."
p. 27

Então leitores, é isso: sejam loucos por viver, arrisquem-se e façam as suas vidas valerem a pena. Obrigada!
Abraço livresco


Sou a Fabi.... blogueira, escritora e eterna sonhadora!

Que tal conferir também...

6 comentários

  1. Olha, não sou ã de livros de auto-ajuda mais a sua resenha me ganhou. Gostei bastante de conhecer essa obra e com certeza entrará no meu skoob para me lembrar.
    Mas o mais importante, é que sua resenha transmitiu a vontade de viver! Realmente é tedioso a vida hoje. Ninguem para pra conversar, sem um café gostoso no final da tarde.
    Precisamos desses momentos! Essas coisas nos deixam mais felizes.
    Bjos

    Leitura de Ouro - leituradeouro.blogspot.com
    @LeituraDeOuro

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito da resenha. Penso que o nome presente nos dado hoje não é em vão. Obrigada. :) Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Fabi, de todos os livros que pude conhecer desde quando comecei a comentar e visualizar nos blogs literários desde maio quando os conheci, sem dúvida e medo foi esse. Não tem assunto melhor para aprender e amar do NOSSA PRÓPRIA VIDA, porque a partir do momento que façamos isso, as outras "coisas" fluem normalmente. Livro mais que adicionado em minha lista.

    Bjsss

    ResponderExcluir
  4. Pessoal, que bom que gostaram da resenha..... sempre que escrevo penso na melhor forma de transmitir o que senti ao ler o livro! Obrigada por sempre estarem aqui conosco! Desejo à todos que sejam loucos por viver!

    ResponderExcluir
  5. Olha, não gosto de livros de autoajuda... ele têm efeito contrário em mim: me deprimem. Leio, vejo que faço tudo ao contrário do que é dito no livros, já acho que minha vida é uma droga e só quero chorar.

    É isso. Apesar de ter gostado desta bela resenha, não o leria.

    ResponderExcluir
  6. Apesar desse autor ser bastante badalado, confesso que não sou fã de livros desse gênero. Não sei se algum dia lerei algo do tipo. Pra isso acontecer, primeiro terei que abandonar todos os preconceitos que tenho em relação a eles, pra depois tentar ler algum. Enfim, a dica está anotada.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras