Nosferatu - Joe Hill

20/08/2014


Sinopse: "Victoria McQueen tem um misterioso dom: por meio de uma ponte no bosque perto de sua casa, ela consegue chegar de bicicleta a qualquer lugar no mundo e encontrar coisas perdidas. Vic mantém segredo sobre essa sua estranha capacidade, pois sabe que ninguém acreditaria. Ela própria não entende muito bem. Charles Talent Manx também tem um dom especial. Seu Rolls-Royce lhe permite levar crianças para passear por vias ocultas que conduzem a um tenebroso parque de diversões: a Terra do Natal. A viagem pela autoestrada da perversa imaginação de Charlie transforma seus preciosos passageiros, deixando-os tão aterrorizantes quanto seu aparente benfeitor. 
E chega então o dia em que Vic sai atrás de encrenca... e acaba encontrando Charlie. 
Mas isso faz muito tempo e Vic, a única criança que já conseguiu escapar, agora é uma adulta que tenta desesperadamente esquecer o que passou. Porém, Charlie Manx só vai descansar quando tiver conseguido se vingar. E ele está atrás de algo muito especial para Vic. 
Perturbador, fascinante e repleto de reviravoltas carregadas de emoção, a obra-prima fantasmagórica e cruelmente brincalhona de Hill é uma viagem alucinante ao mundo do terror.


Por tudo que me é mais sagrado, eu amo terror! Sou apaixonada por este gênero! Ele ganha de ficção científica e de romance histórico em meu coração de leitora. Disparado. Falar sobre a obra de Hill me deixa desnorteada. Onde estava este homem na minha vida literária? Porque nunca peguei nada dele para ler antes? Nem Nosferatu sabe dizer...

Vou começar detonando essa coisa de quase spoiler na capa e sinopse. O que acontece no Brasil? Um mercado grande de leitura, apesar de tudo, não merecemos este tipo de tratamento. Quase me ofende quando eu pego uma sinopse assim! Sorte que eu não leio sinopses antes de ler o livro. Sorte que esta não entrega muito mais. Sorte que Hill soube nos dar vários motivos para ler até o fim. Sorte que eu sobrevivi ao vertiginoso mundo dele e voltei pra contar...

Que misturas sinistras Hill põe no cereal no café da manhã??? Quero entender de onde ele arranjou tanta personagem 'especial' pra colocar em sua história. Preciso saber se ele bateu a cabeça ou algo do gênero, ou se é daqueles nerds loucos que só com o cheiro de naftalina da roupa da vó já fica 'bom' o suficiente pra querer escrever loucuras como esta. Loucura das boas, devo admitir. Nunca li nada parecido.

Olha que pra mim é difícil fazer uma resenha sem mencionar outros livros, ou filmes, ou pensar em músicas para tentar remeter ao clima que se passou comigo. Há várias 'homenagens' a outros autores em forma de personagens, de lugares, de situações, mas não é como dizer: "ah, me lembra tal..." Estou estarrecida! Não há o que eu  possa dizer. Não posso negar que tem uma pegada do rei (Stephen), mas a linha é muito mais retesada e  letal!

Fãs de terror, unam-se e leiam este livro! Ensanguentadamente recomendado! Estou aos pedaços implorando por mais livros dele! Alguém mais??

Que tal conferir também...

3 comentários

  1. Se te surpreendeu é porque é bom. .. incrivelmente ansiosa pra ler....!!!!

    ResponderExcluir
  2. Li, numa resenha, uma frase muito interessante sobre este livro: "se espremer, sai sangue" (O_o)
    Como assim?! Mas também o esperar de, nada mais, nada menos, Joe Hill, filho de Stephen King, né!
    Eu gosto de gênero, mas tenho uma mente muito fértil e sou muito medrosa.... aí já viu, né hahahahahaha

    ResponderExcluir
  3. Oi Gi,

    Amo terror e sabe que eu não tinha noção de que este livro era de terror, ja quero para ontem.
    Imagina Vic fugindo de Charlie depois de adulta.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras