O Ar que Ele Respira - Brittainy C. Cherry

04/09/2016

Como superar a dor de uma perda irreparável? Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. Mas Elizabeth logo descobre que, por trás do ser intratável, há um homem devastado pela morte das pessoas que mais amava. Elizabeth tenta se aproximar dele, mas Tristan tenta de todas as formas impedir que ela entre em sua vida. Em seu coração despedaçado parece não haver espaço para um novo começo. Ou talvez sim.



Eu não sei nem por onde começar a escrever essa resenha. Acredito que não tenho palavras suficientes para dizer o quanto estou mais apaixonada do que nunca pela escrita de Brittainy C. Cherry. E com aquela sensação de que, mesmo este sendo apenas o segundo livro que leio da autora, sempre irei querer mais e mais e mais.

Eu não tinha lido a sinopse antes de iniciar a leitura. Quem me conhece - ou acompanha as minhas resenhas - sabe que tenho feito muito isso ultimamente. Então eu não sabia exatamente o que esperar do livro. Quando li o prólogo, que é contado pelo ponto de vista de Tristan, imaginei que seria uma história triste, mas ao terminar o primeiro capítulo - onde conhecemos Elizabeth - tive a sensação de que seria aquele tipo de história que me traria muitas lágrimas e nós na garganta.
"Estou bem, dizia a mim mesma, repetidamente. Estou muito bem.
Um dia, isso seria verdade.
Um dia, eu ficaria bem."
Elizabeth perdeu o marido Steve e, não conseguiu permanecer na casa do casal, então foi morar com sua mãe. Após um ano, ela resolve voltar a sua antiga casa e tentar recomeçar. Ela sente que precisa e que deve isso à Emma, sua filha de cinco anos. É no caminho de sua volta que ela acaba encontrando Tristan pela primeira vez. E foi exatamente nesse momento em que a história me prendeu - e eu só consegui largar no final.

Elizabeth, sem querer atropela o cachorro de Tristan. Mesmo sem conhecer o cara, ela sente que precisa fazer alguma coisa, ainda mais quando sente como ele olha para o animal, então leva os dois ao veterinário. Não demora muito para eles terem uma pequena discussão e Tristan mostrar seu lado frio e cruel. E isso acontece mais uma vez no consultório - mas o olhar que a atendente dá ao cara a faz pensar que ninguém merece ficar sozinho, e mais uma vez o ajuda.

O grande destaque desse início é a pequena Emma. É engraçado demais vendo ela chamar Tristan de 'Pluto' na sala de espera por ele não dar atenção para ela quando ela chama - que fica ainda mais engraçado quando Elizabeth pensa que não deveria ser mãe... Assim como é lindo e emocionante ver a relação que ela criou com as plumas. Emma é luz, é vida, é toda criança de cinco anos deveria ser, trazendo vários momentos de alegria à história. Acho que estou errada ao dizer que ela é um destaque apenas nesse início, já que ela também ganhou meu coração em outras partes também.


Ao chegar em casa, Elizabeth fica sabendo que tem um novo vizinho. Os comentários são de que o cara é estranho e que está fugindo do passado - um passado que dizem que é perigoso, no melhor estilo tranque bem as portas pois ele matou alguém. Dá para adivinhar quem é o vizinho, não é mesmo? E a cena toda em que eles se reencontram e descobrem que são vizinhos é incrível - e me deixou babando por Tristan... Desculpem, mas não tem como não babar por um cara que é descrito com o corpo em forma, barbudo e cheio de tatuagens - ainda mais quando essas tatuagens trazem referências literárias...

Elizabeth vê alguma coisa em Tristan e não demora muito para perceber o que é. Ele trás consigo a mesma dor que ela, a mesma dor de perder quem se ama. Os dois sentem o mesmo sofrimento e na tentativa de aliviar a dor, começam um relacionamento diferente, de fingimento onde eles conseguem se lembrar das pessoas que perderam. Tanto Tristan quanto Elizabeth são personagens que se encontram em um momento extremo de dor, eles estão quebrados de uma forma que talvez não tenha como juntar os pedaços. Mas com o tempo, eles começam a perceber que pode estar surgindo sentimentos reais entre eles. E como levar isso adiante? Será que dois corações quebrados podem voltar a bater?
"Nós dois juntos era uma ideia terrível. Éramos instáveis, estávamos destruídos, não havia como negar. Ele era o trovão, e eu, a nuvem escura. Estávamos a segundos de criar a tempestade perfeita." (pág. 117)

O mais lindo do livro é a forma como a história vai sendo construída, a forma como um descreve para o outro sua dor e o modo que as palavras são usadas faz com que os sentimentos sejam quase palpáveis de tão bem colocados que estão. E não é só a dor que quase podemos tocar. Dá para sentir a angústia, o desespero, a escuridão em suas almas... E por mais que seja estranho essa coisa de ficarem juntos imaginando estarem com seus cônjuges, dá para entender o motivo, dá para sentir o vício que isso se torna, assim como dá para prever que os sentimentos irão se misturar.

Mas não são só os sentimentos do casal que dá para sentir. Os personagens secundários tem seu brilho e são importantes na história. A inocência de Emma, seu carinho com Zeus, o Sr. Henson e seus conselhos, cada um dá um toque especial para história.  Até com Faye, que é a melhor amiga de Lizzie, que não tendo nenhum filtro quando fala, dá para sentir a força de uma grande e verdadeira amizade. Até os toques de humor estão na medida certa para aliviar um pouco o peso que vamos sentindo enquanto lemos. E o que dizer sobre os post-it??? Fofo, fofo e fofo, mais ainda por serem bobos e bregas... E as plumas??? Momentos lindos em forma de poesia.
"No final, não são nas cartas de tarô, nos cristais ou nos chás especiais que reside a magia. A magia está nos pequenos momentos. Nos pequenos gestos, nos sorrisos gentis e nas risadas silenciosas. A magia é viver todos os dias e se permitir respirar e ser feliz. Meu querido, a magia é amar." (pág. 248)
O Ar que ele Respira tirou muitas vezes o meu fôlego, e ao mesmo tempo que foi uma leitura rápida, foi intensa e cheia de sentimentos. Foram várias as vezes que me peguei com um nó na garganta imaginando o tamanho da dor que a personagem estava sentindo - e que por muitas vezes encheu meus olhos de lágrimas. Tem uma reviravolta que me deixou em suspense e achando que nada mais daria certo, que as dores e tragédias não teriam fim, que me deixou desesperada. Mas também teve os momentos alegres, os momentos doces e lindos. E o melhor de tudo é a narrativa envolvente e cativante, que conseguiu colocar tudo na medida certa e que me deixou complemente apaixonada.

Com uma escrita incrível, Cherry mostra que por mais profundas que sejam as feridas, o amor é capaz de curar. Não me apaixonei somente pelo casal principal, já que também temos personagens secundários incríveis, me apaixonei pelo conjunto, pela soma de todos os detalhes, pela história... É, com certeza, um dos livros que entra para a minha lista de queridinhos - todas as emoções são tão reais e a escrita é tão fabulosa que os personagens seguirão comigo por muito tempo.

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

31 comentários

  1. Olá! Já tinha visto o livro por aí, mas ainda não tinha chamado minha atenção. Acredito que meu maior erro tenha sido julgá-lo pela capa, pelo visto agi errado. Pois a história deve ser tão maravilhosa quanto a sua resenha diz.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Oie
    Li faz pouco tempo esse livro. Gostei bastante, só achei que a autora correu um pouco com a história no meio do livro, onde o Tristan e a Elizabeth estão ficando juntos. Ele muda demais e ficou meio sem desenvolver essa parte da história. Parece outra pessoa.
    Mas a autora conseguiu acertar isso com um final que gostei bastante.
    Bjs

    Apaguei o outro comentário pq meu celular comeu um pedaço do texto kkkk

    ResponderExcluir
  4. Olá! Essa não é a primeira resenha do livro que leio e cada vez fico com mais vontade de ler! A estoria parece ser bem emocionante e intensa e já me imagino chorando lendo hahah. O casal me conquistou logo de cara e quero muito conferir o desenrolar desse romance e a superação pelo lado dos dois. Gostei bastante dos personagens secundários agregarem ainda mais ao livro. Com certeza entrou na minha lista de desejos, beijos

    ResponderExcluir
  5. Pronto! Agora lenhou! O cara é tatuado e barbado? Preciso urgentemente desse livro. Se eu já fiquei com um nozinho de leve na garganta lendo essa resenha, imagina quando eu estiver lendo esse livro! Acho que vou falecer. Gosto de quando a leitura é rápida, mesmo sendo densa. Mais um pra lista de desejados com todo o coração. Ai ai ai... Amei a resenha, meus parabéns

    ResponderExcluir
  6. Olá
    Eu já vi várias resenhas sobre esse livro, e todas conta o como ele é mágico e arrancador de lágrimas rsrs. Eu estava lendo o outro livro dela, mas tive que interromper a leitura por motivos pessoais. Quero muito ler essa série dela. Um ponto que o livro ganhou com essa resenha, foi o fato da autora dar um devido brilho não só nos nossos protagonistas, mas nos outros também. Até mais vê
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá!!

    Definitivamente preciso ler esse livro. A cada resenha fico mais instigada e com a sua só reforçou.
    Adoro tramas que mexam com as emoções, de tirar o fôlego como você falou.
    Parabéns pela resenha!!

    bjs
    Fernanda
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Esse livro parece ser maravilhoso. Tenho lido várias resenhas dele e quero muuuito conhecer. Incialmente, quando li a sinopse, eu não esperava muito dele, mas depois de tantas opiniões positivas, inclusive a sua, não posso simplesmente ignorar. Por mais que a capa não me chame a atenção, sei que o enredo dramático, reflexivo e amável me prenderia até o final. Espero ter a oportunidade muito em breve. E devo dizer: parabéns pela resenha, realmente muito boa.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oiii Lica, tudo bem?
    Menina eu tenho tanta vontade de ler esse livro que você nem imagina, confesso que sei que eu choraria a vida toda HAUAUAHAU lendo o livro, mas mesmo assim arriscaria e adoraria ler, além do mais a obra está um arraso.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Lica!
    Também não leio mais as sinopses dos livros, porque muitas vezes só fazem atrapalhar e dar uma impressão errada.
    Adoro livros onde as crianças tomam a cena dos protagonistas, dão sempre um brilho diferente ao enredo.
    Fiqui apaixonada pelo mote e curiosa por saber se a protagonista vai conseguir superar sua própria dor e curar a dor de seu vizinho.
    “Educar é semear com sabedoria e colher com paciência.” (Augusto Cury)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de SETEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Mais uma resenha emocionante sobre o livro da Cherry. Queria ter gostado
    Tentei a autora com Beleza Perdida e infelizmente não foi. Achei tudo muito parado, achei a escrita descritiva demais e os personagens nao me cativaram. Essa razão me levou a não querer ler mais romances da autora. Por mais que esse tenha uma média boa de resenhas, a mim, infelizmente, ele não agrada. Em gênero e temática, que não são muito meu forte.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Sua resenha está ótima! Quero muito ler, achei o enredo lindo, com uma mensagem de amor e superação! Já está na lista!!!

    ResponderExcluir
  13. Olá!

    Adorei sua resenha, há tempos que quero ler esse livro, mas é muito caro e não ando com tanto tempo para ler. E essa capa é muito linda!

    ResponderExcluir
  14. Oie, que bacana ver que esse livro te cativou. tenho visto várias resenhas positivas a respeito e minha curiosidade só aumenta. gostei de saber que é uma obra cheia de sentimentos e que temos a emma, uma criança para contrabalancear tanta tristeza e dor. Espero ler logo.

    ResponderExcluir
  15. Oiii, tenho visto muitas resenhas desse livro e todas apaixonadíssimas, estou ficando cada vez mais curiosa para ler. Adoro romances. *.*
    beijos

    ResponderExcluir
  16. Gostei muito da sua resenha. Você conseguiu me deixar curiosíssima com um livro que eu estava certa que era ruim por outras resenhas que li. Agora estou louca de vontade de lê-lo, e já tenho certeza de que vou adorar.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  17. Oi,
    Também fiquei sem palavras quando terminei a leitura. Foi uma leitura emocionante e encantadora.
    Entrou também para a minha lista dos queridinhos.
    Parabéns pela resenha
    Beijos

    ResponderExcluir
  18. Oi,
    A cada resenha desse livro fico mais curiosa, quero mt me emocionar com essa história!! Ele já esta na minha lista de próximas leituras!!
    Bjs!
    Fadas Literárias

    ResponderExcluir
  19. Oiii!!!

    Eu não consegui ler esse livro ainda :(
    Estou com o livro aqui mas não consegui ler ainda.
    Gostei de ler essa resenha aqui! A obra é linda e tocante! Tenho certeza que vou amar.

    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Eu amei Sr Daniels e estou louca para ler esse livro,ainda mais agora depois dessa resenha carregada de emoção.Posso ser meio louca,mas amo livros que mexem com minhas emoções desse jeito e acho que O Ar que ele respira vai me tirar o fôlego.

    bjsss

    ResponderExcluir
  21. Oi
    Tudo bom?
    Quero muitoooo ler esse livro! Ele parece ter tudo o que eu amo em uma historia, e eu amo essa autora!
    Adorei sua resenha, só me fez querer correr para a livraria comprar logo ele, hahahahah
    Bjos

    ResponderExcluir
  22. Oi, tudo bem?
    Estou muito ansiosa para ler esse livro! A premissa me conquistou desde que começou a divulgação do mesmo. Eu li SR. Daniels, da autora, gostei, mas não foi uma leitura daquelas que marcam. Mas estou com ótimas expectativas para O Ar que Ele Respira. Também gostei da capa! Sua resenha está ótima. Espero gostar tanto quanto você! Beijos.

    ResponderExcluir
  23. Olá Aline tudo bem, minha amiga me contou meio por cima a história desse livro, e fiquei de boca aberta de tão fascinante. O que esse casal passa é mega complicado. Quero muito ler esse livro. Bjkas

    ResponderExcluir
  24. Amei o começo "Eu não sei nem por onde começar a escrever essa resenha." Acho que todo mundo sentiu isso. Esse livro é perfeito, lindo, tocando, tudo, tudo de maravilhoso. Brittainy mais uma vez arrasou, veio derrubando todos os forninhos. <3
    Bjo
    www.viciadosemleitura.blog.br

    ResponderExcluir
  25. Oie
    li o livro recentemente mas não curti muito por alguns motivos, apesar do enredo ser bem cativante, certos personagens deixaram a desejar, mas bem legal sua resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. OOi!
    Acredito que essa será minha proxima leitura! Parece ser um livro ótimoo! sua resenha conseguiu até aumentar minha vontade de realizar a leitura.
    Vejo muitos comentários positivos, na verdade, nunca vi uma resenha negativa. kkkkk. Espero gostar tanto quanto você.
    Beijoos!

    ResponderExcluir
  27. Oi Lica,
    Estava ansiosa para conhecer a escrita da autora, mas resolvi ler primeiro Sr.Daniels; foi uma história linda e emocionante, mas nem de perto tão arrebatadora como O Ar que Ele Respira.
    Esse livro acabou comigo, estava buscando ler um livro que me emocionasse, com certeza o livro cumpriu a sua missão. Amei a forma de como o relacionamento do casal se desenvolveu, duas almas tão machucadas que juntos encontraram uma forma de amenizar um pouco a dor do passado.
    Amei a narrativa da autora, quero ler mais livros e me emocionar com suas histórias.
    Beijos

    ResponderExcluir
  28. Oi Lica!
    Que resenha mais linda, parabens!
    Eu sou apaixonada por essa autora e esse livro me tocou de uma forma muito especial.
    A Pequena Emma é a melhor e o Pluto sem dúvidas me conquistou.
    As plumas me deixaram emocionada...

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  29. Olá Lica!!!
    Se eu já estava doida para ler "O Ar Que Ele Respira", agora eu tenho a plena certeza que tenho que lê-lo o mais urgente possível S2
    Adorei os quotes que você colocou cada um mais apaixonante que o outro e sim eu já estou imaginando como é o Tristan kkkkk
    Parabéns pela belíssima resenha ;)

    lereliteraio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  30. Cara! Eu achei demais esse livro, confesso que li sem parar. É emocionante e ao mesmo tempo engraçado. Não vejo a hora de sair o volume dois que vai ser de enorme sucesso.

    ResponderExcluir
  31. Hi,
    Eu estou vendo muitos elogios sobre o livro, e ele pelo visto tem uma carga emocional bem profunda né, tem tempo que li um livro que me fez chorar, e esse parece ser desse jeito. Pretendo dar uma chance ao livro, e é logico aprender com ele também, por causa das coisas que nossos protagonistas passaram.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras