O Quarto Dia - Sarah Lotz

29/09/2016

Em O Quarto Dia, Sarah Lotz conduz o leitor por uma viagem de réveillon que tinha tudo para ser perfeita. Mas às vezes o novo ano reserva surpresas desagradáveis...
/*/*/*/*/ Preferi não colocar a sinopse completa do livro já que acho que ela entrega demais. Falo bem por cima sobre o enredo na resenha pois acredito que assim a leitura será melhor aproveitada/*/*/*/*/
Comprar: Submarino // Saraiva // Cultura // Amazon

Sabe aqueles livros que entram por acaso na sua lista de leituras? Foi mais ou menos isso que aconteceu comigo e O Quarto Dia. Quando a Arqueiro lançou por aqui Os Três, a campanha publicitária foi tão grande e interessante que me deixou com medo de ler o livro. Não por ele ser ruim, mas por eu não curtir livros de terror - eu odeio ficar com medo de alguma coisa. Então, eu nem pensava em dar uma chance para esse já que eu não queria sentir medo. Acontece que eu li algumas resenhas que diziam que não era aquilo tudo (no sentido do terror) e pensei, por que não sair da zona de conforto e arriscar?

Em maio teve evento de literatura nerd para os lançamentos do Douglas Adams e, como sou a mediadora em SC, a Arqueiro mandou alguns livros para serem comentados junto no evento. Entre eles estava O Quarto Dia e na preparação para o evento, acabei decidindo ler o livro para poder me preparar melhor. E o que eu posso dizer? Vou começar pedindo desculpas pois eu ando muito atrasada com as minhas resenhas. Essa já deveria ter entrado a muito tempo mas só agora a postagem está indo ao ar. Segundo? Se você não leu a sinopse do livro, nem leia! Sério - é melhor embarcar na história sem ler a sinopse já que ela revela demais do enredo.
" - Feliz ano-novo, Celine - disse Elise.
A médium levantou a cabeça lentamente, então lhes deu um sorriso de quem sabia segredos, e com traços de algo que parecia malícia, pensou Helen.
- Vai ser feliz mesmo - falou ela. - Vocês vão ver." (pág. 58)
É Janeiro de 2017 e estamos no Belo Sonhador, um Cruzeiro de réveillon que tinha tudo para ser perfeito - ao menos é isso que a propaganda da Foveros sugere que seu navio é. E durante os primeiros 3 dias a viagem é relativamente tranquila. E isso não sou eu quem diz, já que a história começa a partir do quarto dia - como o título já sugere.

Com quase três mil pessoas a bordo, um acidente acontece e o navio perde o contato de rádio - e também os sinais de telefone e eletricidade. Algo muito estranho está acontecendo e ninguém sabe ao certo o que é. Ninguém sabe o que aconteceu nem o motivo do acidente. E como o capitão insiste que é apenas um contratempo e que logo tudo estará resolvido, fica difícil depois de um tempo saber o que é real, o que é ilusão e o que é apenas parte da histeria de alguns passageiros.
" - É para isso que a gente viaja na porra de um cruzeiro, não é? - trovejou ele. - Para encher a cara e rir. E se o navio ar uma de Titanic, quero estar o mais chapado possível." (pág.. 49)
A história é contada em seis pontos de vista diferentes - e ainda temos entradas em um blog e notícias de jornais. Pode parecer confuso dizendo assim, mas é tudo muito bem ligado - e o melhor (ou talvez nem tanto para alguns leitores) é que quando você pensa que vai descobrir tudo o narrador muda e estamos em outro ponto do navio, vendo os acontecimentos por outro angulo. Eu achei esse detalhe muito interessante. E mesmo que as vezes eu tenha suspirado por trocar o narrador, os detalhes vão se interligando e a expectativa vai aumentando mais e mais.

Para quem tem preocupação que deve ler Os Três antes, eu não senti a menor diferença ou falta do livro ao ler esse. O grande acontecimento do livro anterior (o sumiço de 3 aviões) ficou conhecido como Quinta-Feira Negra e ela é citada, mas a ligação entre os dois livros é uma vidente que aparece rapidamente em Os Três, mas seu destaque mesmo é nesse livro.
" - Corra adora, Maddie. É hora de se mexer. Você ainda não viu nada. Isso foi só o aperitivo. O prato principal vai ferrar com a porra da sua cabeça." (pág. 282)
O Quarto Dia é um livro interessante e que me deixou contente em arriscar algo diferente do normal para mim. Mesmo com o final meio aberto (já que algumas coisas que aparecem na sinopse não são resolvido ou dadas a importância correta) a narrativa tem algo que te faz querer continuar lendo. Confesso que mesmo com um pouco de receio de ficar amedrontada, eu esperava um pouquinho mais - o que não quer dizer que eu não gostei ou que não vale a pena a leitura. Eu gostei, mas como disse, não sou a maior fã do terror ou do suspense, então quem espera por isso pode se decepcionar. Para quem quer se arriscar no estilo e começar de leve, é uma ótima pedida.

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

15 comentários

  1. Eu sempre gostei do terror, mas comigo só funciona em filmes, em livros já tentei mais não consigo levar a leitura adiante. Mas fiquei bem interessada nesse enredo. Achei bem diferente e legal a maneira como é apresentada os pontos de vista e isso foi mais um ponto para levar em consideração a leitura. Vou dar uma chance ao livro, beijos

    ResponderExcluir
  2. Ótima resenha, parece ser uma leitura bem interessante para quem curte esse tipo de livro, eu no momento estou fugindo então vou passar a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá.
    Tenho esse livro na minha estante, porém ainda não li, pois quero ler o Três primeiro. Mas estou muito curiosa, pois adoro esse gênero. Sua resenha está ótima, muito bem explicada, na medida certa. Obrigada. Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Muito interessante, gostei da premissa do livro! Vou anotar para futura leitura...

    ResponderExcluir
  5. Estou me mordendo pra ler esse livro. O mistério começa logo na capa e parece que vai direto para o enredo. Uma pena que a sinopse entrega demais, ainda bem que quase nunca leio as sinopses, somente as resenhas (e mesmo assim algumas tem muitos spoilers). Gostei demais das suas considerações, espero poder ler esse filme em breve.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Um toque de suspense e/ou terror no livro é um fator decisivo para que eu continue a ler. Adoro ficar com a garganta seca e com medo de olhar por cima do ombro quando leio um livro assim (nem preciso dizer que sou fã do steven ne?). E seis pontos de vista diferente? Amei. Assim dá pra perceber o nível do medo de cada um e a história ganha mais intensidade. Amei a resenha, procurarei para ler depois

    ResponderExcluir
  7. Lica!
    Adoro livros de terror e desde o lançamento da série, tenho vontade ler.
    Agora lendo sua resenha, fiquei ainda com mais vontade, porque além de abordar vários pontos de vista diferentes, mistério é comigo mesma.
    “A sabedoria só nos chega quando não precisamos mais dela.” (Che Guevara)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oi Lica,
    Quando vi o lançamento desse livro alguns meses atrás fiquei bem interessada, pois adoro histórias cheias de mistérios e suspense, desde que não tenha uma aura de terror, é claro. Como não li ainda nenhum livro da autora, estou curiosa para conhecer o estilo de narrativa dela, já vi alguns comentários dizendo que é bem peculiar. Gosto de uma narrativa assim, cheia de detalhes que vão se interligando no decorrer das páginas, isso me prende muito numa leitura. Quero ler esse livro assim que tiver a oportunidade.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bom?
    Eu li Os três e confesso que fiquei confusa com algumas coisas, e o final ficou super em aberto para sabermos o que realmente aconteceu, e teve umas partes que me deu medo, fiquei curiosa para ler O quarto dia, parece intrigante e sem contar que ter dados (tipo jornais) faz com que parece real não é mesmo.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  10. Que pena que não tem terror e suspense gosto e muito disso rs. Mas mesmo assim quero ler esse livro e saber o que aconteceu no navio que mistério é esse de parar de funcionar as coisas, será se foi proposital, adoro quando o autor nos surpreende achamos que é algo, mas ele muda o rumo dos acontecimentos e ficamos surpresos.

    ResponderExcluir
  11. Não costumo ler livros de terror, sempre preferi os filmes ou séries, mas acho que esse seria um bom começo nesse gênero. A história parece ser interessante e já estou curiosa com os acontecimentos e a escrita.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  12. OOi!
    Confesso que terror é um gênero que fujo, mesmo quando dizem que não há muito "terror" mesmo, eu acabo sempre sentindo o medo. kkkk. Ainda assim, parece ser um livro legal, não sei se arriscaria, mas, dica anotada. Quem sabe um dia.
    ótima resenha!

    Beijoos!

    ResponderExcluir
  13. Fiquei super empolgada para ler este livro.
    Inclusive quero ler o outro que vc citou tb...
    Eu tb tenho um certo medinho de livros de terror, mas vc me deixou mais tranquila.
    Acho que deve ser um suspense forte, no estilo Caixa de Pássaros (que eu amei).

    Ótima dica!
    Bjo

    ResponderExcluir
  14. Oiee Tudo bem?
    Suspense, terror não são gêneros que costumo ler com frequência, mas qdo me recomendam muito eu acabo partindo pra leitura. Gostei bastante da sua resenha e me deixou bem tendenciosa pra ler... só não gostei do q vc disse sobre a sinopse... Como assim ela entrega demais???? Eu heim!! Achei estranho!! De qualquer forma, achei melhor não saber mesmo, pois odeio spoiler... rsrsr
    Dica anotada. obrigada!
    Bjo

    ResponderExcluir
  15. Tenho esse livro, e também entrou para minha lista de leituras por acaso, e a sinopse me chamou muito a atenção. Tenho muita curiosidade em saber o que acontece na história, ainda não li o livro apenas por receio de não gostar, porém após ler sua resenha, me senti mais entusiasmada a leitura. Espero lê-lo ainda esse ano.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras