Predestinados – Josephine Angelini

11/01/2013

Helen Hamilton passou a vida inteira tentando disfarçar o fato deStarcrossed Portugues 4.indd que é uma garota diferente, mas agora, aos dezesseis anos, isso está cada vez mais difícil. Não apenas por causa de sua força sobre-humana ou porque às vezes, sem motivo aparente, pessoas estranhas simplesmente a atacam, mas também porque ela teme que seu juízo esteja seriamente comprometido. Pesadelos recorrentes com uma estranha viagem pelo deserto e a visão de três mulheres derramando lágrimas de sangue a tem atormentado noite e dia. Ao mesmo tempo, um impulso inexplicável, incontrolável, passa a dominar seus pensamentos: Helen quer matar Lucas, um dos rapazes da glamorosa e misteriosa família Delos. À medida que descobre mais sobre sua verdadeira origem, ela percebe que a relação dos dois está submetida não só à sua vontade, mas a forças e tradições ancestrais.

Seria impossível não me apaixonar por esse livro. Primeiro por que quando vi pela primeira vez a capa (ainda em inglês) achei linda e o pensamento foi de que queria muito desse livro na estante. Logo depois, ao descobrir que a história trazia elementos da mitologia grega eu tive certeza de que precisa ler o livro e que me encantaria. E foi exatamente isso que aconteceu.

Me encantei com a escrita de Josephine Angelini, o que fez com que a leitura fluísse de forma rápida e intensa, me deixando com raiva nos momentos em que por forças maiores era obrigada a dar uma pausa no livro. Eu nem sei muito bem como falar da história porque está tudo vibrando dentro da minha cabeça que tenho medo de contar algum spoiler, mas vamos tentar…

"- Feche os olhos - sussurrou ele. O coração dela estava acelerado e Helen tinha a sensação de que Lucas podia ouvi-lo. - Calma - continuou, sorrindo com os olhos fechados. - Tente desacelerar sua pulsação, se conseguir.
- Estou tentando. Você precisa ficar tão perto? - perguntou Helen, com a voz fraca e trêmula.
- Sim, não quero que você se afaste de mim. Isso seria ruim - disse ele (...) (pág. 150)"

São grandes as comparações com Crepúsculo e Percy Jackson. Até na sinopse no skoob traz essa informação e durante alguns momentos na leitura até podemos ver um toque de um ou de outro. Quer dizer, quando aparece uma família ‘misteriosa’ com garotos lindos e tudo mais é meio que impossível não lembrar da chegada dos Cullens…rs E tem todo aquele clima de romance adolescente impossível, só que aqui não se trata de um romance impossível porque eles são de raças/espécies diferentes, a coisa é muito mais complicada do que um relacionamento humano-vampiro e uma grande guerra – como foi a de Tróia – pode ser iniciada por um passo em falso.

“- Você não vai me beijar?
Ela finalmente conseguiu ficar de barriga para cima e olhar para o rosto dele.
- Se eu beijar você, não vou parar - sussurrou ele, desesperado, enquanto se apoiava nos cotovelos para olhá-la nos olhos.” (pág. 200-201)

Helen é uma garota que se sente esquisita e inicia o livro parecendo fraca e cheia daquelas coisas chatas que aparecem nas mocinhas. O que achei interessante foi um início de crescimento nela durante o livro, conforme o tempo vai passando, Helen vai aceitando as coisas e lutando para descobrir realmente quem é e como se encaixar nesse novo mundo.

Lucas é incrivelmente lindo, inteligente, forte e sabe muito bem o que é. Claro que ele é aparentemente perfeito e mesmo suas falhas podem passar desapercebidas porque, vamos combinar, ele é muito fofo e fácil de perdoar. E sim, esta sou eu dando uma de boba que se apaixona pelo mocinho perfeito que tudo entende e que está disposto a quase qualquer coisa pelo que ama.

“Claro que me importo com você – disse ele, sério. – A única coisa que eu não faria para ficar com você é causar a morte de pessoas inocentes. E basicamente é só isso.” (pág. 201)

Tirando o casal principal, os personagens secundários dão um brilho extra na história. Parece que todos tem seu momento de conquistar, mas a melhor amiga de Helen, Claire é o tipo de amiga que qualquer garota deveria ter e por isso acabou chamando mais a minha atenção.

“Você sabe que estou sempre do seu lado, mas quer que eu seja bem sincera? – Claire parou novamente e virou-se para encarar Helen. – Sei que deveria dizer que isso ao é nada, que vai dar tudo certo, e repetir toda aquela baboseira de apoio moral, mas não comigo. Não acho que isso vai melhorar por conta própria e estou preocupada com você.” (pág. 69)

Enfim, ler Predestinados me fez lembrar o que eu tanto amo e o que eu tanto detesto em Romances Young-Adults… Porque eu amo essa coisa de romance proibido, cheio de barreiras e que quando parece que tudo vai se acertar outra ‘bomba’ aparece fazendo tudo voltar ao zero. Ao mesmo tempo me irrita esse ‘chove-não-molha’ durante as páginas, porque como romântica incurável que sou, é impossível não torcer para que o casal fofo fique juntos e sejam “felizes para sempre”.

Só para terminar, adorei o livro – mesmo que o final tenha me deixado um pouco chateada. Não que ele seja ruim ou estrague as coisas, fiquei assim porque ficam muitas possibilidades abertas para o segundo livro, principalmente no romance de Helen e Lucas e até imagino o que virá no segundo (impossível não imaginar um possível triangulo amoroso para o segundo livro). E minha curiosidade e ansiedade vão me fazer roer as unhas esperando pelo publicação por aqui do segundo volume…rs

Lica

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

16 comentários

  1. Adoro quando leio uma resenha assim: apaixonada. É tão bom falar dos livros que amamos! Indicar a leitura com empolgação e esperar que o outro se encante tb!
    Não li nada do estilo, não é minha opção de leitura - passei dos 30, tô exigindo livros que me façam ver outras coisas -, gosto das histórias possíveis.
    Mas fico bem contente por ver tantos jovens ávidos por leituras, romances e aventuras que conquistam cada vez mais! É esse o caminho!

    ResponderExcluir
  2. Eu já li Predestinados porque adorei o enredo e a sinopse mas sabe que não fiquei tão encantada assim? O livro é bom, a história é interessante mas eu demorei pra ler, não ficava com aquela ansiedade para saber o que iria acontecer. Até agora não sei explicar o por quê do livro não ter me conquistado tanto quanto eu pensava. Mas é uma boa história, sem dúvida.

    ResponderExcluir
  3. Concordo muito que a capa é bela, e assim como vc adoro quando envolve mitologia, dá um Q a mais que me dá vontade incontrolável de ter.
    Helen é mista e não sabe? Um ponto para me deixar ainda mais curiosa é a tal dificuldade no relacionamento deles. Imagina do nada vc ter vontade de matar alguém, cruzes.
    Adorei a resenha.

    ResponderExcluir
  4. Não é dos meus preferidos os livros com esse tipo de história, mas quem sabe lendo eu não goste?

    Abrçss

    ResponderExcluir
  5. Tenho muuuita vontade de ler ese livro, me encantei pela capa e pela história *-*

    beeeijo!

    ResponderExcluir
  6. Tenho esse livro mas ainda não li. Não sabia que teria continuação. Isso me desanima um pouco...mas quando o vi pela primeira vez tb tive essa sensação de "esse eu preciso ter". Ganhei esse livro de uma amiga, ainda n li.Mas fiquei realmente curiosa com a historia. Mas vou esperar as continuações. Detesto ficar aguardando p saber o final. Bjksss

    ResponderExcluir
  7. Acho a capa desse livro linda e já pensei em comprá-lo diversas vezes, mas ainda não consegui. Adorei a resenha, me fez ter a certeza de que devo dar uma chance ao livro.

    ResponderExcluir
  8. Amei a resenha, já tinha visto uma antes, há algum tempo mais não me lembrava muito, esse livro já estava na minha lista de compras há muito tempo, mas eu nunca mais tinha feito nenhuma pesquisada básica sobre ele, e depois da sua resenha eu só quero é ler ele o mais rápido possível, e me deliciar com essa maravilhosa leitura!

    ResponderExcluir
  9. Doida pra ler esse livro a capa e linda *-* e parece ser bom amei a resenha a gora vô ter de compra o/

    ResponderExcluir
  10. Diferente de você eu não gostei desse livro. Comecei não gostando da escrita da autora, depois da chatice incial da Helen, depois por parecer com Crepusculo, e desse "chove-não-molha" que você mencionou (embora tenha uma explicação coerente para isso), quando eu comecei a gostar do livro veio esse final que você falou, que deixa muito aberto para o proximo, e aí não deu mesmo para gostar!
    A única coisa que gostei foi da Clair e como ela foi inteligente e boa amiga todo tempo!
    Mas mesmo não tendo gostado desse livro talvez eu leia o proximo, porque o lado da mitologia do livro parece que vai ficar interessante!

    ResponderExcluir
  11. Ah bom, eu peguei esse livro de troca no skoob, mas ainda eu não li ;/ Espero ler em breve, tive muitas recomendações sobre ele. Adorei a sua resenha, e devo confessar que gostei de saber que é um pouco parecida com crepusculo e percy, porque eu gosto dos dois. hahaha
    Beijos,
    Fernanda,
    www.lendoeesmaltando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Ain...amei a resenha, gostei das sagas Crepusculo e Percy e pelo que você relatou na resenha com certeza vou gostar dessa também.
    Ps: Também achei a capa linda.

    ResponderExcluir
  13. Assim como você, inicialmente me encantei pela capa, e depois que vi que rolava uma Mitologia Grega na trama (lembrei de Cavaleiros do Zodíaco), me certifiquei de que iria ler esse livro. Tenho ele aqui em casa, mas ainda não o li, pois como se trata de uma história com continuação, vou esperar todos os volumes serem lançados, pra só começar a ler, quando tiver com todas as partes em mãos.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  14. Gostei muito de Predestinados, principalmente da família Delos e o fato de misturar mitologia grega. Espero que a Intrínseca não demore muito pra lançar a continuação.

    ResponderExcluir
  15. Não estou num momento de ler histórias que lembrem Crepúsculo, estou tentando me abrir a outros estilos antes que seja tarde demais. E tbm, a história não me animou muito, enfim...

    ResponderExcluir
  16. Ahhh eu li também e concordo com o que foi dito, toda hora me lembrava Crepúsculo, mas dei mais razão para Predestinados no quesito "te amo mas não podemos ficar juntos" por causa da maldição (e não por simples frescura de vampiro rs).
    Achei tosco o final, mas lembro que na história original, houve a guerra por causa de Helena e seus dois "maridos" ^^ Então com certeza haverá um triangulo amoroso por aí. Afinal, faltam mais dois ou 3 livros rs (ai... tadin do meu bolso)

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras