Resenha: Ímpeto & O Melhor dos Erros – Nora Roberts

14/01/2013

impeto1

Ímpeto

Sinopse: Rebecca Malone decidiu que era hora de jogar fora tudo que fosse muito familiar, seguir seus impulsos e partir para a Grécia. Ela desejava viver uma aventura e conseguiria! Quando um homem estranho, porém sexy, a seduz, ela não resiste a dar asas a sua fantasia e começa a bancar o tipo de mulher sofisticada que certamente o atrairia. Porém, apaixonar-se por Stephen Nickodemus não estava em seus planos. Como ela poderia revelar sua verdadeira identidade para o homem que se tornara o dono de seu coração? E depois convencê-lo de que, mesmo assim, ela ainda era a mulher que ele amava?

O melhor dos erros

Sinopse: Zoe Flemming tivera uma carreira meteórica como modelo, mas a gravidez a obrigara a se tornar mãe solteira em tempo integral. Em busca de uma pessoa para dividir as despesas, ela aceitou J. Cooper McKinnon, um homem rabugento e charmoso. Ele logo se afeiçoou ao filho de Zoe, ao mesmo tempo em que a encantava. Ela, porém, tinha de focar suas prioridades, e isso significava dinheiro. Portanto, talvez Zoe estivesse no caminho certo para um desastre… ou prestes a cometer o seu melhor erro!

Sabe quando você precisa ler um romance bem água com açúcar onde não tem muita tensão, nem muitos problemas? Aquele tipo de livro que seria perfeito como filmes sessão da tarde? Eu estava assim e acertei na escolha com essa edição com dois romances da Nora Roberts.

Quando eu digo que não há tensão ou problemas eu não quero dizer que não tenha desencontros ou mal entendidos. Todo romance que se preze tem isso, não é mesmo? Mas nesse caso, nos dois romances, mesmo com os desencontros, sabemos que o final feliz irá acontecer e era meio que disso que eu estava precisando para dar uma alegrada no minha semana.

"- Acredita em destino? Em algo inesperado, até mesmo imprevisto, quase sempre uma pequena coisa que muda irrevogável e completamente a vida de uma pessoa?
Rebecca pensou na morte da tia e nas próprias decisões incomuns.
- Sim. Sim, acredito.
- Ótimo. - O olhar de Stephen deslizou pela face dela apressado e depois mais vagaroso. - Quase havia me esquecido que acreditava nisso, também. Então a vi sentada e sozinha." (pág. 60)

Na primeira história temos Rebecca, uma garota toda certinha que após um choque de realidade com a morte da tia,  resolve vender tudo o que tem e viajar para finalmente viver a vida. Na Grécia ela conhece um homem sexy, solteiro convicto e rico. Claro que essa mistura só poderia acabar em romance.

Já Stephen… Bom, não tem como não se apaixonar pelo mocinho. Romances são assim… Por mais que você diga que não vai gostar dele, que não vai se render aos encantos de um homem praticamente perfeito, de uma forma ou de outra ele acaba te encantando e te fazendo suspirar. Mas é disso que os romances vivem, não é mesmo?

"- Você é maravilhosa, Rebecca. - Ele lhe tomou a mão e a puxou mais para perto de modo que ambos ficassem parados à soleira da porta.
- Por quê? Porque não me atrasei?
- Por não ser nada do que eu esperava. - Stephen levou a mão delicada aos lábios. - E ser tudo que eu queria." (pág. 93)

A história flui rápido e eu li em poucas horas. Ao terminar, estava com aquele sorriso no rosto e aquela vontade de encontrar um romance assim na minha vida.

Já na segunda história o clima é bem diferente. Nela conhecemos Zoe, mãe solteira de um menino de 4 anos que fez do seu filho sua prioridade na vida. Com dois empregos, ela busca uma renda alternativa alugando a parte de cima da casa para J. Cooper McKinnon.

"- Eu não preciso de flores e luz de velas. Vou subir depois que Keenan estiver acomodado.
- Bom. Ótimo. É melhor eu... voltar ao trabalho.
(...)
Certamente era um erro, Zoe disse a si. Mas ela cometeria erros. A vida ficava muito mundana quando você evitava todos os caminhos errados." (pág. 229)

Eu gostei muito da Zoe. A maturidade dela e sua certeza de que os homens procuram apenas uma noite e não querem “um pacote” faz com que algumas cenas fiquem muito engraçadas – uma delas é quando ela empurra o filho para um passeio que era para ser um encontro entre ela e Cooper.

Já Cooper… Bom, mesmo não querendo um filho e sempre fugindo de crianças ele se encanta com Keenan e demora para admitir que quer deixar de ser solteiro. Ele tem duas cenas que ficaram marcadas para mim. Uma delas é quando Coop consola Keenan durante uma tempestade e que ficou lindamente comovente. A outra cena é ele chegando bêbado e se comportando como um perfeito imbecil….rs

" - Eu não tinha certeza de que você viria.
- Nem eu. Eu...
- Não consigo pensar em nada além de você - ele disse quando a pegou no colo. - Eu pensei que iríamos mais devagar.
- Não vamos - ela murmurou, pressionando os lábios contra o pescoço dele enquanto ele a carregava para o quarto." (pág. 238)

Essa história é mais leve e tem um toque mais engraçado, mesmo assim ela mantêm o toque romântico da primeira e acho que combina as duas estarem na mesma edição.

Como eu falei antes, é o tipo de livro para alegrar uma tarde sem muitas pretensões. Não sou uma leitora assídua de Nora Roberts – esse é somente o segundo livro dela que leio, mas lendo alguns comentários pela internet concordo que mesmo quando ela não é perfeita ela ainda consegue ser melhor do que muitos autores por ai.

Lica

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

19 comentários

  1. A segunda história é bem comum, totalmente possível, gostei mais. Só quem é mãe sabe como precisa se rebolar pra manter a família.
    Concordo que muitas vezes precisamos de um romance tipo sessão da tarde pra dar uma animada, principalmente quando lemos muitos dramas e conflitos dolorosos - como eu gosto, rsrs.

    ResponderExcluir
  2. Gostei mais da segunda história :)
    Apesar de nunca ter lido nada na NOra, tenho vontade! :D:D

    ResponderExcluir
  3. Os livros da Nora Roberts estão sendo bastante comentados ultimamente ou é impressão minha? hahah Nunca li nada dela :/

    ResponderExcluir
  4. Gosto de romances assim clichês mas bem escritos, a segunda história me chamou mais atenção, a personagem parece ser forte ^^

    ResponderExcluir
  5. Bem no estilo Nora, nos fazer ler um romance tendo a certeza do final desde a primeira página ^^
    Gostei das duas histórias =}

    Abraços

    http://postitandscrapbook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ainda não li nada da Nora, mas estou cada vez com mais vontade!
    Esse livro parece ser otimo mesmo para quando estamos precisando de romances assim, e para passar uma tarde! Fiquei bem curioso pela segunda história , já que é mais engraçada ^^

    ResponderExcluir
  7. Adorei a resenha, estou louca pra ler um romance de banca, uma historia bem água com açúcar, pra relaxar mesmo. Como essa ai, aliás.
    Ainda não li nada da Nora, mas to com muita vontade!

    ResponderExcluir
  8. Faz muito tempo que não leio um livro de banca. Não sei porque, eu gostava tanto... Acho que ando anti-romantica ultimamente. Bjksss

    ResponderExcluir
  9. Já amei a capa e em se tratando da NR, é claro que vou ler.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  10. Eu tenho O melhor dos erros e realmente tm momentos hilários entre a Zoey, o Cooper e o Keenan. São um trio improvável e mega fofo.
    Ela criou situações bem engraçadas e bem boladas, o Cooper querndo distância e acabando apaixonado pelos dois. *-*
    Adorei.

    ResponderExcluir
  11. Ainda não li nenhum livro da Nora, mas vontade é o que não falta. Achei o livro bem interessante.

    ResponderExcluir
  12. Ai eu adoro os livros da Nora ;D Muito mesmo, acho todos fantásticos, com a narrativa bem envolvente.
    Beijos,
    Fernanda,
    www.lendoeesmaltando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Nossa interessante ter duas histórias,um romance bem água com açúcar,divertido também.
    Os livros da Nora Roberts são realmente fantásticos, com a narrativa bem envolvente, romances,sedução...
    As capas sempre belíssimas

    ResponderExcluir
  14. Cada vez que leio uma resenha sua da Nora fico com vontade de conhecer as obras da Nora!

    ResponderExcluir
  15. Confesso que nunca li romances bem melosos. Me passam uma impressão de ser chatos demais. Tenho certeza que é preconceito, mas estou trabalhando esse aspecto, e um dia estarei pronto pra ler algo desse gênero. Pelo menos me agradei um pouco mais pela segunda história, por essas pitadas de humor.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  16. A primeira história parece chata,mas gostei da segunda.

    ResponderExcluir
  17. Ainda não li nada da Nora Roberts e não sei nem por onde começar! Um dia tenho que me animar e pegar algo dela pra ler e ver se me torno mais uma fã da escritora.

    ResponderExcluir
  18. Concordo! Nora consegue ser muuuito mehor que outros autores, isso pq li alguns livros dela e de outras autoras também.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras