A viagem do Tigre – Colleen Houck

18/01/2013

Perigo. Desolação. Escolhas. A eternidade é tempo demais para esperar pelo verdadeiro amor? viagem do tigreEm sua terceira busca, a jovem Kelsey Hayes e seus tigres precisam vencer desafios incríveis propostos por cinco dragões míticos. O elemento comum é a água, e o cenário de mar aberto obriga Kelsey a enfrentar seus piores temores. Dessa vez, sua missão é encontrar o Colar de Pérolas Negras de Durga e tentar libertar seu amado Ren tanto da maldição do tigre quanto de sua repentina amnésia. No entanto o irmão dele, Kishan, tem outros planos, e os dois competem por sua afeição, além de afastarem aqueles que planejam frustrar seus objetivos. Em A viagem do Tigre, terceiro volume da série A Saga do Tigre, Kelsey, Ren e Kishan retomam a jornada em direção ao seu verdadeiro destino numa história com muito suspense, criaturas encantadas, corações partidos e ação de primeira.

Eu tinha escrito um monte de coisas antes de realmente começar a falar sobre o livro, já é a terceira vez que apago tudo e começo do zero, mas acho que agora vai…rs

"- Roupa ou pijama?
- Depende.
- Do quê?
De você ficar e ajudar.
Ele sorriu e esfregou o queixo.
- Esta é uma questão interessante. O que você quer que eu faça?"

Bom, eu tinha todos os motivos do mundo para detestar o livro, não querer mais saber da série e falar um monte de coisas negativas sobre A Viagem do Tigre. Sim, porque os motivos apareceram e mesmo assim, não consigo classificar o livro como ruim e nem dizer que não curti a leitura.

Na resenha do primeiro volume da série (A Maldição do Tigre)  usei palavras que acho que se encaixam no real motivo de no fundo eu não conseguir deixar de gostar da série:

Colleen criou um mundo místico/mágico lindamente cheio de cores, com um romance cheio de barreiras e dificuldades que é bem do tipo que me agrada e que mesmo com pontos negativos é impossível não se apaixonar.

No segundo livro (O Resgate do Tigre) tivemos um momento de frustação (para alguns) com os acontecimentos e neste volume a frustração maior pode ser com a interminável indecisão da Kelsey. Claro que eu digo para alguns porque desde o começo da série, lá no primeiro livro a gente já tem dois lados (Ren e Kishan) e concordar ou não comigo vai depender de quem é seu preferido.

Eu só queria entender porque as mocinhas tem essa mania de ficar chata demais de repente. Quer dizer, será que foi de repente ou só nesse livro é que eu percebi? Só sei que essa coisa toda de ‘fico com esse ou fico com aquele’ e seus pensamentos me cansaram. Tá, eu sei que a Kelsey é bem indecisa desde o primeiro livro, mas ela está ainda mais e para piorar um pouco, está também muito insegura.

O ponto é que mesmo irritada com a Kelsey e quase não aguentando algumas de suas atitudes, a narrativa da Colleen tem essa coisa de fazer com que a gente não largue o livro. Parece que quanto mais eu lia, mais eu queria ler.

“Ele me agarrou, me puxou de encontro ao seu corpo e me beijou. Foi um beijo cheio de fogo e paixão. Seus lábios se fundiram quentes aos meus. Eu nem tive tempo de reagir antes que chegasse ao fim. Ele se afastou e se dobrou para a frente, apoiado no tronco de uma árvore. Estava ofegante e suas mãos tremiam.”

E a ação? UAU!!! Muitos pontos positivos nessa parte. Foi tanta coisa, de tantos modos diferentes que fizeram o livro valer muito a pena. É tanta coisa acontecendo, são tantas possibilidades pela frente que faz pensar se não seria melhor se não existisse esse triangulo Ren – Kelsey – Kishan. E antes de me chamarem de louca, não estou dizendo que um dos dois não deveria estar na trama, mas me fez pensar que esse triângulo amoroso é quase uma ‘enrolação’ dispensável para a série.

Pensa comigo, você começa a série e inevitavelmente se apaixona por um e torce para que ele seja o mocinho escolhido. Aí entra mais um na história e como não poderia deixar de ser, surge para a mocinha a dúvida ‘qual o melhor para mim?’. Acontece que para a dúvida se sustentar, o cara que era legal acaba ficando meio chato e o que era bad boy acaba se mostrando um príncipe. Mas olha só, no final ela só vai escolher um e meio que está claro quem será o escolhido…

Aí você pode dizer “mais Lica, você não gosta dos romances complicados e cheios de barreiras? quer maior barreira do que a dúvida de um triângulo amoroso?” E eu respondo: sim, eu adoro! Não fico incomodada com triângulos amorosos, mas toda a parte onde a adrenalina aumenta nessa série é tão boa, tão gostosa de ler que eu queria mais e mais aventuras e menos enrolação de quem será o escolhido da Kelsey. É por isso que o triângulo seria praticamente dispensável.

“Ter arrependimento é ficar desapontada com você mesma e suas escolhas. Aqueles que são sábios veem suas vidas como pedras para pular através de um grande rio. Todos perdem uma de vez em quando. Ninguém consegue cruzar o rio sem ficar molhado. Sucesso é medido pela sua chegada na outra margem, não o quanto de lama tem nos seus sapatos. Arrependimentos são sentidos por aqueles que não entendem o propósito da vida. Eles se tornam tão desiludidos que ficam parados no rio e não dão o próximo passo.”

De modo geral, foi impossível não encontrar semelhanças com outros Young-Adults por ai. Principalmente porque acho que esse estilo de livro vem seguindo uma certa fórmula, fazendo com que algumas coisas sejam até previsíveis. Mesmo assim, mesmo com tantos motivos para desistir da série e não gostar do livro, eu não consegui largá-lo até chegar ao final… E o final… Ah, o final… Me fez querer desesperadamente o livro quatro em minhas mãos o quanto antes!Lica

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

18 comentários

  1. Tenho apenas o primeiro livro, ma não pretendo ler, enquanto não tiver todos. Detesto a ansiedade de esperar as continuações. Então,vou continuar na expectativa de conhecer melhor esses tigres. Bjksss

    ResponderExcluir
  2. "Eu só queria entender porque as mocinhas tem essa mania de ficar chata demais de repente" eu também não entendo ¬¬
    Adorei a resenha, apesar da capa não me agradar muito achei a história bem bacana ^^

    ResponderExcluir
  3. Essa série é interessante, vejo várias pessoas dizendo adorar o livro mas tb se irritarem com a mocinha, rsrs. Não li ainda, apesar de ter ganho os dois primeiros volumes. Não é bem o que procuro pra ler, mas vou dar uma olhada pra ver se me animo. Ótima resenha. Gosto do seu olhar crítico e sincero.

    ResponderExcluir
  4. tenho muita vontade de ler essa série, a capa é linda e só ouço bons comentários :)
    beeeijo!

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li nenhum livro da serie, porém vontade é o que não falta! As capas são lindas.

    ResponderExcluir
  6. As capas são um show à parte muito criativa, adorei conhecer um pouco mais sobre a cultura indiana.
    Nossa já foi o lançamento do Livro A Viagem do Tigre,esperado da autora Collen Houck,depois de acompanhar a jornada de Kelsey em busca dos tigres e no meio do caminho enfrentar desafios,quero saber qual vai ser a reação de Kelsey quando descobrir que o tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado.

    ResponderExcluir
  7. Eu ainda não comecei a ler essa série. Eu comprei essa semana os dois primeiros, mas ainda não chegou ;S Já vi muitas resenhas legais sobre toda a saga, fico cada vez mais curiosa.
    Beijos,
    Fernanda,
    www.lendoeesmaltando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Eu amei o primeiro livro mas senti que as coisas parecem terem se perdido no segundo. Não sei, talvez foi implicância minha...
    Ainda não li o terceiro, mas logo devo mudar isso ;)

    ResponderExcluir
  9. Querendo super demais comprar logos os três livros já publicados. Que quotes interessantes.
    Quando vejo falarem que a mocinha é indecisa e chatinha, lembro logo da Zoey de House of Night, e se não larguei mão da série, creio que encaro qq mocinha até ter certeza que rouba o posto dela. haha
    Esses triângulos acontecem até demais, cansa, mas se for bem utilizado consigo relevar e só me deixa mais ansiosa para ler td de uma vez.
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Ainda não fui fisgada pela história dessa série e talvez algum dia eu leia.

    ResponderExcluir
  11. Tenho vontade de ler essa série, mas pelos elogios que vejo quanto ao primeiro livro prefiro não começar a ler ele enquanto não tiver também os outros lançados!
    Lendo a sua resenha do terceiro fiquei bem certo disso hahah
    Também queria saber porque as mocinhas precisam ser tão confusas? E porque a autora tem que nos deixar confuso quanto ao triangulo amoroso (que eu nem gosto tanto)? hahaha
    Eu também estou curioso por essa parte de ação do livro, que parece ser boa e bem escrita!

    ResponderExcluir
  12. Eu estou louca pra começar a ler essa série, ganhei os dois primeiros, mas ainda não chegaram :( Espero que cheguem logo pra mim aproveitar bastante e me apaixonar por essa série, que só pelas capas já amei!

    ResponderExcluir
  13. Fiquei com vontade de ler essa saga desde que vi a capa do primeiro livro. Gosto muito de livros com bastante aventura e magia. Ainda bem que a autora se garante na narrativa, porque se fosse depender dessa chata de galocha que é essa protagonista, a saga iria por água abaixo.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  14. Tenho os 3 livros só que ainda não li, mas tenho duas amigas apaixonadíssimas pela série que me perturbam constantemente falando maravilhas sobre o tal do Ren e Kishan rsrs.

    ResponderExcluir
  15. Ainda não comprei os livros mais acho bem legal a historia acho que vô da uma chance pra eles adorei sua resenha explicou direitinho beijoo

    ResponderExcluir
  16. Ainda não li a série mas tenho muita vontade. Meus livros devem chegar em breve e não vejo a hora de conhecer essa história, que me parece ser bem interessante.

    ResponderExcluir
  17. Esse livro é bastante comentado, não? Porém, não me surgiu interesse de lê-lo, eu acho.

    Abraços

    ResponderExcluir
  18. Ahhh adoro quotes como essa!
    Já tenho os dois primeiros livros e confesso que comprei por causa da capa, que é mucho lienda!!
    Já ouvi comentários parecidos sobre a escrita de Colleen, e isso conta muito em um livro. Ok, todos tem suas inseguranças, mas fazer disso um estardalhaço é muito chato. Livros como Os imortais, Crepúsculo... dão nos nervos por causa das protagonistas (mesmo que a história seja boa).
    Enfim, ainda tenho vários livros para ler e espero que, quando minha coluna de "vou ler" estiver pequena... difícil acontecer, um dia ainda esse ano tenha a oportunidade de ler ^^

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras