Esperando por Doggo – Mark B. Mills

19/11/2015

imageDan achava que tinha uma vida feliz com Clara, mas, de uma hora para outra, ela desaparece inesperadamente de sua vida, deixando para trás apenas uma carta de despedida e um cachorro. A pequena criatura é incomum e sequer tem um nome definitivo, ele é simplesmente chamado de Doggo. Agora, Dan tem a missão de devolver Doggo, e, ao mesmo tempo, encontrar um novo emprego. A primeira missão parece ser fácil, a segunda, nem tanto. Com o passar dos dias, Dan começa a desfrutar da companhia de Doggo e não tem coragem de abandoná-lo. De forma singela, mas significativa, a presença do pequeno cão ajuda àqueles que estão ao seu redor. Doggo acaba tornando-se muito mais que um amigo de quatro patas, transforma-se em uma verdadeira fonte de inspiração para o trabalho e para a vida de Dan.

image

Esperando por Doggo foi um daqueles livros que se eu não tivesse recebido pela parceria com a Novo Conceito seria bem provável que nunca entrasse na minha lista de leituras. E não foi por nada muito sério, apenas a sinopse não me chamou muito a atenção. Então, como o livro chegou por aqui, resolvi ler e acabei na mesma tarde.

Dan tinha uma vida feliz com Clara. Ao menos era isso que ele pensava até o dia em que chega em casa e encontra uma carta sua, informando-lhe de que ela precisava ir embora. Ela lhe dá algumas justificativas rasas e pede que ele devolva Doggo ao abrigo – cachorro esse que ela fez questão de trazer para a vida dos dois.

É claro que Dan não entende muito bem o que aconteceu. Para ele, os dois acabariam casando logo e como ele nem queria Doggo para começo de conversa ele acha que será fácil levá-lo de volta ao abrigo. Ao menos isso era mais fácil do que entender os motivos de Clara ou arrumar um novo emprego.

Acontece que Doggo é um cachorro super feio, mas que parece ter um gênio próprio. Dan parece entender seus olhares e de alguma forma, por algum motivo não consegue deixar ele no abrigo ao saber qual será seu destino. Eu ri muito nessa parte por que falando assim vocês podem imaginar que o pobre cachorro seria sacrificado, mas não é nada disso... É apenas um procedimento muito comum em abrigos (castração) e Dan acha que isso vai ser demais para o pobre Doggo e resolve então ficar com ele.

image

É aí que tudo começa realmente na história. Logo depois disso, Dan arruma um emprego e convence o chefe de que como Doggo não pode ficar sozinho em casa ele ficará também no escritório. Na verdade, o cachorro nem tem um nome real. Dan e Clara começaram a chamar ele de Doggo até encontrar o nome certo para ele, mas isso não chega a acontecer e no fim eu achei bem bonitinho chamar o pequeno cachorro feio de Doggo.

Alguns pontos no enredo não fizeram muito sentido para mim e eu cheguei a pensar que era somente para criar mais drama na história. Não vou entrar em mais detalhes para não entregar spoilers, mas algumas coisas acontecem na vida de Dan – além de ter sido abandonado pela namorada – e além disso, Doggo é tão interessante que a história toda poderia se desenrolar somente nas interações dele com Dan – e com os outros do escritório do que colocar mais problemas na vida do Dan.

A amizade que surge entre Doggo e Dan é incrível de se ver. É aquela coisa que surge quando um animal entra na nossa vida e é difícil não se encantar pelo pequeno cachorro. E todos no escritório são conquistados pelo cachorrinho de atitude. Se isso tivesse sido mais explorado, o livro teria ficado perfeito.

A narrativa de Mills é leve, gostosa de acompanhar e a leitura flui rapidamente, mas terminei o livro com a sensação de que algo ficou faltando. Não chegou a ser um livro sobre o cachorro, não chegou a ser um livro sobre Dan... De certo modo, acho que o livro não atingiu o potencial que poderia ter alcançado e isso me desanimou um pouco. Mesmo assim, acredito que tenha valido a pena ler o livro e o indico para quem quer um livro levemente engraçado, sem grandes dramas e de leitura rápida.licavargas

   

    

promo esperando por doggo - result

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

21 comentários

  1. Nunca vi esse livro, mas agora estou querendo muuuuito, ja coloquei na minha wishlist pro ano que vem (quem sabe eu nao ganhe ele de natal?)
    Adorei a resenha! Obrigada pela oportunidade de conhecer esselivro (:

    ResponderExcluir
  2. Ola Lica lindona eu adoro livros com cachorros, como sempre é uma doação incondicional, adorei esse nome Doggo. Somente pelo fato de ter cachorro eu já quero ler. Gostei da capa e das quotes com essa patinha linda. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com.br

    ResponderExcluir
  3. Primeira resenha que leio e já me apaixonei.
    Esse livro chegou ontem lá em casa e não vejo a hora de poder ler.
    Que pena que não alcançou suas expectativas =/
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  4. Olá, Lica.
    Esse livro também não estaria nas minha próximas leituras se não tivesse sido enviado pela editora. Eu gosto muito de livros de cachorros, é incrível ver essa fidelidade deles para com o dono. Mas ainda assim, é um livro que eu não leria no momento se não fosse pela parceria. Tomara que eu goste da leitura.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  5. Oi, não conhecia o livro, mas se tem cachorro nele já to gostando, a premissa me interro bastante, adorei a resenha.
    Abraços
    http://litaralmentelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi Lica, confesso que apesar do livro ter decepcionado um pouco e ter te dado a sensação de que ele poderia ter sido melhor desenvolvido acho que eu gostaria de ler esse livro, pois apesar da simplicidade do enredo eu gosto do que ele propõe. Afinal, gosto bastante de histórias que mostram essa relação do ser humano com o animal, ainda mais este último sendo um cachorro. Amooo! kkk

    bju
    Vento Literário / No Facebook / No Twitter

    ResponderExcluir
  7. Amo animais, agora fiquei imaginando a situação dele ao ter que "devolver o cachorro", sempre falta coragem, não tem como não se apegar... deve ser um livro bem gostoso de ler.

    ResponderExcluir
  8. Me pareceu ser um livro bem fofo, apesar de eu não ter gostado de Marley e eu, que tem um cachorro como foco também. Achei engraçado o trocadilho do título "Esperando por Doggo" fazendo alusão ao livro "Esperando por Godot". Perece ser divertido como um filme da sessão da tarde ^^
    Beijos!
    http://caindonacultura.com

    ResponderExcluir
  9. Menina eu comecei a ler esse livro ontem e sinceramente a primeira impressão que tive sobre ele foi que eu achei ele confuso! Não sei, eu ainda estou começando e quero ver até onde vai, mas pelo menos a narrativa flui e isso é muito bom, porque se fosse algo parado eu não ia gostar não. E eu estava afim de ler esse livro só de tratar de cachorro, mas não sei. Quem sabe né? Mas mesmo assim vamos ver até onde vai.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/11/memorias-literarias-como-assim-dez-anos.html

    ResponderExcluir
  10. Oiee!!
    Que delicia acabar um livro em uma tarde..
    Sinal que a leitura é leve e fluida, pelos mesmos motivos que você acabei não solicitando o Doggo e agora me arrependi!! =/
    O amor entre o dono e o cão é algo tão verdadeiro!!
    Parece ser uma leitura fofa!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oie.
    Como você não solicitaria este livro, mas como o tenho agora vou ler. Sua resenha não foi muito aminadora, mas ainda assim vou dar uma chance e espero não sentir falto do algo mais, pois é bem triste quando um livro deixa-nos essa falta

    Beijos da Fê
    As Catarina´s

    ResponderExcluir
  12. A sua resenha disse exatamente o que eu senti: não teve nada de cachorro, não teve nada de nada. Não teve algo que sustentasse muito toda a coisa e mesmo que eu tenha lido tudo de uma vez só porque realmente prende a gente, não teve muito a ver. Achei que ia ter a ver com algo de amor com o animal, mas nem isso!

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  13. Olá! Já tinha visto esse livro. Lendo sua resenha, achei a história bem bonitinha e até engraçada. Gostaria de ler, beijos!

    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. haha,

    também achei que o destino seria sacrificar o coitadinho.....

    Diferente a premissa do livro, interessante! confesso que pela capa e sinopse não o compraria também, mas a tua resenha mostrou outro lado...gostei da premissa! simples e diferente!!!

    bjs

    Eu Pratico Livroterapia


    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Muito ruim quando ficamos com a impressão que um livro não atinge todo seu potencial, mas acho que a leitura é válida.
    Ri com sua resenha quando você nos conta sobre a castração, acho que essa cena deve ser muito legal hahah.
    Acho que eu leria esse livro e o compraria, pois gosto de histórias assim.
    Adorei a resenha
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Parece ser um linda história entre um cão e seu dono, mais um livro para a minha lista de leituras.;-)

    ResponderExcluir
  17. Estou precisando de um livro rápido e engraçado, acho que vou colocar ele na minha lista de leitura apesar de você não ter gostado muito, não gosto de livros que faltem algo, mas gosto muito de livros que falem de animais, então bora ler.

    ResponderExcluir
  18. Oi!!!
    Já tinha visto uma resenha deste livro e por causa dela coloquei em minha lista. Sua resenha me deixou mais curiosa. Gosto de livros com uma leitura rápida e fácil, ultimamente é o que estou precisando, cansada de ficar muito tempo no mesmo livro rsrs.

    Abraços Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  19. Oi!!!
    Já tinha visto uma resenha deste livro e por causa dela coloquei em minha lista. Sua resenha me deixou mais curiosa. Gosto de livros com uma leitura rápida e fácil, ultimamente é o que estou precisando, cansada de ficar muito tempo no mesmo livro rsrs.

    Abraços Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Eu não sei por que mais não consigo ler livros que o foco seja animais. A história não me prende por mais que seja emocionante.
    Adorei a sua resenha, mas não me interessei pelo livro.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oii. Estou lendo este livro, na verdade comecei hoje cedo e sinceramente estou curtindo muito. Eu jurava que o foco do livro fosse o Doggo, por isto coloquei ele na frente de todos. Vou continuar lendo sem esperar muita coisa. Espero que me surpreenda... Parabéns pela sincera resenha.
    Abraço! www.likelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras