Uma História de Amor e TOC – Corey Ann Haydu

24/11/2015

imageBea foi diagnosticada com transtorno obsessivo-compulsivo. De uns tempos pra cá, desenvolveu algumas manias que podem se tornar bem graves quando se trata de... garotos! Ela jura que está melhorando, que está tudo sob controle. Até começar a se apaixonar por Beck, um menino que também tem TOC. Enquanto ele lava as mãos oito vezes depois de beijá-la, ela persegue outro cara nos intervalos dos encontros. Mas eles sabem que são a única esperança um do outro. Afinal, se existem tantos casais complicados por aí, por que as coisas não dariam certo para um casal obsessivo-compulsivo? No fundo, esta é só mais uma história de amor... e TOC.
“Meus olhos lacrimejam, e tenho medo de fazer aquela coisa de rir e chorar ao mesmo tempo, porque emoções fortes são todas tão próximas umas das outras que às vezes o corpo fica confuso.” (pág. 51)
Uma história de amor e TOC não foi uma das leituras mais simples ou fáceis que já fiz. Entrar nesse mundo dos transtornos obsessivos me fez ficar angustiada e por muitas vezes tive que parar a leitura para analisar o outro lado da história (aquele em que alguns atos dos personagens ocorrem devido a uma doença e não são um motivo a mais para ficar irritada com eles). Sou uma pessoa com algumas manias, mas não tenho a menor ideia de como é ser controlada por elas – que é o que acontece com pessoas com TOC.
Eu me incomodei muito com Bea. Não pelos seus sintomas de TOC, isso no começo me incomodou um pouco mas no sentido de que incomoda quando alguém faz algo repetidamente. Acontece que a Bea é uma stalker e isso não fez sentido para mim. Pensei que teria tanto a explorar na história que isso não precisaria entrar. Porém o que realmente me incomodou e me fez terminar não gostando nem um pouco da Bea foi o fato de ela julgar demais as pessoas – principalmente as do grupo de terapia, que ela chama de loucos. É aquela coisa de eles são loucos mas ela não quando é claro que todos estão no mesmo barco.
“Eu juro, se conseguisse me controlar e não dizer essas coisas, eu o faria. Mas se não disser as coisas que surgem na minha cabeça, elas poderiam comer minhas entranhas ou eu seria condenada ao inferno por desonestidade, então não posso mesmo correr o risco.” (pág. 96)
A capa do livro me fez pensar em uma história bonita e todas aquelas coisas fofas com momentos angustiantes por causa do TOC, mas também com momentos fofos e alegres. Acho que por pensar e esperar uma história bem diferente da que me foi entregue seja um dos motivos de eu não ter curtido tanto o livro. Então, volto a dizer: não foi uma leitura fácil. Mas, sim, foi uma leitura que gostei de fazer.
“Estou sorrindo como uma idiota, porque não há nada mais charmoso do que um menino tropeçando nas palavras ao tentar dizer algo agradável.” (pág. 69)
Uma história de amor e TOC é angustiante e intenso. Em vários momentos você vai se sentir desconfortável, mas ao acompanhar a narrativa terá uma história que parece ser muito real. Principalmente quando a gente pensa que nem sempre a vida é cheia de flores. Nem tudo é bonito, mas a vida continua mesmo assim. Eu não gostei da Bea, o livro me tirou completamente da minha zona de conforto, licavargasmas eu acredito que a história criada por Haydu vale a pena ser lida.

imageNa parte de diagramação e edição, a Galera fez um trabalho incrível como sempre. O livro é lindo e o kit que foi enviado junto (com marcador, recadinhos e álcool gel) é super fofo. E não é só isso. Por algum motivo que eu não sei, recebi dois kits por aqui. Então, todos os comentários nessa postagem irão concorrer a um dos kits. Legal né? Vale comentários feitos até 12/12/2015. Mas nada de só participando e tal, ok? O resultado sai aqui nessa postagem (e nas redes sociais – aproveita e curte/segue a gente os links estão na lateral no início da página) dia 13/12. BOA SORTE!!!

Foram considerados apenas 24 comentários pois havia entre os 26 duas respostas para o mesmo comentário. E a vencedora foi...



Parabéns Camila!!! Aguardamos seus dados em amoreselivros@gmail.com 

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

26 comentários

  1. Olá ^^

    Eu tenho TOC assim como a protagonista do livro, mas acredita que ainda não li o livro?
    Sua resenha está ótima, entendo seu incômodo com a protagonista, incomoda esse tipo de comportamento mesmo.

    Bjks,

    http://livrosentretenimento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá!
    Não conhecia o livro ainda, mas gostei da sua resenha. Muitas vezes quando o resenhista não fica tão fã do livro é isso que me leva a lê-lo, pois me atiça a saber se gostaria ou não do livro...
    Eu também tenho mania, mas não chega a ser TOC.
    Fiquei curiosa. Vai que tenho sorte né...kkkk
    Bjos!!!
    Sentimentos nos Livros

    ResponderExcluir
  3. Olá, esse livro está na minha lista de livros que devem ser lidos. Tenho várias manias, que já chegaram a ser comparadas com TOC.

    Adorei sua resenha e confesso que fiquei bastante curiosa, adoro desafios literários.

    Beijinhos
    Fra5n

    ResponderExcluir
  4. Oiii.

    Entendo completamente seu incômodo pela personagem eu passo muito por isto. Kkk
    Adorei sua resenha, está de parabéns. A premissa do livro me chamou a atenção, irei colocar ele na minha listinha.
    Parabéns

    Beijos
    Booksandcarpediem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. O livro está na minha lista, deve ser um pouco desconfortavel ver uma pessoa que não reconhece sua situação, mas vamos combinar que é assim com praticanente todo mundo, exemplo o alcoolatra que acha que o problema é os outros não ele. Reconhecer o problema é um dos passos para o tratamento da certo.
    Eu tenho umas manias e quando passei por um stress pós traumatico dei uma brla piorada que só resolveu de fato quando mudei da antiga casa para a que vivo agora.
    Espero que eu goste do livro.

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Nossa uma pessoa com Toc já é difícil para caramba, imagina duas pessoas com o mesmo problema tentando se relacionar.
    Deve ter sido uma leitura angustiante mesmo. Mas o legal é que fala sobre uma doença série e talvez possa até nos ensinar melhor como lidar com situações ao ter alguém assim perto de nós.
    Um abraço
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  7. Amiga eu ainda não li esse livro sabia?
    Mas estou querendo ler, até porque quero saber como é isso de TOC e tudo mais.
    Sei que é algo bastante grave e acho que é bacana as pessoas se conscientizar e buscar ajuda e tudo mais. Mas eu queria poder ler para conhecer a estória dessa personagem. Eu vi que você se irritou com algumas coisas, mas ai também depende de como a autora levou a estória, pois é sempre bom também o autor pensar nas pessoas que sofrem do problema né? Enfim...Eu vou ver se leio mais pra frente, porque eu sou ansiosa...eu sou meia pilhada com as coisas, mas não tenho TOC graças a deus hahahaa...Mas mesmo assim ainda tenho receio de fazer a leitura. Medo acho. Mas não sei, vou ver ainda.

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/11/resenha-como-se-apaixonar.html

    ResponderExcluir
  8. Olá Lica!
    Ainda não li esse livro e nem sei se pretendo ler.
    Não gosto de pessoas e muito menos de personagens que agem dessa forma: julgando as pessoas. E também por ser um livro muito intenso é algo que não me sinto preparada no momento para ler :(
    Gostei da sua resenha, mas não me senti impelida a ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá, Lica.
    Eu tenho algumas manias também, mas nada que se assemelhe a doença. Eu tenho esse livro aqui em casa, ganhei ele em um sorteio, mas ainda não li. Não vou ler tão já para não me decepcionar hehe. Eu entendo sua frustração com a protagonista. É muito ruim quando as próprias pessoas que estão passando por aquilo acham que são melhores que os outros que estão na mesma situação. Gostei de saber sua opinião sobre o livro.

    ResponderExcluir
  10. Oi!!

    Eu não li ainda esse livro, mas sempre vi diversas críticas negativas para esse livro. Todas apontando o mesmo que você, daí acabei pegando bode e não querendo ler.
    A capa é uma graça e o kit também! Boa sorte as todos!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Olá, eu ainda não li esse livro mas já vi muitos comentários sobre ele e fico muito interessada, acho que é um livro que deveria ser lido por mais pessoas, mesmo trazendo toda essa angústia eu acho que deva ser um experiência única a leitura desse livro. Provavemente eu me sentiria como você quando eu for ler, mas quero muito conhecer essa história.

    ResponderExcluir
  12. Oiee ^^
    Esse livro parece mesmo ser angustiante, mas, ainda assim, tenho vontade de ler. Gosto de histórias mais realísticas assim, sabe? Principalmente porque foge um pouquinho da minha zona de conforto, e, mesmo sabendo que você não gostou da protagonista, ainda quero conhecê-la. Quem sabe,né? A capa é muuito linda ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Olá, eu morro de vontade de ler esse livro, acho a trama dele e o assunto tratado muito interessante e acho que é importante a leitura de todos. Sua resenha me cativou a ir atrás dele logo e ver o que eu acho.

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  14. Nossa que diferente o tema desse livro.
    Fiquei bastante curiosa em relação a esse tema algum tempo atrás quando vi uma conhecida colocar um relato dramático sobre o problema dentro de casa, sua resenha me fez refletir que precisamos falar mais sobre isso, pra mim antigamente não era algo "sério", mas mudei completamente o meu ponto de vista em relação a essa doença.
    Vou procurar esse leitura.
    Beijos.

    Giuliana

    ResponderExcluir
  15. Oiee.
    Não li nenhum livro que tenha uma personagem com TOC. Se fiz alguma leitura não me recordo e por sua descrição de chegar a ler o livro também não gostrei da Bea. E pensar que existe muitas pessoas que julgam as outras sendo que estão no mesmo barco né?! Parabéns pela resenha e vou tentar ler o livro

    Beijos da Fê
    As Catarina´s

    ResponderExcluir
  16. Oi!!!
    Enquanto lia sua resenha não parei de pensar no filme Melhor Impossível, que adoro, eu tenho um pouco de TOC. Achei bem interessante; pois é uma abordagem de um problema que muitos não entendem e até chamam de frescura, mas a angustia que sentiu ao ler deve ser reflexo do problema dos personagem. Achei a capa e o kit super fofos.

    Beijos Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Já tinha visto esse livro anteriormente e admito que fiquei com muita vontade de ler. Porém, depois de sua resenha fiquei com um pé atrás. Acho que preciso ler para criar a minha própria opinião.
    Beijos :*
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  18. Que pena quando não conseguimos gostar da personagem, né? A leitura fica mais cansativa. Mas sabe que eu ando com vontade de ler esse livro já faz algum tempo. Já li algumas resenhas positivas sobre ele que despertaram bastante a minha curiosidade. Desanimei um pouco por saber que a personagem é irritante, mas acho que lerei o livro mesmo assim. Acho essa capa muito bonita.

    ResponderExcluir
  19. Quando vi a sinopse desse livro, pensei que apesar do problema de toc, seria uma história fofinha. Mas agora lendo sua opinião vi que não é. Mesmo assim tenho bastante interesse em ler, porque gosto quando o livro traz personagens com características pouco abordadas :)
    Beijos!
    http://caindonacultura.com

    ResponderExcluir
  20. Olá!
    Esse livro deve ser lindo por se tratar de um tema tão pouco explorado como o toc. A história pareceu fantástica e sua resenha só me deu mais vontade de ler, e essa capa? Eu babo toda vez que vejo!
    Beijos, Tabatha
    http://aproveiteolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Olá! Essa capa é muito fofa! Olha, eu achei a premissa bem interessante. Mesmo a protagonista não sendo tão cativante, mas fiquei curiosa para saber o desenrolar da trama...caramba, lavar as mãos 8 vezes antes de beijar alguém...É complicado. Pessoas com TOC sofrem muito por causa que são totalmente controladas por suas manias de maneira bem patológica! Gostei da sua resenha, beijos!

    http://livrosepergaminhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Suas palavras para descreve-lo arderam bem mais a vontade que já estava de ler ele �� Belo o seu trabalho, flor ��

    ResponderExcluir
  23. Realmente o livro é bastante intenso, e eu realmente comecei a pensar mais sobre a dificuldade que tenho em algumas coisas. Talvez por me identificar um pouco com a personagem, entre o amor e ódio, eu acabei gostando da Bea. Discordei de várias atitudes dela, mas eu entendo ela.
    Obrigada pela resenha. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, meu nome é Waleska Borges (@wleskaborgees)

      Excluir
    2. Ah, meu nome é Waleska Borges (@wleskaborgees)

      Excluir
  24. tenho muita vontade de ler este livro, o tema é muito peculiar. é muito complicado imaginar duas pessoas com o mesmo transtorno, um precisando ajudar o outro mas ao mesmo tempo precisa se ajudar tb. o que pode servir como incentivo ou quem sabe, um peso.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras