Perdidos por Aí – Adi Alsaid

25/11/2015

imageQuatro jovens ao redor do país têm apenas uma coisa em comum: uma garota chamada Leila. Ela entra na vida de cada um com seu carro absurdamente vermelho no momento em que eles mais precisam de alguém.
Entre eles está Hudson, mecânico em uma cidadezinha, que está disposto a jogar fora seus sonhos de amor verdadeiro. E Bree, uma garota que fugiu de casa e curte todas as terças-feiras — além de algumas transgressões ao longo do caminho. Elliot acredita em finais felizes... até sua vida sair totalmente do script. Enquanto isso, Sonia pensa que, quando perdeu o namorado, também perdeu a capacidade de amar.
Hudson, Bree, Elliot e Sonia encontram uma amiga em Leila. E, quando ela vai embora, a vida de cada um deles está transformada para sempre. Mas é durante sua própria jornada de quase sete mil quilômetros através do país que Leila descobre a verdade mais importante: às vezes, aquilo de que você mais precisa está exatamente no ponto onde começou. E talvez a única maneira de encontrar o que você está procurando seja se perder ao longo do caminho.

“Alguma vez você já achou que era mais fácil falar do que fazer? Essa coisa de curtir o dia, um dia de cada vez. Carpe diem é uma filosofia bem conhecida, mas, se fosse fácil pôr em prática, não teríamos de passar o tempo todo lembrando uns aos outros.” (pág. 74)

Perdidos por Aí entrou na minha lista por causa da capa. Sim, foi um daqueles livros em que eu vi a capa, me apaixonei e nem quis ler a sinopse. Após terminar a leitura, fico feliz em dizer que não errei ao escolher pela capa.

O livro conta a história de Leila, que resolve pegar seu carro vermelho e partir em busca da aurora boreal. Ela está indo para o Alasca, mas sabe aquela coisa de que o melhor de uma viagem não é o destino final e sim o caminho? É mais ou menos o que acontece com Leila – e junto com ela, o leitor embarca em uma viagem de carro onde tudo parece possível e merece um final feliz.

“– As pessoas se machucam – disse Leila, sem mudar o tom de voz. – Acontece com todo mundo. De propósito ou não, com arrependimento ou não. É parte do que fazemos às pessoas. A beleza está na nossa capacidade de superar e perdoar.” (pág. 110)

Uma das coisas que eu mais gostei no livro é que a personagem principal é Leila, mas não é ela que narra a maior parte do livro. Ele é dividido em cinco partes, cada uma pelo ponto de vista de um dos estranhos que Leila conhece pelo caminho e somente na última ela se torna a narradora. Alsaid apresenta quatro pequenas histórias conectadas entre si por causa de Leila, que conhece cada um desses estranhos em um determinado momento no caminho. Eu achei incrível a forma como ela afeta a vida deles e como também é afetada por eles.

A diagramação do livro está perfeita. Cada parte tem sua divisão, informando quem é o narrador. E entre as partes, ainda temos cartões postais com mensagens da Leila que vão complementando a história. Eu fico completamente apaixonada quando um livro tem fontes e formatações diferentes para algumas coisas – como mensagens de texto, bilhetes ou, como nesse caso cartões postais. Fica lindo, dando um toque a mais em algo que já estava tão legal.

“– Mas que droga, céu – Elliot falou. – Não é uma boa hora para parecer tão pitoresco. Estou tentando argumentar que a vida é uma porcaria.” (pág. 179)

Adi Alsaid criou uma história gostosa de ler, com uma narrativa que flui facilmente mas que pode não agradar aos mais exigentes. Vamos ser um pouco realistas aqui... Leila é uma adolescente viajando sozinha, que encontra estranhos (tudo bem que também são adolescentes) e não se preocupa se pode acontecer alguma coisa perigosa ou não. Até por que todos os adolescentes tem bom coração e ninguém acha estranho uma menina de 17 anos viajar totalmente sozinha então nenhum ‘adulto’ pergunta quem ela realmente é, né? Mas, vamos lembrar que é ficção e que na ficção tudo é possível. E mais, tem horas em que eu não quero ficar pensando se isso ou aquilo é realista ou não.

Então, se você quer um livro para passar o tempo, Perdidos por Aí é uma ótima dica. Ele é divertido, leve e não tem muito drama – eu diria praticamente nada já que tem uma previsibilidade de que tudo vai se resolver. Sim, tem seus momentos clichês (mas eu adoro um clichê!) e sim, é um tanto irrealista em alguns momentos. Mas ei, quem disse que a gente precisa ser realista o tempo inteiro? Eu gostei de dar uma volta com a Leila, e talvez você também curta embarcar nessa viagem.licavargas

Romântica incurável com um toque de Drama Queen. Sonhadora, teimosa e viciada em livros, afinal, se você não pode cair no mundo, viva através dos personagens! Criadora do blog Amores e Livros, ainda acredita que um dia será paga para ler! Facebook / Twitter / Instagram

Que tal conferir também...

22 comentários

  1. Adorei a capa e a frase que tem nela! Essa história me lembrou um pouco os livros de Jonh Green. Mas gostei bastante da sinipse e da sua resenha e fiquei interessada em ler esse livro!
    Um abraço
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem??

    Essa capa é simplesmente incrível! Acho que eu me incomodaria um pouco com as várias coisas que podem acontecer com ela... Mas realmente, temos que lembrar que é uma ficção hehehe acaba sendo difícil tirar essa "trauma" de estar sempre preocupados com tudo no nosso dia a dia
    Parece ser um livro realmente bem leve e divertido! Assim que tiver uma oportunidade irei ler :)

    XOXO
    umnovo-roteiro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Olá, Lica.
    Eu li uma resenha desse livro recentemente e acho que a pessoa era um desses exigente que você falou, porque ela detonou o livro hehe. E até por isso agora já não tenho vontade de ler. também acho que não é muito adequando para a minha idade, acho que é para outro publico. Mas gostei bastante da forma como você escreveu a resenha e por sua sinceridade.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  4. Oie Lica,

    tudo bom??

    Fiquei encantada com essa capa!!! é realmente, como você disse, um daqueles livros que você compra pela capa!!! <3
    A historia também é ótima, depois da sua resenha estou mais ansiosa ainda para ler esse livro e embarcar nesse viagem com a Leila.

    =)

    ResponderExcluir
  5. Oiee ^^
    Eu também me apaixonei por essa capa, encontrei o livro entre os lançamentos do skoob, se não me engano ♥ Vou tentar não ficar criticando a personagem e sua falta de cuidado ao falar com estranhos quando ler o livro...haha'
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oie, tudo bem?
    A capa é tão linda, que realmente eu compraria. Rs Não conhecia o livro, mas me interessei pela premissa dele. Sua resenha me instigou bastante, dica anotada.

    Um beijo,
    Dai | www.cheirodelivronacional.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi, Lica!
    Tudo bem?
    A premissa da sinopse não me agradou, mas o desenvolver da tua resenha deu para entender que a leitura foi positiva, tirando o pequeno detalhe da adolescente dirigindo pelo mundo com 17 anos e dando carona para estranhos, ( um mundo muito surreal).
    Até a próxima...
    bjs Ju
    Visite: Nossa Estante Nacional

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Quando bati os olhos nesta capa, eu quis ler. Achei a capa tão incrível. Não vejo a hora de poder lê-lo, adoro estórias que envolvam viagens, seja ela de ônibus ou de carro, eu fico fascinada com a coragem dos personagens de fazerem aquilo que lhes fará bem: viajar! Não há nada melhor do que viajar, curtir um lugar.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Ei lica!!! Acho que me de quando esse livro foi lançado e fiquei bem interessada. Parece uma história desapegada, mas muita, muita coisa boa no enredo. Acho que vou gostar bastante! Obrigada pela dica, Bjsss
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. No começo eu tive bastante interesse de fazer a compra desse livro, mas depois acabei desistindo, porque eu fiquei na dúvida, mas agora lendo a sua resenha percebi que ele é leve e meio que sem compromisso daqueles que tira até ressaca literária. Eu acho que é um livro assim que tenho precisado viu? Mas eu não sei agora quando irei compra-lo, se bobear pegarei em ebook e acho que provavelmente eu já até tenha. Então assim que puder eu vou ver se leio =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/11/dia-de-quote-14.html

    ResponderExcluir
  11. Oi, Lica
    Eu adoro um bom clichê de vez em quando também, quem não gosta está mentindo rs
    Eu nunca parei para prestar atenção neste livro, mas sou igual você as vezes, pego pela capa também rs
    Ficção tudo é possível mesmo, mas dependendo de como é desenvolvido, não agrada a todos mesmo.
    Adorei a dica.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá!!

    O tipo de história que eu queria para minha vida!! Amei!!
    Não conhecia o livro, e ao contrario de você. não gostei da capa. Ainda bem que vc apresentou ele!!
    O livro é americano? Lá eles costumam ser "adultos" aos 16.. talvez por isso tenhamos essa sensação de, poxa uma criança sozinha por ai... Talvez seja mais cultural... Mas confesso que eu ficaria mais confortável com um personagem com mais de 20...

    Bjus
    Blog Fundo Falso

    ResponderExcluir
  13. Sem dúvidas, é o tipo de capa que chama a minha atenção. Porém, algo que me incomodou na sua opinião, foi falar que tem clichês. Diferente de você, eu detesto clichês. Um ou outro, ok, sem problemas. Mas se tiver muitos, me incomoda. Outra coisa, por mais que eu saiba que não estou lendo um livro de não ficção. eu quero acreditar no que leio, E quando você diz que tem coisas "um tanto irrealistas", isso me assusta um pouco.

    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Ser realista o tempo inteiro é extremamente irritante. Adoro livros que fogem um pouco disso.
    Estou com bastante vontade de ler esse livro e gostei de saber que a história é narrada pelos estranhos que ela conhece, parece fazer bastante sentido.
    Adorei sua resenha e ela só me deixou mais ansiosa para ler o livro.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Olá! Eu curto muito esses enredos leves, eles realmente se encaixa naquele dia que queremos nos distrair. Essa capa está tão lindinha! <3 Parabéns pela resenha.

    Beijinhos!
    www.citacaonumclick.com.br

    ResponderExcluir
  16. Olá.
    Tudo bom?
    Não conhecia o livro, mas infelizmente a premissa dele não me atraiu, então vou deixar a dica passar, mas sua resenha está muito boa e gostei de suas considerações.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Oi Flor.
    Sei bem como é adicionar um livro pela capa. Eu sempre faço isso.
    Gosto de livros com várias visões e com uma aventura por trás.
    Adoro livros de ficção justamente porque tudo é possível.
    Gostei da premissa e vou add na lista.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  18. Oiê
    EU custo muito livros assim, bem leves que a gente ler sem nem perceber! Eu não tinha visto resenhas sobre o livro, mas eu me apaixonei por essa capa que ficou maravilhosa, espero poder comprar o livro em breve
    Abçs

    ResponderExcluir
  19. Quem não gosta de ler um clichê não é verdade? Realmente é uma capa que chama atenção.

    Pensei que fosse a única que escolhe o livro pela capa. Mas devo admitir que teve livros que a capa nem era tão demais, mas que a história era sensacional! Então tomo muito cuidado pra não ter preconceitos. Mas a capa pra mim conta, e muito!

    Gostei da forma como vc escreveu sobre o livro e principalmente ressaltando que é ficção e mostrando ao leitor que se achar bizarro uma menina de 17 anos falar com estranhos e viajar sozinha, não se preocupar! Isso é somente um livro!

    Colocaria ele na minha estante para variar um pouco e sair da rotina

    Bjuss

    ResponderExcluir
  20. Olá... tudo bem??
    Eu achei a capa bem legal também e embora eu não curta histórias de viagens, depois que li Um Olhar de Viajante, comecei a curtir um pouco... principalmente as pessoas que a gente conhece durante o caminho e só agora parei pra pensar o quanto isso é bem interessante... não seria um livro que eu compraria com muita ansiedade, mas parando em minhas mãos leria com certeza.... xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Realmente, uma capa muito atrativa, e esses quotes então, amo quotes!!
    Eu gosto de livros assim, da mesma forma que sou chegada em um bom drama!! Gostei muito dessa sua resenha, ainda não conhecia o livro, mas agora entrou pra minha lista!!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  22. Vocês notaram o erro na página 101 e 107? Alguém tem a versão em inglês só para tirar uma foto e me mandar? Ou alguém tem a página 101 certa?

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras