Lentes Mágicas #45: A Pele que Habito

29/03/2012

Olá Saelnautas.

O filme que indico hoje é uma pérola. Um delírio de tão estonteante. Adorei muito!

LA PIEL QUE HABITO

Direção: Almodovar

Roteiro: Almodovar

Elenco: Antônio Bandeiras, Elena Anaya, Marisa Paredes

Origem: Espanha

Distribuidora: Paris Filmes

Lançamento: 2011

Sinopse: "Roberto Ledgard (Antonio Banderas) é um conceituado cirurgião plástico, que vive com a filha Norma (Bianca Suárez). Ela possui problemas psicológicos causados pela morte da mãe, que teve o corpo inteiramente queimado após um acidente de carro e, ao ver sua imagem refletida na janela, se suicidou. O médico de Norma acredita que esteja na hora dela tentar a socialização com outras pessoas e, com isso, incentiva que Roberto a leve para sair. Pai e filha vão juntos a um casamento, onde ela conhece Vicente (Jan Cornet). Eles vão até o jardim da mansão, onde Vicente a estupra. A situação gera um grande trauma em Norma, que passa a acreditar que seu pai a violentou, já que foi ele quem a encontrou desacordada. A partir de então Roberto elabora um plano para se vingar do estuprador."


Muito sangue desde o inicio até o fim... morte e vida, regeneração, descobertas, ciência, amor, insetos, bisturis, clima de suspense e trilha sonora enlouquecedora... 

Pele sintética. Por dentro e por fora. Tristeza. Cativeiro. Cárcere privado. Terminada, finalizada. Desejo latente. Por vida, por viver.  

"Sou sua, feita na sua medida e você acabou de dizer que gostou. Sei que me olha."

A solidão de quem esconde segredos. Prodígio e problema. Homicídio do corpo, suicídio da alma. Inveja. A humanidade por trás da mente. Requintes de crueldade. Privação dos sentidos. 

"Levo a loucura em minhas entranhas..."

Morte do amor. O ciclo que se fecha. A história que se repete. O fogo que consome. 

Obra de Arte. Genialidade. Loucura. Sanidade. Ímpeto. Vingança. Sordidez. Vera. Vicente. Duas vidas numa só? Uma vida em duas partes? 

Até quando a criatura obedece o criador? Até quando se pode suportar a dor de ser outro? E quando ser você já não é mais possivel? Até onde você iria para se libertar? 



Confusa minha resenha??? Assista o filme e descubra. O nó muito bem atado que só poderia ter sido pensado pelo Almodôvar. Brilhante!

Espero que gostem do filme indicado hoje.

Até quinta que vem. 


Que tal conferir também...

4 comentários

  1. Eu ainda não consegui assistir esse filme...
    Peguei algumas vezes pela metade, e bom não tem como assistir filme sem o começo, né???
    Não sou grande fã do Almodovar, mas A pele que habito me chamou muito a atenção.

    ResponderExcluir
  2. 'Resenha a la Gisele Bayer' + Almodôvar = combinação perfeita pra me convencer à assistir um filme... Ok, Gi, vc venceu! Acabei de acrescentar A Pele Que Habito na minha listinha de locação da NetMovies rsrsrs.
    Ah, e sobre a sua resenha... (O.o)???

    Bjs,
    @BobbyDupeaGirl

    ResponderExcluir
  3. Ainda não assisti este, mas amo tudo que é do Almodovar! Anotada a dica, vou providenciar!

    ResponderExcluir
  4. Hummmmm
    Não gosto muito do Almodovar não... Acho que tem que ter uma certa "vibe" para ver seus filmes que eu não tenho...
    Bom... Talvez valha pelo Bandeiras, mas mesmo assim... sei não rs

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, dê sua opinião, participe e volte sempre =^.^=

*** Comentários serão respondidos por aqui mesmo, através de comentário.

Acompanhe por E-mail

Facebook

Editoras Parceiras